Arquidiocese de Liubliana

Circunscrição Eclesiástica da Igreja Católica

A Arquidiocese de Liubliana (Archidiœcesis Labacensis) é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica situada em Liubliana, Eslovênia. Seu atual arcebispo é Stanislav Zore, O.F.M.. Sua é a Catedral de São Nicolau de Luibliana.

Arquidiocese de Liubliana
Archidiœcesis Labacensis
Localização
País Eslovênia
Território Roman Catholic diocese of Ljubljana in Slovenia.jpg
Dioceses sufragâneas Koper, Novo Mesto
Estatísticas
População 796 589
545 012 católicos (2 017)
Área 5 608 km²
Paróquias 234
Sacerdotes 392
Informação
Rito romano
Criação da diocese 6 de dezembro de 1461
Elevação a arquidiocese 8 de março de 1788
22 de dezembro de 1961
segunda vez
Catedral Catedral de São Nicolau de Luibliana
Padroeiro São Cirilo e São Metódio
Governo da arquidiocese
Arcebispo Stanislav Zore, O.F.M.
Bispo auxiliar Anton Jamnik
Franc Šuštar
Arcebispo emérito Franc Rodé, C.M.
Anton Stres, C.M.
Jurisdição Arquidiocese Metropolitana
Contatos
Página oficial nadskofija-ljubljana.si
dados em catholic-hierarchy.org

Possui 234 paróquias servidas por 392 padres, abrangendo uma população de 796 589 habitantes, com 68,4% da dessa população jurisdicionada batizada (545 012 católicos).[1]

HistóriaEditar

Na era romana, há relatos de uma Diocese de Æmona, provavelmente erigida em 380, do qual se sabe a existência do bispo Máximo de Emona, santo que em 381 assistiu ao Concílio de Aquileia e morreu em 396.[2] Essa diocese teria sido suprimida e dado lugar à Sé de Novigrad no século VI.[2]

A Diocese de Laibach foi erigida em 6 de dezembro de 1461. Originalmente era sufragânea do Patriarcado de Aquileia, mas a subordinação do bispo de Ljubljana ao metropolita de Aquileia, prevista pela bula de fundação do imperador Frederico III, não foi respeitada.[3] Os bispos de Liubliana nunca foram confirmados pelo patriarca de Aquileia, mas sempre pelo papa. O Papa Pio II confirmou a ereção da diocese em 9 de setembro de 1462.

Em 8 de março de 1788, foi elevada à categoria de arquidiocese metropolitana com a bula In universa gregis do Papa Pio VI,[4] mas em 19 de agosto de 1807 foi rebaixada para uma diocese imediatamente sujeita à Santa Sé com a bula Quædam tenebrosa do Papa Pio VII.[5]

Em 27 de julho de 1830, como resultado da bula Insuper eminenti do Papa Pio VIII, ela se tornou sufragânea da Arquidiocese de Gorizia e Gradisca.[6]

Em 20 de fevereiro de 1932, após a bula Quo Christi fideles do Papa Pio XI, ele cedeu a paróquia de Fusine em Valromana à arquidiocese de Udine, os decanatos de Idria e Vipacco à arquidiocese de Gorizia e o decanato de Postumia à diocese de Trieste.[7]

Em 22 de dezembro de 1961, foi novamente elevada à categoria de arquidiocese com a bula Quandoquidem do Papa João XXIII.[8]

Em 22 de novembro de 1968, a arquidiocese voltou a ser uma sé metropolitana como resultado da bula Quisquis cum animo do Papa Paulo VI.[9]

Entre 17 e 18 de maio de 1996 recebeu a visita apostólica do Papa João Paulo II.[10]

Em 7 de abril de 2006, cedeu uma parte de seu território em benefício da ereção da Diocese de Novo Mesto.

Na mesma data, a diocese de Maribor, que era sufragânea de Liubliana, foi elevada a arquidiocese metropolitana.

PreladosEditar

Referências

  1. Dados atualizados no Catholic Hierarchy
  2. a b GCatholic
  3. Cappelletti, Giuseppe (1851). Le chiese d'Italia della loro origine sino ai nostri giorni (em italiano). vol. VIII. Veneza: Giuseppe Antonelli. p. p. 659 e sgg. 
  4. Bula In universa gregis, in Bullarii romani continuatio, Tomo VI, Parte 2, Prato, 1852, pp. 1891–1901 (em latim)
  5. Bula Quaedam tenebrosa, in Raffaele de Martinis, Iuris pontificii de propaganda fide. Pars prima, Tomo IV, Romae, 1891, p. 506 (em latim)
  6. Bula Insuper eminenti, in Raffaele de Martinis, Iuris pontificii de propaganda fide. Pars prima, Tomo VII, Romae, 1898, p. 228 (em latim)
  7. Bula Quo Christi fideles, AAS 25 (1933), p. 456 (em latim)
  8. Bula Quandoquidem, AAS 54 (1962), p. 769 (em latim)
  9. «Bula Quisquis cum animo» (em latim) 
  10. «Viagem Apostólica à Eslovênia (17-19 de maio de 1996)» 
  11. Em 1509 foi eleito bispo de Seckau, mantendo a sé de Laibach.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Arquidiocese de Liubliana