Abrir menu principal
Astreu
Filho(s) Anemoi

Astreu (em grego: Ἀστραῖος ), na mitologia grega, foi um dos titãs da segunda geração, os netos de Urano e Gaia. Alguns autores modernos[quais?] confundem este titã com o personagem Éolo da Odisseia.

Hesíodo, na Teogonia, dá a genealogia de Astreu. Urano e Gaia geraram os 12 titãs: Oceano, Céos, Crio, Hiperião, Jápeto, Teia, Reia, Têmis, Mnemosine, Febe, Tétis e Cronos.[1] Ponto e Gaia geraram vários deuses ligados à água: Nereu, Taumante, Fórcis, Ceto e Euríbia.[2] Finalmente, Euríbia uniu-se a Crio, e desta união nasceram o grande Astreu, Palas e Perses.[3]

Uniu-se a Eos, filha de Teia e Hiperião,[4] que deu-lhe os quatro ventos como filhos, Zéfiro, Bóreas, Noto e Eurus, além da estrela Eósforos e as estrelas que brilham no céu.[5]

Árvore genealógicaEditar

Referências

  1. Hesíodo, Teogonia, Castração de Urano, 134-138
  2. Hesíodo, Teogonia, Os deuses do mar, 233-239
  3. Hesíodo, Teogonia, Os deuses titãs, 375-377
  4. Hesíodo, Teogonia, Os deuses titãs, 371-374
  5. Hesíodo, Teogonia, Os deuses titãs, 378-382