Asseco Resovia Rzeszów

O Resovia Rzeszów, mais conhecido como Asseco Resovia Rzeszów por questões de patrocínio, é um time polonês de voleibol masculino da cidade de Rzeszów, da voivodia da Subcarpácia. Atualmente o clube disputa a PlusLiga, a primeira divisão do campeonato polonês.

Resovia Rzeszów
Asseco Resovia Rzeszów
Voleibol
Alcunhas Sovia
Cores          
Mascote Lobo
Informações
Cidade Rzeszów
País Polônia
Competição PlusLiga
Copa da Polônia
Copa CEV
Fundação 1904
Ginásio Hala Podpromie
(Capacidade: 5 000)
Presidente Piotr Maciąg
Técnico Giampaolo Medei
Patrocinadores Asseco Poland
Resultados
Títulos
conquistados
1 Copa CEV
7 Campeonato Polonês
3 Copa da Polônia
1 Supercopa Polonesa
Uniformes
Cores do Time
Principal
Cores do Time
Alternativo
Cores do Time
Líbero
Página Oficial

Histórico

editar

O ano de fundação é considerado 1905, embora documentos recém-descobertos apontem para 1904. O departamento de voleibol do Resovia foi fundado em 1937, mas apenas 18 anos depois foi iniciada a construção do pavilhão Rzeszowski Ośrodek Sportu (ROSiR), palco dos mais importantes êxitos do clube, principalmente em 1955 quando o clube comemorava o 50º aniversário. Em 1969, o time alcançou a promoção à I Liga. Os seus maiores sucessos foram na década de 1970, quando os "Mestres dos shorts curtos" se apresentaram no ROSiR – conhecidos como os jogadores de voleibol de Rzeszów.[1]

Os pioneiros destas conquistas foram os treinadores Jan Strzelczyk e Władysław Pałaszewski, cujos frutos foram 4 títulos nacionais nos anos de 1971, 1972, 1974 e 1975, alcançado o vice-campeonato na edição de 1973, o terceiro posto em 1970, participando das competições europeias, obtendo a prata na Liga dos Campeões da Europa de 1973 e o bronze na Copa CEV de 1974, além do vice-campeonato mundial de 1975 (não chancelado pela FIVB). Entre os principais jogadores das conquistas citadas estão: Stanisław Gościniak, Marek Karbarz, John Such, Aloysius Verruma, Bronislaw Bebel e Wieslaw Radomski, boa parte desses atletas representaram a seleção nacional nas principais competições internacionais. Na temporada 2004–05, retornou à elite do voleibol nacional, gradualmente voltou após 20 anos ao pódio na jornada esportiva 2008-09 conquistando o vice-campeonato nacional, depois o vice-campenato na Copa CEV de 2011–12 após duas derrotas por 3–2 para o russo Dynamo Moscow.[1][2]

 
Ataque do oposto alemão György Grozer em partida no dia 23 de setembro de 2011.
 
Asseco Resovia em partida contra o Paris Volley na Liga dos Campeões de 2009–10.

Na temporada 2012–13 o clube conquistou seu sexto título do campeonato polonês em cima do ZAKSA Kędzierzyn-Koźle fechando a série final em 3–2.[3] Com a conquista do título nacional, assegurou vaga para o disputa da Supercopa Polonesa de 2013 onde se sagrou campeão pela primeira vez após o vice-campeonato da edição de 2012, vencendo a partida por 3 sets a 2 contra o ZAKSA Kędzierzyn-Koźle – então campeão da Copa da Polônia.[4][5]

