Abrir menu principal
Monumento em homenagem a Aterui em Hirakata


Aterui (アテルイ, 阿弖流爲?) (falecido em 802 de Enryaku) era o chefe mais proeminente dos Emishi da tribo Isawa no norte do Japão.

VidaEditar

Aterui nasceu em Mizusawa, atual Oshu cidade no sul da Província de Iwate . Nada se sabe de sua vida até a batalha de Vila Sufuse em 787. Em 786 Ki no Kosami Asami foi nomeado pelo Imperador Kammu como o novo General das Conquista do Leste junto com uma ordem para atacar Aterui. Em junho de 787 Kosami dividiu seu exército e enviou-os para o norte de Koromogawa nas duas margens do rio Kitakami esperando para surpreender Aterui em sua casa em Mizusawa. Queimando casas e plantações quando passavam, as tropas imperiais foram surpreendidos quando a cavalaria Emishi desceu as montanhas os empurrando para o rio. Mais de 1.000 soldados foram afogado no rio sob o peso de sua pesada armadura. Em setembro Kosami voltou a Kyoto , onde foi repreendido pelo Imperador Kammu por sua falha.

Vários outros ataques foram lançados contra Aterui de 795 a 801 sem que as forças imperiais alcançassem exito. Mas naquele ano Sakanoue no Tamuramaro , fora nomeado Governador de Michinoku, e General da Guarda da Paz e Grande General Apaziguador dos Bárbaros do Leste(Seii Taishōgun)e teve como incumbência derrotar os Emishi insubordinados. Reuniu um exército de 40 mil soldados, e parecia que iria derrotar rapidamente os emishi, mas Aterui e More conseguiram escapar.

Em 802 Tamuramaro volta a Michinoku e constrói o Forte Isawa no coração do território Isawa. Aterui, More e os poucos seguidores que restavam não aguentaram a fustigação do exército de Tamuramaro e acabam se rendendo com cerca de 500 guerreiros. O General Sakanoue leva Aterui e More para a capital onde foram executados.

  Este artigo sobre História do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Aterui