Abrir menu principal

Wikipédia β

Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde Setembro de 2011). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de caixa informativa ou a usada não é a mais adequada. Foi sugerido que adicionasse esta.
Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas de mesmo nome, veja Zenão.

Artaxias III (em arménio: Արտաշես Երրորդ) (13 - 34 ou 35). Foi um governante da Arménia do período dividido entre os Romano e os Partas, tendo governado sob o protectorado romano entre o ano 18 e o ano 34 ou 35. Foi antecedido no governo por Vonones I e foi sucedido por Ársaces I da Armênia.

Segundo o historiador arménio Vahan M. Kurkjian (1863 - 1961),[Nota 1], a Arménia permaneceu sem reis até 16 d.C.,[1] quando passou a reinar Artaxias III, nascido Zenão, filho da rainha Pitidoris do Ponto, cujo marido, Polemão, era um leal vassado de Roma.[2]

Zenão foi colocado no trono por Germânico, o que agradou ao povo, porque, como ele gostava de caçadas e festas, era popular.[2]

Durante os dezesseis anos de seu reinado houve paz, mas com a sua morte em 34, o Artaban tentou colocar seu filho mais velho, Ársaces (Arshak) como rei, o que levou a um conflito com o imperador romano Tibério, que fez pelos vinte e cinco anos seguintes da Armênia um campo de batalha entre os romanos e os partas.[2]

Índice

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

Notas e referências

Notas

  1. O texto de Vahan M. Kurkjian está em domínio público.

Referências

  1. Vahan M. Kurkjian, History of Armenia, Capítulo 14, Artavazd - Os últimos Tigranes [em linha]
  2. a b c Vahan M. Kurkjian, History of Armenia, Capítulo 15, Rivalidade entre a Pártia e Roma [em linha]
  Este artigo sobre reis de um dos reinos da Arménia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.