Em 2015, o clube expandiu a sua galeria de troféus após vencer o Trefl Gdańsk nas finais da PlusLiga de 2014–15. Competindo as finais contra o clube da cidade de Gdańsk, o Asseco fechou a série em 3–0 e levantou a taça do Campeonato Polonês pela sétima vez em sua história.[6] Entretando, pela Copa da Polônia, encarando novamente o Trefl Gdańsk na final única, o clube branco-vermelho foi vice-campeão após ter sido superado pelo placar de 3 sets a 1.[7] Pela Liga dos Campões da Europa, o clube chegou a segunda final de sua história. Após vencer o compatriota PGE Skra Bełchatów nas semifinais por 3–0, o clube polonês foi derrotado na final pelo russo Zenit Kazan e ficou com a medalha de prata.[8]

Na temporada 2014–15 Asseco Resovia voltou a subir ao pódio, mas sem conquistar nenhum título. Pelo campeonato polonês o clube foi vice-campeão perdendo as finais com um triplo 3–0 para o ZAKSA Kędzierzyn-Koźle.[9] Na Supercopa Polonesa, foi derrotado pelo Trefl Gdańsk por 3 sets a 2;[10][11] enquanto na Liga dos Campeões da Europa, o clube polonês foi derrotado pelo italiano Cucine Lube Civitanova na disputa pelo terceiro lugar pelo placar de 3–2.[12]

Depois de alcançar o quarto lugar na temporada anterior da PlusLiga, o Resovia participou da Copa CEV de 2017–18 chegando às semifinais e acabou perdendo para o time russo Belogorie Belgorod, por um duplo 0–3.[13] No campeonato nacional, o Resovia alcançou o sexto lugar, perdendo em três partidas (1–2) da primeira rodada dos playoffs para o Indykpol AZS Olsztyn.

No início da temporada 2018–19 da PlusLiga, o Resovia perdeu 4 partidas consecutivas, o que resultou na demissão de Andrzej Kowal e do presidente do clube – Bartosz Górski. O clube decidiu empregar um especialista romeno Gheorghe Crețu e um ex-jogador do Resovia – Krzysztof Ignaczak como o novo presidente do clube.[14][15] No entanto, a equipe não conseguiu se classificar para a fase de playoffs e acabou terminando a temporada em sétimo lugar. Na mesma temporada, o Resovia participou do Campeonato Mundial de Clubes de 2018, realizado na Polônia, surpreendentemente derrotando o brasileiro Sada Cruzeiro na fase de grupos e se classificando para as semifinais. Nas semifinais, a equipe de Rzeszów foi derrotada pela equipe italiana do Cucine Lube Civitanova em quatro sets (1–3) e terminou o torneio em quarto lugar perdendo também a partida pelo terceiro lugar para a equipe russa Fakel Novy Urengoy pelo mesmo placar de 1–3.[16][17]

Em 2024, o Asseco Resovia conquistou seu primeiro título europeu. Após uma vitória por 3–0 na primeira partida das finais contra o alemão SVG Lüneburg, jogando como visitante, a equipe polonesa repetiu o placar jogando em casa diante de um público de 4300 espectadores e levantou a taça da Copa CEV de 2023–24.[18]

Títulos

editar
 
Asseco Resovia comemorando o título da PlusLiga de 2011–12.
 
Aleh Akhrem, ex-capitão do Asseco Resovia, com a taça do título da PlusLiga de 2011–12.

Internacionais

editar

  Liga dos Campeões

  Copa CEV

Nacionais

editar

  Campeonato Polonês

  Copa da Polônia

  Supercopa Polonesa

Elenco atual

editar

Elenco da temporada 2023–24.

