Abrir menu principal

As Quatro Estações (álbum de Sandy & Junior)

Disambig grey.svg Nota: Se procura outros significados de As Quatro Estações, veja As Quatro Estações (desambiguação).
As Quatro Estações
Álbum de estúdio de Sandy & Junior
Lançamento 24 de outubro de 1999[1]
Gênero(s)
Duração 53:18
Formato(s)
Gravadora(s) Universal Music
Produção
Cronologia de Sandy & Junior
Era Uma Vez... Ao Vivo (1998)
Todas as Estações: Remixes (2000)
Singles de As Quatro Estações
  1. "Imortal (Immortality)"
    Lançamento: 23 de junho de 1999 (1999-06-23)
  2. "Aprender a Amar"
    Lançamento: 14 de outubro de 1999 (1999-10-14)
  3. "As Quatro Estações"
    Lançamento: 10 de dezembro de 1999 (1999-12-10)
  4. "Vamo Pulá!"
    Lançamento: 11 de março de 2000 (2000-03-11)
  5. "Olha o que o Amor Me Faz"
    Lançamento: 10 de junho de 2000 (2000-06-10)

As Quatro Estações é o oitavo álbum de estúdio da dupla brasileira Sandy & Junior, lançado em 24 de outubro de 1999 pela Universal Music.[1] Gravado entre estúdios do Brasil e Estados Unidos, foi produzido por Guto Graça Mello e Sergio Carrer. As Quatro Estações foi considerado um "divisor de águas" na carreira da dupla, apresentando uma sonoridade mais focada no pop. A imagem da dupla também se tornou mais madura do que em seus trabalhos anteriores.[2] Nesse álbum, Sandy estreou como compositora; ela assina a composição da faixa-título e de "Olha o Que o Amor Me Faz". O álbum produziu cinco singles e vendeu 2,8 milhões de cópias.[3] A Pro-Música Brasil (PMB) certificou o álbum com diamante duplo.

A Universal Music anunciou a pré-venda de uma edição limitada do álbum em vinil para lançamento no dia 30 de agosto de 2019.[4]

DesenvolvimentoEditar

Gravado entre estúdios de Campinas, São Paulo, Rio de Janeiro e Los Angeles, As Quatro Estações foi produzido por Guto Graça Mello e Sergio Carrer ("Feio").[1][5] Foi o primeiro álbum da dupla após a compra da gravadora PolyGram, que se tornou Universal Music Group. O principal tema abordado no álbum é o amor, através de uma perspectiva adolescente, e sua sonoridade é focada no pop.[1][6][7] O álbum gerou cinco singles; o primeiro deles, "Imortal", é uma versão de "Immortality", composição do grupo Bee Gees gravada pela cantora Céline Dion em seu álbum Let's Talk About Love (1997).[1] "Vâmo Pulá!" e "Aprender a Amar" apresentam Junior nos vocais principais. Esse é o primeiro álbum que traz composições de Sandy, que escreveu "Olha o Que o Amor Me Faz" e "As Quatro Estações" (também singles).[5] Sandy disse que a música "As Quatro Estações" foi inspirada por uma paixão na adolescência. Ela disse que "estava apaixonada nessa época e o menino gostava de mim também, mas não se declarava. Fiz a música As Quatro Estações, a primeira que pus no meu caderninho."[8] Na época, havia estreado o seriado que leva o nome da dupla; todas as canções do disco foram executadas no seriado, exceto "Eu Posso Quase Tudo". O seriado também foi creditado pelo sucesso comercial do álbum.[1]

Numa análise à carreira da dupla, Braulio Lorentz e Rodrigo Ortega, do G1, comentaram sobre algumas faixas do álbum. Eles comentaram sobre uma composição de Sandy, "Olha o Que o Amor me Faz": "Apesar de mostrar uma voz amadurecendo e um ímpeto criativo, [Sandy] só segue a cartilha do pop romântico da época."[2] Para eles, "As Quatro Estações" tem "versinhos fofos, até que bem sacados para uma garota de 15 anos", enquanto "Vâmo Pulá!" foi descrita como a canção "mais infantil" do álbum, e apresenta uma "dinâmica de alternar calma e explosão que é a mesma do grunge do começo [da década de 1990]. Sandy e Junior fazem um grunge diluído em pop mirim."[2]

