Abrir menu principal

Associação Jaguaré Esporte Clube

A Associação Jaguaré Esporte Clube é um clube brasileiro de futebol, da cidade de Jaguaré, no estado do Espírito Santo.

Jaguaré Esporte Clube
Jaguaré.jpg
Nome Associação Jaguaré Esporte Clube
Alcunhas Tricolor do Norte
Fundação 5 de Dezembro de 2001 [1]
Estádio Conilon
Capacidade 2.664[2]
Presidente Brasil Josias Bassetti Filho
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

HistóriaEditar

A Associação Jaguaré Esporte Clube foi fundada no dia 5 de dezembro de 2001. Um dos times mais novos do futebol do Espírito Santo, o Tricolor do Norte, como é conhecido, tem uma trajetória com muitas conquistas no cenário estadual. No entanto, algumas dificuldades surgiram, principalmente, pela equipe ter se destacado no futebol capixaba e se originado no interior do estado, e não na tradicional Grande Vitória, reduto das equipes que mais acumulam títulos estaduais. Sua estreia aconteceu no ano de 2002 na segunda divisão do Campeonato Capixaba e a campanha serviu para o time adquirir experiência. Com duas vitórias, cinco empates e oito derrotas, o clube ficou na oitava posição.

O jovem time também não alcançou destaque na temporada seguinte. A equipe foi última colocada e ganhou apenas uma partida na competição, conseguindo ainda dois empates e sete derrotas. Mesmo assim, o time já conquistava torcedores fiéis que o empurrariam nos próximos anos.

O ano de 2004 foi espetacular para a torcida do Jaguaré. Na primeira etapa, a agremiação terminou em terceiro lugar com oito pontos, três a menos que o campeão Veneciano. O segundo turno, por sua vez, foi vencido pelo time da terra do café com 12 pontos, um a mais que o campeão do primeiro.

Com isso, o clube garantiu uma vaga na fase final e o acesso para a elite do estado do Espírito Santo. Na semifinal, a equipe foi eliminada após perder os dois jogos, o primeiro por 1 a 0 e o segundo por 2 a 1 para o Estrela de Cachoeiro, campeão daquela temporada.

A estreia na elite capixaba foi impressionante no ano de 2005. No primeiro turno, o time ficou na terceira colocação com cinco pontos a menos que o campeão Serra. Já no returno, a equipe teve que se contentar apenas com a sexta posição. Mesmo assim, o Jaguaré se garantiu na seminal, sendo eliminado após duas derrotas para o Serra por 3 a 1.

Na temporada seguinte, o time mostrou que não ficaria na série A por apenas um ano. Mesmo não tendo disputado a semifinal, a equipe encerrou a competição com o quinto lugar na tabela com 14 pontos, seis a menos que o primeiro, Rio Branco. Ainda em 2006, o tricolor sagrou-se vice-campeão da Copa ES.

O ano de 2007 foi considerado o principal ano da história do Jaguaré. O clube fez uma campanha muito boa e terminou o Campeonato Capixaba em segundo lugar, atrás do Linhares. Já na Copa Espírito Santo, o Jaguaré se sagrou campeão em cima do Vilavelhense. Esse foi o primeiro título da história da agremiação.

O bom desempenho na temporada de 2007 garantiu ao Jaguaré uma vaga no Campeonato Brasileiro da Série C. Mesmo não tendo se destacado na competição, a equipe marcou presença e ganhou uma nova experiência que muitos times mais velhos no futebol capixaba ainda não conseguiram.

No ano passado, a equipe tricolor garantiu um lugar no G4 do Capixabão, encerrando sua participação no campeonato contra o Serra. O Jaguaré marcou presença ainda na Copa do Brasil, ocupando a vaga que o título de 2007 tinha lhe garantido. Entre polêmicas no campeonato, a equipe deixou a competição após vencer a equipe do River (PI) em casa por 3 a 2 e perder por 2 a 0 na casa do time piauiense.

Ainda em 2008, o Jaguaré teve vaga na Copa Espírito Santo, mas não participou devido a mudanças no regulamento que transformou a competição em Sub 23, o que não era vantajoso para sua equipe de jogadores mais experientes.

Em 2009, o Jaguaré sofreu mudanças. Desde o plantel anterior até membros da diretoria foram mudados. A proposta do time também foi alterada para um modelo inovador que deu lugar a jogadores mais novos, movidos pela vontade de crescer no futebol.

TítulosEditar

Campanhas de destaqueEditar

Referências