Camisa Nome Altura (m) Posição
5   Bartłomiej Krulicki 2,05 Central
6   Karol Kłos 2,01 Central
7   Jakub Kochanowski 1,99 Central
8   Adrian Staszewski 1,96 Ponteiro
9   Stéphen Boyer 1,96 Oposto
10   Łukasz Kozub 1,86 Levantador
11   Fabian Drzyzga 1,96 Levantador
13   Michał Potera 1,83 Líbero
14   Yacine Louati 1,98 Ponteiro
16   Paweł Zatorski 1,84 Líbero
17   Bartłomiej Mordyl 2,01 Central
18   Klemen Čebulj 2,02 Ponteiro
59   Torey DeFalco 1,98 Ponteiro
94   Miłosz Wróbel 2,05 Central
Técnico:   Giampaolo Medei

Referências

  1. a b «O nas-Nasza Historia-1937/2011». Asseco Resovia (em polaco). Consultado em 26 de novembro de 2018. Cópia arquivada em 26 de novembro de 2018 
  2. «Dinamo scores second win to re-assert Russian supremacy in this year's European Cups» (em inglês). CEV. 1 de abril de 2012. Consultado em 11 de novembro de 2022 
  3. «Asseco Resovia mistrzem Polski. Po raz szósty!». nowiny24.pl (em polaco). 20 de abril de 2013. Consultado em 11 de novembro de 2022 
  4. «Resovia - ZAKSA, Superpuchar 2013. ASSECO Resovia Rzeszów wygrywa po dramatycznym meczu!». sport.se.pl (em polaco). 17 de outubro de 2013. Consultado em 23 de fevereiro de 2022 
  5. «Asseco Resovia Rzeszów zdobyła Superpuchar Polski». wpolityce.pl (em polaco). 17 de outubro de 2013. Consultado em 23 de fevereiro de 2022 
  6. «Niezwyciężeni! Siatkarze Asseco Resovii mistrzami Polski!». przegladsportowy.onet.pl (em polaco). 28 de abril de 2015. Consultado em 11 de novembro de 2022 
  7. «Coppa di Polonia M: Vince il Gdańsk di Anastasi e Falasca». volleyball.it (em polaco). Consultado em 11 de novembro de 2022 [ligação inativa]
  8. «Three is the magic number for Russian armada from Tatarstan!» (em inglês). CEV. 29 de março de 2015. Consultado em 11 de novembro de 2022 
  9. «PlusLiga: ZAKSA mistrzem Polski!» (em polaco). Polsat Sport. 26 de abril de 2016. Consultado em 11 de novembro de 2022 
  10. «Superpuchar Polski: Lotos Trefl Gdańsk - Asseco Resovia Rzeszów. Skrót meczu» (em polaco). Polsat Sport. 29 de outubro de 2015. Consultado em 23 de fevereiro de 2022 
  11. «ŚWIETNE WIDOWISKO I WALKA PRZEZ PIĘĆ SETÓW! PIERWSZE SIATKARSKIE TROFEA ROZDANE». przegladsportowy.pl (em polaco). 28 de outubro de 2015. Consultado em 23 de fevereiro de 2022 
  12. «Lube make up for semi-final disappointment to crown Final Four with bronze» (em inglês). CEV. 17 de abril de 2016. Consultado em 11 de novembro de 2022 
  13. «Ziraat Bankasi ANKARA and Belogorie BELGOROD bound to face in #CEVCupM Final» (em inglês). CEV. Consultado em 11 de novembro de 2022 
  14. «Krzysztof Ignaczak nowym prezesem Asseco Resovii». sport.tvp.pl (em polaco). 25 de novembro de 2018. Consultado em 11 de novembro de 2022 
  15. «Gheorghe Cretu trenerem Asseco Resovii Rzeszów». sport.onet.pl (em polaco). Consultado em 11 de novembro de 2022 [ligação inativa]
  16. «Lube make Club Worlds final for second year running» (em inglês). FIVB. 1 de dezembro de 2018. Consultado em 11 de novembro de 2022 
  17. «Fakel outlast Resovia for Club Worlds Bronze» (em inglês). FIVB. 2 de dezembro de 2018. Consultado em 11 de novembro de 2022 
  18. «Asseco Resovia Rzeszów lift the CEV Volleyball Cup 2024 trophy in front of 4.300 crowd» (em inglês). CEV. 19 de março de 2024. Consultado em 19 de março de 2024 

Ligações externas

editar