Atentado em Gao em janeiro de 2017

Em 18 de Janeiro de 2017, um homem-bomba conduziu um veículo cheio de explosivos contra um acampamento militar perto de Gao, Mali, que deixou pelo menos 77 mortos e dezenas de feridos.[1] O acampamento abriga as Forças Armadas do Mali e a Plataforma e Coordenação dos Movimentos de Azawad, encarregados de liderar as patrulhas conjuntas previstas pelo Acordo de Paz e Reconciliação de 2015.[2] O incidente é o ataque terrorista mais mortal na história do Mali.[3]

Referências

  1. «Death toll from suicide blast at Gao army base rises». www.aljazeera.com. Consultado em 20 de janeiro de 2017 
  2. «ONU condena atentado suicida a campo militar de Gao, no Mali: 'ataque direto' ao processo de paz». ONU Brasil. 19 de janeiro de 2017 
  3. «Al Qaeda-linked group claims Mali's deadliest suicide attack». euronews. 18 de janeiro de 2017. Consultado em 20 de janeiro de 2017