Abrir menu principal

Armando Monteiro Soares Coutinho de Lencastre GOIHComMAI (Pinhel, Alverca da Beira, 21 de maio de 1924 - Lisboa, 14 de setembro de 2017) foi um dos maiores especialistas portugueses em Hidráulica.[1]

Índice

BiografiaEditar

Filho único de José Monteiro Alves de Lencastre (Pinhel, Alverca da Beira, 17 de Agosto de 1890 - ?) e de sua mulher Maria Amélia Soares de Almeida, neto paterno de Manuel Monteiro Alves e de sua mulher D. Maria do Carmo Coutinho de Lencastre (descendente por varonia bastarda dos Marechais do Reino de Portugal) e bisneto paterno de Joaquim Monteiro Branca e sua mulher Ana Alves, todos de Pinhel, Alverca da Beira.

Licenciado em Engenharia Civil (1950) pelo Instituto Superior Técnico da Universidade Técnica de Lisboa (IST/UTL). No IST/UTL exerceu docência de matemática e hidráulica (1949-1963). Desenvolveu actividade profissional no Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) de 1950 a 1968. Obteve em 1963 o grau de Investigador Principal. Foi presidente da Associação de Estudantes do IST/UTL (1949-1950). Foi o 14.º Presidente Nacional do Conselho Directivo, cargo actualmente equivalente ao de Bastonário, da Ordem dos Engenheiros de 2 de Abril de 1979 a Agosto de 1980, cargo ao qual renunciou.[2] Fundou a Hidroprojecto, Consultores de Hidráulica e Salubridade, SA. É membro da Hidrosistemas - Estudos Especiais de Sistemas Hídricos e Ambientais Lda. Foi, a partir de 1981, Professor Catedrático Convidado da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT/UNL). Presidente do Conselho Consultivo da Secretaria de Estado da Investigação Cientifica. Fundador e Primeiro Presidente da Academia de Engenharia. Membro emérito da Academia das Ciências de Lisboa.

Casou com Maria Graziela Pais Cortêz (15 de Julho de 1925), com geração.

Faleceu, a 14 de Setembro de 2017, em Lisboa, tendo sido velado na Igreja de São João de Brito, em Lisboa. O funeral realizou-se no Cemitério de Colares, em Sintra.[3]

Prémios, Honras e Condecorações[4]Editar

BibliografiaEditar

Autor de sete livros técnicos, entre eles:

  • Lencastre, A (1957), Hidráulica Geral; Hidroprojecto. Traduzido em francês, castelhano, turco, grego.
  • Lencastre, A; Franco, F. M. (1992), Lições de Hidrologia, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa.
  • Cem Obras de Engenharia Portuguesa no Séc. XX. Ordem dos Engenheiros. (Orientador Técnico)

Referências

  1. Quintela, A. (2004). Alberto Abecassis Manzanares e a engenharia hidráulica em Portugal.
  2. «Galeria de Bastonários». Ordem dos Engenheiros. Consultado em 10 de Setembro de 2015 
  3. DN/Lusa (14 de setembro de 2017). «Morreu Armando Lencastre, antigo Bastonário da Ordem dos Engenheiros». Diário de Notícias. Consultado em 14 de setembro de 2017 
  4. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Armando M. S. Coutinho de Lencastre". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 23 de abril de 2015 

FontesEditar

  • Lencastre, A (1983), Hidráulica Geral; Hidroprojecto.
  • Lencastre, A; Franco, F. M. (1992), Lições de Hidrologia, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa.
  • IST/UTL - Hidronet (A Hidráulica e a Sociedade - Personalidades Homenageadas)[1]