Arquipélago das Marquesas

As Ilhas Marquesas ( /mɑrˈksəs/; em francês: Îles Marquises or Archipel des Marquises or Marquises; Marquesano: Te Henua ʻEnana (Marquesano do Norte) and Te Fenua ʻEnata (Marquesano do Sul), ambos significando "a terra dos homens") são um grupo de ilhas vulcânicas na Polinésia Francesa, uma coletividade ultramarina da França no sul do Oceano Pacífico. Seu ponto mais alto é o pico do Monte Oave (em francês: Mont Oave) na ilha de Ua Pou, a 1.230 m acima do nível do mar.[2]

Arquipélago das Marquesas
Archipel des Marquises
Te Henua (K)enana
Te Fenua `Enata
9° 18' 6" S 139° 39' 21" O
Geografia física
Localização Polinésia Francesa, Oceano Pacífico
Área 997  km²
Geografia humana
População 8 632 (2007)[1]
Densidade 8,7  hab./km²
Capital Taiohae
Maior cidade Taiohae
Localização do arquipélago das Austrais na Polinésia Francesa
Mapa das Ilhas Marquesas.

A pesquisa arqueológica sugere que as ilhas foram colonizadas no século 10 dC por viajantes da Polinésia Ocidental. Ao longo dos séculos que se seguiram, as ilhas mantiveram uma "cultura, biologia e linguagem notavelmente uniformes". As Marquesas receberam o nome do vice-rei espanhol do Peru no século XVI, o Marquês de Cañete pelo navegador Álvaro de Mendaña, que os visitou em 1595.

As Ilhas Marquesas constituem uma das cinco divisões administrativas (subdivisões administrativas) da Polinésia Francesa. A capital da subdivisão administrativa das Ilhas Marquesas é a cidade de Taiohae, na ilha de Nuku Hiva. A população das Ilhas Marquesas era de 9.346 habitantes na época do censo de agosto de 2017.[3]

Ilhas do Arquipélago das MarquesasEditar

Marquesas do NorteEditar

Marquesas do SulEditar

Divisão AdministrativaEditar

 
Bandeira do Arquipélago das Marquesas

As Marquesas, assim como as demais ilhas da Polinésia Francesa são divididas em comunas. São, no total, seis comunas:

CulturaEditar

 
Floresta tropical em Fatu Hiva, Ilhas Marquesas.

As Ilhas Marquesas foram outrora um importante centro da civilização polinésia oriental (o Havai foi provavelmente povoado a partir das Marquesas, como demonstra o parentesco da língua havaiana com a língua marquesana).

LínguaEditar

O marquesano é oficialmente reconhecido como uma língua regional da França. Ele subdivide-se em dois dialectos que correspondem aos dois grupos de ilhas (alguns linguistas consideram-nos dois idiomas distintos). O marquesano é regulado pela Academia marquesana, criada em 2000 pela Assembleia da Polinésia Francesa.

Referências

  1. (em francês) Instituto de Estatística da Polinésia Francesa (ISPF). «Recenseamento da população de 2007» (PDF). Consultado em 2 de dezembro de 2007. Arquivado do original (PDF) em 3 de dezembro de 2007 
  2. «Haut-commissariat de la Polynésie française : Subdivision administrative des Iles marquises : Communes». web.archive.org. 9 de dezembro de 2008. Consultado em 2 de janeiro de 2023 
  3. «Population». ISPF. Consultado em 2 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 27 de junho de 2019 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Arquipélago das Marquesas
  Este artigo sobre Geografia da Polinésia Francesa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


  Arquipélagos da Polinésia Francesa  

  Arquipélago da Sociedade (Ilhas de Barlavento, Ilhas de Sotavento) ·   Arquipélago de Tuamotu 
  Arquipélago de Gambier  ·   Arquipélago das Austrais  ·   Arquipélago das Marquesas