Desempenho comercialEditar

O álbum ficou em primeiro lugar, como disco mais vendido em São Paulo e no Rio de Janeiro, na lista de mais vendidos da revista IstoÉ Gente.[9] Com esse disco, os irmãos receberam certificado de disco de diamante duplo pela Pro-Música Brasil (PMB), pelas mais de 2 milhões de cópias vendidas no Brasil.[10] Em entrevista a revista Época, o cantor da dupla afirmou que o álbum vendera 2,5 milhões de cópias.[11] O álbum vendeu cerca de 2,8 milhões de cópias.[1][3] As vendas do álbum renderam uma quantia estimada em R$4 milhões.[12]

LegadoEditar

As Quatro Estações – junto com sua versão ao vivo, Quatro Estações: O Show (2000) – é o álbum pop mais vendido de todos os tempos no Brasil;[13] com vendas superiores a 2,8 milhões de cópias,[1][3] ele foi certificado com disco de diamante duplo pela Pro-Música Brasil (antiga ABPD).[10] É considerado o "símbolo máximo do êxito da carreira da dupla"[14] e também um "divisor de águas".[1] O álbum representou, na época, um novo rumo na trajetória dos irmãos, com uma imagem mais "madura" e sonoridade focada no pop.[1][6][15][16][17][18] O sucesso do álbum foi um dos principais motivos pelos quais Max Hole, então diretor de marketing da Universal Music na Inglaterra, se interessasse pela dupla e tivesse a iniciativa de lançá-los no mercado internacional, o que resultou no álbum Internacional (2002).[19] Escrevendo para o Jornal do Commercio, Robson Gomes relembrou o 20° aniversário do álbum e disse que "lembrar as duas décadas de As Quatro Estações é fundamental para entender a trajetória ascendente de sucesso [da dupla] que teve início a partir deste trabalho, além de marcar a música pop brasileira da época."[1]

As Quatro Estações é também o primeiro álbum da dupla a apresentar composições de Sandy, que escreveu "Olha o que o Amor Me Faz" e a faixa-título "As Quatro Estações".[1] Essas canções já foram interpretadas por candidatos de diversos talent shows.[20][21][22][23][24][25] O cantor brasileiro de MPB André Leonno regravou a canção "Olha o Que o Amor Me Faz" e incluiu em seu segundo álbum de estúdio, Coração Sem Abrigo (2009).[26] O cantor Dilsinho também fez uma releitura para "Olha o que o Amor Me Faz".[27] A cantora brasileira de música pop Kelly Key regravou "Vâmo Pulá" para a sua coletânea Festa Kids (2012).[28] A canção "Aprender a Amar" foi depois regravada pelo cantor porto-riquenho Chayanne em seu álbum Simplemente (2000) sob o título "Te Necesito".[29]

Sandy e Junior foram um dos principais responsáveis pela onda de pop adolescente no Brasil entre o final da década de 1990 e início dos anos 2000; artistas como Wanessa Camargo, KLB, SNZ, Rouge, Kelly Key e Felipe Dylon debutaram com sucesso após o êxito da dupla em estabelecer o estilo no País.[30][31][32][33]

A turnê do álbum trouxe inovações, como o efeito de neve, cheiro de coco representando o verão e vários efeitos especiais utilizando telões.[34] O espetáculo foi visto por mais de 8 milhões de pessoas, o que representava, em 2000, 5% da população brasileira.[35]

Em 1999, a Universal Music entregou a eles o prêmio de Artistas Jovens Mais Importantes do Mundo.[36] Na 7ª edição do Prêmio Multishow de Música Brasileira, em 2000, Sandy recebeu seu primeiro prêmio de Melhor Cantora, enquanto o álbum foi indicado à Melhor Álbum e a faixa-título à Melhor Clipe e Melhor Música.[37] O trabalho também foi responsável por diversas vitórias e indicações na carreira da dupla em outras premiações, incluindo VMB, Meus Prêmios Nick, Melhores do Ano, Troféu Imprensa e Troféu Internet.

Duas canções do disco foram incluídas em trilhas sonoras de telenovelas da Rede Globo: "Olha o Que o Amor Me Faz" em O Cravo e a Rosa[38] e "Malia" em Terra Nostra.[39]

