Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde setembro de 2013). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Para o rei de Creta, veja Astério (desambiguação).

Na mitologia grega, Astério (em grego clássico: Ἀστερίων; transl.: Asterion , lit. "senhor das estrelas"; Asterios na mitologia romana) era um rei de Creta, filho e sucessor de Téctamo e de uma filha de Creteo.

Quando Europa chegou à ilha, após a sua aventura com Zeus, Astério acolheu-a e acabou por casar com ela, ainda que não quisesse ter filhos da que tinha sido uma das amantes preferida do deus.

Contudo, tratou como um pai, educou e nomeou como herdeiros os filhos que sua mulher teve com Zeus: Minos, Radamanto e Sarpedão.

Alguns autores consideram estes como filhos de Astério, identificando-o assim como o raptor de Europa. O escudo de Creta (um touro) que figurava no barco usado por Astério para a raptar da Fenícia identificá-lo-ia assim com o rapto de Zeus transformado em touro.

Quando Astério morreu, legou o seu trono a Minos que baniu imediatamente os seus irmãos.

O Minotauro tinha também o nome Astério e, segundo alguns estudiosos, tratava-se de facto da mesma entidade.

Há um interessante conto de Jorge Luis Borges (A Casa de Astério) sobre este assunto.

Precedido por
Téctamo
Rei de Creta
Sucedido por
Minos