Atchim & Espirro

Atchim & Espirro é uma dupla brasileira de palhaços que fez sucesso na década de 1980 com programas infantis.

Atchim & Espirro
Informação geral
Origem São Paulo
País  Brasil
Gênero(s) Infantil
Período em atividade 1982–1990
1998–2005
2012 – atualmente
Integrantes Eduardo dos Reis (Atchim)
Carlos Alberto de Oliveira (Espirro)
Página oficial Facebook

CarreiraEditar

A dupla é formada pelos atores-multiartistas Eduardo dos Reis (Atchim) e Carlos Alberto de Oliveira (Espirro).[1] Eduardo, que já adotava a alcunha Atchim, teve contato com o ensino das artes circenses na Associação Piolin de Artes Circenses, enquanto Carlos Alberto atuava com seu filho sob o nome de "Janela e Janelinha". E foi aí que eles se conheceram no show em 1982. Carlos Alberto dizia pro Eduardo dos Reis que ia ter um teste para um especial de Flávio Cavalcante com palhaços na Bandeirantes e não deu certo.

Em 1983, a Rede Gazeta de Televisão contratou o apresentador Wandeko Pipoka e realizou vários testes com palhaços de todo o Brasil para compor o elenco das esquetes de humor ao lado de Wandeko no programa humorístico-infantil "A Turma da Pipoca". Quando o infantil ia ser reformulado, Eduardo e Carlos Alberto (ainda como Janela) foram aprovados e aproveitados e, através do programa, resolveram montar a dupla. O personagem de Carlos Alberto foi rebatizado como Espirro. Atchim e Espirro receberam cartas de todas as idades, que queriam conhecer, ver o programa e gostar de palhaços. Com desentendimento do Wandeko com a direção da emissora, o diretor Guilherme Araújo deu ao Atchim e o Espirro, a continuação do programa, nascendo assim, o "Brincando na Paulista".

Em 1985, conseguiram seu próprio programa na emissora: "Brincando na Paulista", exibido às tardes, de segunda a sexta-feira, aos sábados e aos domingos, para algumas poucas cidades do estado de São Paulo. O programa humorístico-infantil misturava programas de auditório com crianças, esquetes de humor, sorteios, brincadeiras, desenhos e, músicas. Entretanto, as constantes participações em outros programas, como "Xou da Xuxa" (Rede Globo) e "Bozo" (SBT) começaram dar visibilidade nacional à dupla.

Na Gazeta, apresentaram também o programa "Boa Tarde Criançada" e permaneceram na emissora durante quatro anos. De 1985 a 1988, lançaram um compacto duplo e quatro LPs, os quais contêm seus principais hits, como “Circo da Alegria”, “A Dança do King Kong”, “King Kong e seu King Konguinho” e “A Dança do Elefantinho”.

Foram contratados pela Bandeirantes e, em 2 de janeiro de 1989, estrearam o programa "Circo da Alegria", nos mesmos moldes do "Brincando na Paulista". O LP da dupla foi lançada. Tudo tava indo tão bem que nem tudo eram flores. A dupla se separou em 9 de março de 1990, após divergências. Depois de separar do Espirro, Atchim teve seu próprio programa infantil na Record TV, chamado "Atchim & Cia", mas durou por pouco tempo. Retornou brevemente à atividade com Espirro em 1998, no lançamento do álbum “Atchim & Espirro”, uma compilação de antigos hits com algumas novas canções. Houve uma briga, diga-se não uma briga, mas um desentendimento sério, por causa da separação, mas quando voltou ele era mais velho e o Espirro também.

Houve novo rompimento em 2005, mas sem divergências. A dupla seguiu caminhos diferentes. O reencontro só se daria em 2012, quando a dupla retornou com a proposta de transformar seus hits em versões de rap e hip hop, porém visando o público infantil. Um vídeo de um clipe postado no YouTube fez, alcançando dois milhões de acessos em cinco dias. [2] O single “A volta” foi composto por Rincón Sapiência e Fernandinho Beat Box, com arranjos e produção musical de Tejo Damasceno.

No dia 12 de outubro de 2012, o show “A Volta” no HSBC Brasil em SP marcou o início da nova turnê e o lançamento do novo CD “Casa de Chocolate”. A dupla lançou também o seu primeiro DVD: “Atchim & Espirro e A Turma da Casa de Chocolate”, com participação da também dupla de palhaços Patati Patatá. Emocionados com a mensagem da Xuxa no show, eles cantaram as músicas da própria eterna rainha dos baixinhos.

Desde então, a dupla produz videos em seu canal para o YouTube. Em 2015, foi lançado o DVD "Cantigas de Roda".

Em 2016, Atchim ingressou na carreira política como candidato a vereador pelo Partido Republicano Brasileiro, obtendo 1.123 votos, o que representava 0,02% do total de votos válidos da capital paulista.[3]

O Atchim alugava enfeites de festas e era produtor e diretor de teatro. Espirro montou um espaço para festas de crianças nos shoppings, chamado "Clubinho do Espirro". Atualmente, Atchim e Espirro fazem shows e de vez em quando eles se apresentam nos programas de Rádio e TV.

Em 2020 e 2021, muitas novidades: Novos shows, figurinos, novas agendas de shows e etc.

DiscografiaEditar

Álbuns de estúdioEditar

Ano Álbum Gravadora
1986 Atchim & Espirro (1986) Peralta/RGE
1987 Atchim & Espirro (1987) RGE
1988 Atchim & Espirro (1988) RGE
1989 Atchim & Espirro (1989) RGE
2001 28 Cantigas de Roda com Atchim & Espirro InterCD Records
2002 Natal da Alegria com Atchim & Espirro Sky Blues Music
2012 Atchim & Espirro e A Turma da Casa de Chocolate ArtMix/Maynard Music

ColetâneasEditar

Ano Álbum Gravadora
1998 Atchim & Espirro (1998) RGE/Som Livre

SinglesEditar

Ano Álbum Gravadora
1986 A Dança Do Elefantinho/Faça Uma Criança Sorrir RGE

VideografiaEditar

DVDsEditar

Ano DVD Gravadora
2012 Atchim & Espirro e A Turma da Casa de Chocolate
2015 Cantigas de Roda

Programas de televisãoEditar

Ano Programa Emissora
1982 - 1983 Programa Flávio Cavalcanti Especial - Palhaços Rede Bandeirantes de Televisão
1983 - 1988 A Turma da Pipoca/Brincando na Paulista/Boa Tarde Criançada TV Gazeta
1989 - 1990 Circo da Alegria Rede Bandeirantes de Televisão
1990 - 1991 Atchim & Cia, com o palhaço Atchim Rede Record de Televisão
2012 - 2013 Circo do Atchim & Espirro Rede Brasil de Televisão
2015 - 2016 Pequenos Brilhantes RedeTV!

Referências

  1. Folha de S.Paulo (8 de janeiro de 2016). «Dupla Atchim e Espirro faz shows para comemorar os 30 anos de carreira». Consultado em 10 de abril de 2018 
  2. Globo.com (20 de maio de 2012). «Palhaços Atchim e Espirro retomam carreira promovendo rap infantil». Consultado em 10 de abril de 2018 
  3. Veja (2 de outubro de 2016). «O fracasso das sub-celebridades nas eleições municipais». Consultado em 10 de abril de 2018 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.