Arquidiocese de Singapura

Arquidiocese de Singapura
Archidiœcesis Singaporensis
Localização
País  Singapura
Arquidiocese metropolitana Imediatamente sujeita à Santa Sé
Estatísticas
População 5 612 000
155 249 Católicos[1]
Área 719 km²
Paróquias 29
Sacerdotes 149
Informação
Rito latino
Criação da diocese 1558
Elevação a arquidiocese 19 de setembro de 1953
(elevação da
Diocese de Malaca)
25 de fevereiro de 1955
(Arquidiocese de
Malaca-Singapura)
Catedral Catedral do Bom Pastor
Governo da arquidiocese
Arcebispo William Goh Seng Chye
Arcebispo emérito Nicholas Chia Yeck Joo
Jurisdição Arquidiocese
Contatos
Página oficial www.veritas.org.sg
dados em catholic-hierarchy.org

A Arquidiocese de Singapura (Archidiœcesis Singaporensis) é uma arquidiocese da Igreja Católica situada em Singapura. É fruto da divisão da Arquidiocese de Malaca-Singapura, que transformou-se em duas circunscrições religiosas diferentes, sendo a outra a Diocese de Malaca-Johor, com sede em Johor. Seu atual arcebispo é o Rev. Monsenhor William Goh Seng Chye. Sua Sé é a Catedral do Bom Pastor.[2][3][4]

HistóriaEditar

Erigida em 4 de fevereiro de [[[1558]] pelos portugueses, como sufragânea da Arquidiocese de Goa, a Diocese de Malaca, junto com a Diocese de Cochim, formavam a província eclesiástica no Oriente. Tal ereção foi confirmada pela bula Pro excellenti præeminentia. [5] Em 1838, após as invasões neerlandesas, britânicas e francesas na região, a Diocese foi suprimida, transferida para o vicariato apostólico de Ava e Pegu. Em 1841, foi transformada no vicariato apostólico de Malaca-Singapura.[6] Essa situação persistiu até 1888, quando foi recriada a Diocese de Malaca, agora sufragânea da Arquidiocese de Pondicherry.

Com a reestruturação da Igreja Católica no sudeste asiático, em 19 de setembro de 1953 a Diocese de Malaca foi elevada a Arquidiocese e em 25 de fevereiro de 1955, a Arquidiocese Metropolitana da Malaca-Singapura, com as Dioceses de Kuala Lumpur e Penang como sufragâneas. Em 18 de dezembro de 1972, foi desmembrada a Diocese de Malaca-Johor da Arquidiocese de Singapura, que deixou de ser metropolita, já que não tem uma diocese sufragânea, ficando imediatamente sujeita à Santa Sé.[7]

PreladosEditar

Bispos de Malaca (1558-1841)Editar

Bispos-Vigários de Sião OrientalEditar

  • Jean-Paul-Hilaire-Michel Courvezy, M.E.P. † (1841 - 1844)
  • Jean-Baptiste Boucho, M.E.P. † (1845 - 1871)
  • Michel-Esther Le Turdu, M.E.P. † (1871 - 1877)
  • Edouard Gasnier, M.E.P. † (1878 - 1888)

Bispos de Malaca (1888-1953)Editar

  • Edouard Gasnier, M.E.P. † (1888 - 1896)
  • René-Michel-Marie Fée, M.E.P. † (1896 - 1904)
  • Marie-Luc-Alphonse-Emile Barillon, M.E.P. † (1904 - 1933)
  • Adrien Pierre Devals, M.E.P. † (1933 - 1945)
  • Michel Olçomendy, M.E.P. † (1947 - 1953)

Arcebispos de SingapuraEditar

Referências

  1. Dados de 2017
  2. Catholic Hierarchy. «Archdiocese of Singapore». Consultado em 11 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 21 de julho de 2012 
  3. gcatholic.org. «Archdiocese of Singapore». Consultado em 11 de outubro de 2020 
  4. gcatholic.org (Malaca). «Diocese of Melaka–Johor». Consultado em 11 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 24 de janeiro de 2014 
  5. Bula Pro excellenti praeeminentia, in Bullarium patronatus Portugalliae regum, Tomus I, pp. 196–198 (em latim)
  6. Breve Universi dominici gregis, in Raffaele de Martinis, Iuris pontificii de propaganda fide. Pars prima, Tomo V, Romae, 1893, p. 283 (em latim)
  7. Bula Spe certa ducti, AAS 65 (1973), p. 126 (em latim)

Ligações externasEditar