FaixasEditar

N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Imortal" (Immortality) 4:05
2. "A Arte do Coração"  
4:37
3. "Aprender a Amar"   3:44
4. "Bye, Bye"  
  • Darci Rossi
  • Carrer
  • Xororó
3:19
5. "Eu Quero Mais"  
  • Carrer
  • Xororó
3:42
6. "Olha o que o Amor Me Faz" (Citação: All by Myself)
3:28
7. "Sua Estrela Sou Eu"  
4:45
8. "Príncipe dos Mares" (Como Sueñan Las Sirenas)
  • Ana Toroja
  • N. Yustas
  • L. Cabañas
  • Guto Franco (versão)
4:19
9. "Vamô Pulá!"  
  • Carrer
  • Tiãozinho
  • Xororó
3:24
10. "Baby, Eu Já Sabia"  
  • Milton Guedes
  • Álvaro Socci
  • Cláudio Matta
3:37
11. "Outdoor"  
  • Carlos Randall
  • Danimar
3:09
12. "Eu Posso Quase Tudo"  Carrer 3:21
13. "As Quatro Estações"  
  • Sandy
  • Álvaro Socci
  • Cláudio Matta
4:06
14. "Malia"  
  • M. Pagliari
  • Francesco Paolo Tosti
3:35
Duração total:
53:18

Ficha técnicaEditar

  • Uma produção Universal Music dirigida por Guto Graca Mello e Sergio Carrer.
  • VP A&R: Max Pierre
  • Gerência artística: Ricardo Moreira
  • Gravado nos estúdios:
  • Blue Studios - Rio de Janeiro (teclados, violões e vocais) por Sérgio Ricardo e Benny Faccone
  • Técnicos auxiliares: Alexandre Maurell e Billy
  • Assistente: André Rattones
  • MM - Campinas (Vozes) por Benny Faccone e André Mais
  • Cello Studios - Los Angeles (Bases) por Benny Faccone
  • Assistente: Alan Anderson
  • Startruck Studio - Nashville
  • (piano, violino solo, steel guitar e guitarras) por Benny Faccone
  • Assistente: Alex
  • Mixado nos estúdios Bay 7 - Los Angeles e no Blue Studios - Rio de Janeiro (música "Malia") por Benny Faccone
  • Masterizado no Magic Master por Ricardo Garcia
  • Assistentes de Guto Graca Mello: Celso Lessa e Marinella Galvao
  • Fotos: Adriano Goldman e Hugo Prata
  • Cenário: Beto Grimaldi
  • Styling: Jackson Araújo e Juliana Moraes
  • Make-Up: Henrique Mello e Junior Farias
  • Projeto grafico: Luciane Ribeiro
  • Direção de arte: Ge Alves Pinto
  • Coordenação gráfica: Patrícia Fernandes
  • Agradecimentos: Academia de filmes,Karina Ades, Armadilha, Fause Haten,TacTile, Track & Field e Triton

Musicos participantesEditar

  • Sandy Leah: vocais principais e vocais de apoio
  • Junior Lima: vocais de apoio e vocais principais
  • Márcio Lomiranda: teclados e arranjos de base
  • Neil Stubenhaus: baixo
  • John "JR" Robinson: bateria
  • Tim Pierce: guitarra nas faixas: 1, 5, 6, 9, 10, 12 e 13
  • Sérgio Carrer: violão em todas as faixas, guitarra nas faixas 2, 4, 6, 9 e 11, gaita na faixa 11 e percussão nas faixas 1, 5, 6, 12 e 14
  • Kiko (Roupa Nova): guitarra na faixa 3
  • Michael Severs: guitarra nas faixas 2, 5, 6 e 11
  • Jimmy Nichols: piano acústico nas faixas 2, 6 e 11
  • Steve Tavaglione: ewi nas faixas 3, 9 e 11
  • Russ Phal: steel guitar nas faixas 4, 5, 6 e 8
  • Larry Franklin: violino solo nas faixas 4 e 5
  • Milton Guedes: assovio solo na faixa 10, sax-soprano na faixa 12, mandolim na faixa 14 e gaita na faixa 4
  • Coro (todas as faixas, exceto na faixa 11): Ana Leuzinger, Nina Pancevski, Ronaldo Barcellos, Sergio Carrer (exceto faixa 3) e Lourenço Olegário (somente na faixa 3)

TurnêEditar

 Ver artigo principal: Quatro Estações (turnê)

