Abrir menu principal
Como ler uma infocaixa de taxonomiaArchosauria
Ocorrência: Triássico InferiorPresente
250–0 Ma
Aves e crocodilianos (neste caso, uma Mycteria ibis e um crocodilo-do-nilo) são os únicos grupos vivos de Archosauria.
Aves e crocodilianos (neste caso, uma Mycteria ibis e um crocodilo-do-nilo) são os únicos grupos vivos de Archosauria.
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
(sem classif.) Crurotarsi
(sem classif.) Archosauria
Subgrupos
Sinónimos
  • Arctopoda Haeckel, 1895
  • Avesuchia Benton, 1999

Archosauria, também conhecido como Avesuchia, constitui um grupo de répteis que se destaca dos demais pela sua importância tanto atual como no passado. Trata-se de um grupo que surgiu no início da Era Mesozoica (Triássico Médio - há ca. 235 milhões de anos) e que, rapidamente, se espalhou pelos diversos continentes, onde se tornaram os vertebrados dominantes. Atualmente este grupo é representado por crocodilianos (jacarés, crocodilos e gaviais) e aves. No passado, no entanto, os arcossauros eram mais diversificados e, além de crocodilianos e aves, eram representados pelos pterossauros (répteis voadores), por diversas formas de dinossauros não avianos e outros grupos menos conhecidos.

Os arcossauros incluem basicamente os crocodilos e os dinossauros (incluindo as aves) e todos os seus parentes extintos, como os pterossauros, os aetossauros e os rauisúquios. O clado Archosauria se divide em dois grandes grupos: Pseudosuchia, que inclui todos os arcossauros mais próximos dos crocodilos que das aves; e Avemetatarsalia, que inclui todos os arcossauros mais próximos das aves que dos crocodilos.[1][2]

Acredita-se que os arcossauros tenham surgido no final do período Permiano, sobrevivido à catastrófica extinção em massa que marcou o final do período e se tornado as criaturas dominantes durante toda a Era Mesozoica. No final dessa era porém, outra extinção em massa, a Extinção K-T extinguiu boa parte dos grupos, deixando apenas dois sobreviventes: os crocodilianos, e um grupo particularmente curioso de dinossauros: as aves.

Apesar de terem começado como carnívoros predadores, muitos grupos distintos de arcossauros se tornaram herbívoros independentemente, incluindo os aetossauros, alguns crocodilianos e vários tipos de dinossauros.

Índice

PseudosuchiaEditar

Pseudosuchia é o grupo que inclui os Crocodilianos modernos e todos os seus parentes pré-históricos. Seus únicos representantes ainda vivos são os crocodilos, jacarés e o gavial. O grupo diversificou-se dos restantes répteis há cerca de 220 milhões de anos, no Triássico.

Os crocodilianos modernos distinguem-se dos outros répteis modernos pelo sistema circulatório. Os crocodilianos têm um coração com quatro câmaras, mas ao contrário dos mamíferos e aves, o sangue oxigenado mistura-se com o sangue desoxigenado. Dentro do grupo, as famílias distinguem-se entre si pela morfologia da cabeça e características da dentição. Normalmente, são encontrados em pântanos e em margens de rios e lagos.

Apesar de hoje todos os crocodilos serem predadores semiaquáticos, no passado o grupo contou com inúmeras espécies terrestres, e algumas inteiramente marinhas. Houve "crocodilos" bípedes, que se pareciam com dinossauros, e até um crocodilo que pode ter sido um comedor de plâncton, como as baleias modernas (o Stomatosuchus).

Além dos crocodilianos, os pseudosúquios incluem também diversos grupos pré-históricos, como Aetosauria, Rauisuchidae, e Poposauroidea.[1] Esses grupos foram bem sucedidos durante o Triássico, mas se tornaram eventualmente extintos no final do período.

AvemetatarsaliaEditar

 
Representação de um Tyrannosaurus, um dos mais conhecidos dinossauros do mundo

Avemetatarsalia (ou Panaves) é o clado que inclui os pterossauros, os dinossauros e seus parentes. Dentre os dinossauros o único grupo ainda vivo são as aves, um grupo de dinossauros terópodes.[1]

O grupo Dinosauria é um dos mais conhecidos de arcossauros. Eles dominaram a Terra há 66 milhões de anos atrás, mas a maioria se tornou extinta, com exceção das aves. Os dinossauros formam um grupo extremamente diverso de arcossauros.

Existiam duas ordens de dinossauros: Ornitísquios, os dinossauros com quadril da ave, que incluiem apenas herbívoros no grupo, e os Saurísquios, os com quadril de réptil, que incluem os saurópodes e os terópodes, que por sua vez incluem as aves. A explicação mais aceita sobre a extinção dos dinossauros não avianos foi a que um meteoro caiu sobre a terra.

(ver Extinção K-T).

As aves, único grupo vivo dos Avemetatarsalia, variam muito em seu tamanho, dos minúsculos beija-flores a espécies de grande porte como o avestruz e a ema. Note que todos os pássaros são aves, mas nem todas as aves são pássaros.!Artigos que necessitam de esclarecimento[necessário esclarecer] Os pássaros estão incluídos na ordem Passeriformes, constituindo a ordem mais rica, ou seja, com maior número de espécies dentro do grupo das aves.

Enquanto a maioria das aves são caracterizadas pelo voo, as ratitas não podem voar ou apresentam voo limitado, uma característica considerada secundária, ou seja, adquirida por espécies "novas" a partir de ancestrais que conseguiam voar. Muitas outras espécies, particularmente as insulares, também perderam essa habilidade. As espécies não-voadoras incluem o pinguim, avestruz, quivi, e o extinto dodô. Aves não-voadoras são especialmente vulneráveis à extinção por conta da ação antrópica direta (destruição e fragmentação do habitat, poluição etc.) ou indireta (introdução de animais/plantas exóticos, mamíferos em particular).

FilogenéticaEditar

Ver tambémEditar

O Wikispecies tem informações sobre: Archosauria
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Archosauria
  1. a b c d Nesbitt, Sterling J. (2011). «The early evolution of archosaurs: relationships and the origin of major clades». Bulletin of the American Museum of Natural History. Consultado em 14 de Abril de 2019 
  2. «Archosauria - Encyclopedia of Life». eol.org. Consultado em 14 de abril de 2019