Associação Atlética Acadêmica Uniban (voleibol feminino)


A equipe de voleibol feminino da Associação Atlética Acadêmica Uniban foi um dos clubes principais do voleibol de São Paulo e quando atuou na elite do voleibol nacional, pela primeira vez, esteve com departamento de voleibol feminino implantado na cidade de São Caetano do Sul e filiado a FPV, depois transferiu-se para São Bernardo do Campo.

Associação Atlética Acadêmica Uniban
Voleibol
Cores vermelho, preto e branco
Informações
Cidade São Paulo São Bernardo do Campo
País  Brasil
Competição Brasil Série A
Fundação 16 de agosto de 1996
Presidente Georgios Hatzidakis
Técnico William Carvalho da Silva
Material esportivo Brasil
Patrocinadores Japão Mizuno Corporation
Resultados
1996/1997 2º (estreante)
Títulos
conquistados
Superliga Brasileira A 1998-99
Uniformes
Cores do Time
Principal
Cores do Time
Alternativo
Cores do Time
Líbero

O clube estreou na Superliga Brasileira A 1996-97, com uma média de idade de 25 anos e de altura em torno de 1,81m, com ponto forte no alcance de bloqueio e com fragilidade na recepção[1] e alcançou as finais e foi o primeiro finalista a se classificar para final após vencer a série de três jogos contra a tradicional e “favorita” equipe do BCN/Osasco[2] e finalizou com o vice-campeonato, sob o comando do técnico William Carvalho da Silva e auxiliado por Luizomar de Moura [3][4].

Clube teve em seu plantel jogadoras brasileiras de alto nível: Vera Mossa, Fofão, Filó, Cilene Drewnick, Rafaela Félix, Janina Conceição, Virna Dias, Ida Álvares e tantas outras.Foi um dos representantes do Brasil na edição do Campeonato Sul-Americano de Clubes de 1997 em Medellín, na Colômbia e conquistou a medalha de prata[5].

Mudando de nome para a temporada seguinte devido a mudança do patrocinador[6], competiu na edição do Campeonato Paulista, Divisão Especial, no ano de 1997[7] e quinto colocado na Superliga Brasileira A 1997-98[8].

Na jornada seguinte utilizou a alcunha Uniban/São Bernardo conquistando o bronze no Campeonato Paulista de 1998[9].Conquistou o título do primeiro turno da Superliga Brasileira A 1998-99, qualificando-se para as semifinais, encerrou a primeira fase em terceiro lugar[10][11] e obteve seu primeiro título na Superliga Brasileira A[12][13], na época da conquista contratou as jogadoras ucranianas Tetyana Ivanyuskina e Mariya Polyakova[14].

Com apenas um mês da conquista nacional o clube desmancha a equipe que contribuiu para tal conquista [15] e boa parte das jogadoras ficaram desempregadas e formaram um time unindo a outras atletas que vieram da extinção do Leites Nestlé e da UnG, todos estes clubes por dificuldades financeiras resolvem extinguir as atividades de voleibol[16].

Histórico

editar

Resultados obtidos nas principais competições

editar
Cronologia do Uniban
  • 1996 : Fundação
  • 1996-97 :Com alcunha Mizuno/Uniban sagra-se vice-campeão da Superliga Brasileira A (derrotado pelo Leite Moça/Jundiaí, por 3-0 na série do playoff final);
  • 1997-98 :Medalha de prata no Sul-Americano de Clubes de 1997 {derrotado na final pelo Leites Nestlé, por 3-0 (15-12, 15-10 e 15-11}.Ouro nos Jogos Abertos do Interior de 1997 e disputou o Campeonato Paulista de 1997 e quinto colocado na Superliga Brasileira A, utilizando a alcunha Uniban/São Caetano;
  • 1998-99 :Com a alcunha Uniban/São Bernardo sagra-se campeão (vencendo o Rexona/Ades/PR, por 3-0 na série do playoff final);
  • 1999 :Dificuldades financeiras promove a extinção do time de voleibol.

Títulos e resultados conquistados

editar

Elenco

editar

Ligações externas

editar

Referências

  1. Folha de S.Paulo Esporte. «OS TIMES». 1 de dezembro de 199]. Consultado em 28 de março de 2016 
  2. Folha de S.Paulo Esporte (24 de março de 1997). «Mizuno-Uniban é 1º finalista feminino». Consultado em 28 de março de 2016 
  3. a b c d e «Superliga 1996-1997- Mizuno/Uniban». Melhor do Vôlei. 3 de novembro de 1997. Consultado em 28 de março de 2016. Arquivado do original em 24 de setembro de 2013 
  4. Luís Curro & José Alan Dias (14 de abril de 1997). «Leites Nestlé é tricampeão da Superliga». Folha de S.Paulo Esporte. Consultado em 28 de março de 2016 
  5. a b NULLVALUE (5 de maio de 1997). «Eltiempo.com-Deportes-DEPORTE EN CIFRAS» (em espanhol). Consultado em 28 de março de 2016 
  6. Folha Online (13 de abril de 1997). «Campeã e vice da Superliga podem mudar de nome». Consultado em 28 de março de 2016 
  7. Folha Online de Campinas (2 de julho de 1997). «MRV e Uniban fazem duelo de invictos no Paulista». Consultado em 28 de março de 2016 
  8. UOL Esporte (8 de maio de 1998). «Superliga 97-98-Rexona campeã». Consultado em 28 de março de 2016 
  9. a b FPV. «Feminino-Leites Nestlé é Campeã !!!- CLASSIFICAÇÃO FINAL». Consultado em 28 de março de 2016 
  10. UOL Esporte. «Primeira fase da temporada 98-99». Consultado em 28 de março de 2016 
  11. Folha Online (18 de abril de 1999). «Uniban tenta conquistar hoje título inédito na Superliga». Consultado em 28 de março de 2016 
  12. a b UOL Esporte (18 de abril de 1999). «Temporada 98-99- UNIBAN CAMPEÃ- Classificação final». Consultado em 28 de março de 2016 
  13. UOL Esportes (7 de fevereiro de 1999). «UnG bate Uniban e entra na luta pelo título da Superliga». Consultado em 28 de março de 2016 
  14. Folha de S.Paulo Ribeirão (17 de setembro de 1998). «Recra quer mais velocidade no ataque contra o Uniban hoje». Consultado em 28 de março de 2016 
  15. Folha Online (20 de maio de 1999). «Report corta gastos para manter equipe». Consultado em 28 de março de 2016 
  16. Diário do Grande ABC (21 de junho de 1999). «Jogadoras de vôlei desempregadas formam um time». Consultado em 28 de março de 2016