Vendas e certificaçõesEditar

Região Certificação Vendas
Brasil (Pro-Música Brasil)[10]   2× Diamante 2.800,000[1][3][40]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l m n Gomes, Robson (28 de outubro de 2019). «20 anos de 'As Quatro Estações': o icônico disco de Sandy e Junior». Jornal do Commercio. Consultado em 28 de outubro de 2019. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2019 
  2. a b c Braulio Lorentz, Rodrigo Ortega (12 de julho de 2019). «Sandy e Junior, o legado: top 10 tem versões, brega romântico, letra polêmica e grunge mirim». Globo.com. G1. Consultado em 1 de agosto de 2019 
  3. a b c d «Veja cronologia da carreira da dupla Sandy e Junior». UOL HOST. UOL Música. 7 de agosto de 2007. Consultado em 6 de julho de 2019 
  4. Extra (24 de julho de 2019). «Três discos de Sandy & Junior são lançados em LP nesta semana». Consultado em 28 de julho de 2019 
  5. a b Sandy & Junior têm show no Vale Folha de S. Paulo
  6. a b Sarzi, Lucas (30 de junho de 2019). «Relembre os CDs de Sandy & Junior que completam o box lançado nesta semana». Tribuna do Paraná. Consultado em 30 de julho de 2019. Cópia arquivada em 1 de julho de 2019 
  7. «Especial: relembre a carreira de Sandy & Junior e os motivos para o fim da dupla». iBahia.com. 21 de março de 2019 
  8. Terra Networks
  9. «HITS — Os discos mais vendidos da semana». ISTOÉ Gente. 6 de março de 2000. Consultado em 16 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 1 de setembro de 2017 
  10. a b c «Certificações (Brasil) (álbum) – Sandy & Junior – As Quatro Estações». Associação Brasileira dos Produtores de Discos. Consultado em 8 de junho de 2017 
  11. «Em entrevista, Sandy e Junior falam de carreira e da própria imagem». Revista Época. Consultado em 5 de Setembro de 2012 
  12. Sandy - A independência da estrela ISTOÉ Gente
  13. Júlia Trindade, Larissa Godoy (12 de julho de 2019). «Você sabe tudo sobre Sandy & Junior? Confira 30 curiosidades». Terra. Consultado em 30 de julho de 2019 
  14. Dia das crianças com Sandy e Junior: 15 sucessos da era pré-Quatro Estações Canal Viva
  15. Sandy e Junior: 10 anos do fim da dupla A Escotilha
  16. Sioli, Diego (19 de abril de 2017). «Há 10 anos, Sandy & Junior se separavam: Relembre 10 momentos da dupla». O Povo. Consultado em 20 de julho de 2017. Arquivado do original em 4 de julho de 2017 
  17. A nova namoradinha do Brasil Época
  18. Resenha: "As Quatro Estações" - Sandy & Junior
  19. On The Road To Rio Billboard (2000)
  20. Jennifer Nascimento canta "Olha o que o Amor me Faz/All by Myself" GloboPlay
  21. André Leonno - Olha o que o Amor Me Faz
  22. Batalha de Duda Castro, Gabi Borges e Joyce Mendes ao som de Sandy e Junior Gshow
  23. Fabiana Monteiro - Olha o que o amor Me Faz - Semi-final Ídolos Kids 2013
  24. Isabela Bednarski canta "As Quatro Estações" GloboPlay
  25. Ídolos Brasil - Leonardo canta "Olha o que o Amor me Faz
  26. «CD André Leonno - Coração Sem Abrigo». Livrarias Curitiba 
  27. Dilsinho - Olha o Que o Amor Me Faz Vevo
  28. «Festa Kids de Kelly Key no iTunes». iTunes 
  29. Chayanne - Simplemente Discogs
  30. Cardoso, Tom (27 de dezembro de 2000). «Brasil aprende a fabricar suas próprias estrelas teen». UOL HOST. CliqueMusic. Consultado em 3 de abril de 2018. Cópia arquivada em 13 de outubro de 2013 
  31. Pop adolescente ganha mais um representante Arquivado em 6 de dezembro de 2017, no Wayback Machine. Jornal do Commercio
  32. Emocionada, Sandy retorna aos palcos e relembra carreira com irmão Junior Setor Vip
  33. 10 anos sem Sandy e Junior POPLine
  34. Marcelo Rubens Paiva (15 de julho de 2000). «O paradoxo do fenômeno pop Sandy & Junior». Folha de S.Paulo. Consultado em 17 de Junho de 2014 
  35. Pedro Justino Alves (19 de fevereiro de 2001). «Sandy e Junior - Quatro Estações – Ao Vivo». Diário Digital. SAPO. Consultado em 17 de Junho de 2014 
  36. Sandy e Junior ganham prêmio da Universal no Domingão do Faustão em 1999
  37. Djavan vence três categorias do prêmio Multishow Diário do Grande ABC (Maio de 2000)
  38. «O Cravo e a Rosa - Trilha Sonora». Memória Globo 
  39. «Terra Nostra - Trilha Sonora». Memória Globo 
  40. «Era uma vez...». Quem. Globo.com. Abril de 2007. Consultado em 12 de setembro de 2019. Cópia arquivada em 23 de fevereiro de 2016 

Ligações externasEditar