Abrir menu principal

Atentado em Gao em janeiro de 2017

Ambox question.svg
Esta página ou seção carece de contexto (desde março de 2017).

Este artigo (ou seção) não possui um contexto definido, ou seja, não explica de forma clara e direta o tema que aborda. Se souber algo sobre o assunto edite a página/seção e explique de forma mais clara e objetiva o tema abordado.

Em 18 de Janeiro de 2017, um homem-bomba conduziu um veículo cheio de explosivos contra um acampamento militar perto de Gao, Mali, que deixou pelo menos 77 mortos e dezenas de feridos.[1] O acampamento abriga as Forças Armadas do Mali e a Plataforma e Coordenação dos Movimentos de Azawad, encarregados de liderar as patrulhas conjuntas previstas pelo Acordo de Paz e Reconciliação de 2015.[2] O incidente é o ataque terrorista mais mortal na história do Mali.[3]

Referências

  1. «Death toll from suicide blast at Gao army base rises». www.aljazeera.com. Consultado em 20 de janeiro de 2017 
  2. «ONU condena atentado suicida a campo militar de Gao, no Mali: 'ataque direto' ao processo de paz». ONU Brasil. 19 de janeiro de 2017 
  3. «Al Qaeda-linked group claims Mali's deadliest suicide attack». euronews. 18 de janeiro de 2017. Consultado em 20 de janeiro de 2017