Atiku Abubakar

Empresário e político nigeriano

Atiku Abubakar (Jada, Camarões Britânicos, 25 de novembro de 1946) é um empresário e político nigeriano que serviu como o 11.º vice-presidente da Nigéria durante a presidência de Olusegun Obasanjo entre 1999 e 2007.[1] É graduado em Direito pela Universidade Ahmadu Bello e mestre em Relações Internacionais pela Universidade de Anglia Ruskin.[2]

Atiku Abubakar
Atiku Abubakar
Atiku Abubakar
11.º Vice–presidente da Nigéria Nigéria
Período 29 de maio de 1999
a 28 de maio de 2007
Presidente Olusegun Obasanjo
Antecessor(a) Mike Akhigbe
Sucessor(a) Goodluck Jonathan
Dados pessoais
Nascimento 25 de novembro de 1946 (77 anos)
Jada, Camarões Britânicos
Alma mater Universidade Ahmadu Bello
Universidade de Anglia Ruskin
Cônjuge Titilayo Albert (1971-1979)
Ladi Yakubu (1979-1983)
Princess Rukaiyatu (1983-1986)
Fatima Shettima (1986-2022)
Partido SDP (1989-1993)
PDP (1998-2006)
ACN (2006-2007)
PDP (2008-2014)
APC (2014-2017)
PDP (2017-presente)
Religião Islamismo
Profissão Empresário e político

Carreira política editar

Desde sua entrada na vida pública pelo Partido Social-Democrata (SDP) em 1989, Abubakar candidatou-se cinco vezes à presidência da Nigéria nas eleições de 1993, 2007, 2011, 2015 e 2019, tendo sido derrotado em todas as oportunidades. Em 1993, disputou as primárias internas do SDP, porém acabou perdendo a indicação presidencial do partido para Moshood Abiola, que viria a vencer o pleito presidencial com 58,36% dos votos válidos, embora nunca tenha sido empossado em decorrência do golpe de Estado de 1993.

Eleição presidencial de 2007 editar

Em 2007, após uma saída conturbada do Partido Democrático do Povo (PDP), fruto de desgastes em sua relação institucional com o presidente à época Olusegun Obasanjo[3], Abubakar filiou-se ao Congresso Ação da Nigéria (ACN), onde disputou a eleição presidencial e terminou o pleito na 3.ª colocação ao obter 2 637 848 votos (7,45% dos votos válidos).

Eleição presidencial de 2011 editar

Em 2011, de volta ao PDP, disputou as primárias internas para a escolha do candidato presidencial do partido para a eleição presidencial desse ano, porém foi novamente derrotado pelo presidente da Nigéria em exercício à época Goodluck Jonathan, que posteriormente viria a eleger-se após obter 58,87% dos votos válidos.[4]

Eleição presidencial de 2015 editar

Em 2014, filiou-se ao Congresso de Todos os Progressistas (APC), onde novamente disputou primárias internas, visando obter a indicação oficial do partido para candidatar-se à eleição presidencial do ano seguinte, sem sucesso. Muhammadu Buhari derrotou-o e posteriormente elegeu-se presidente da Nigéria ao obter 53,96% dos votos válidos e derrotar o então presidente em exercício Goodluck Jonathan.[5]

Eleição presidencial de 2019 editar

Em 2017, Abubakar novamente retornou ao PDP, logrando obter dessa vez a indicação oficial do partido para concorrer à presidência na eleição presidencial de 2019. Na ocasião, escolheu Peter Obi, ex-governador do estado de Anambra para ser seu companheiro de chapa.[6]

Após uma disputa renhida, da qual foi o candidato mais votado na capital Abuja e em 17 dos 36 estados nigerianos, acabou novamente derrotado pelo agora presidente em exercício Muhammadu Buhari, que reelegeu-se com 55,60% dos votos válidos frente contra os 41,22% obtidos por ele.[7]

Eleição presidencial de 2023 editar

Em maio de 2022, Abubakar foi novamente escolhido pelo PDP para ser o candidato oficial do partido para a eleição presidencial de 2023. Dessa vez, escolheu como companheiro de chapa o atual governador do estado de Delta Ifeanyi Okowa.[8]

Referências

  1. «Atiku Abubakar - the Nigerian operator who knows how to make money». BBC News (em inglês). 6 de fevereiro de 2019. Consultado em 19 de junho de 2022 
  2. «Akinwumi Adesina congratulates Atiku for obtaining master's degree in UK university». TheCable (em inglês). 14 de novembro de 2021. Consultado em 19 de junho de 2022 
  3. «Finally, Obasanjo Sacks Atiku». Oyibos OnLine (em inglês). 24 de dezembro de 2006. Consultado em 19 de junho de 2022 
  4. «Nigerian President Goodluck Jonathan wins party primary». BBC News (em inglês). 14 de janeiro de 2011. Consultado em 19 de junho de 2022 
  5. «Buhari wins APC presidential primaries». Vanguard News (em inglês). 11 de dezembro de 2014. Consultado em 19 de junho de 2022 
  6. Kazeem, Yomi. «President Buhari's main challenger in Nigeria's election next year is a familiar rival». Quartz (em inglês). Consultado em 19 de junho de 2022 
  7. AMZAT, Ajibola (27 de fevereiro de 2019). «Buhari defeats Atiku in 'disputable' presidential election | Buhari defeats Atiku in 'disputable' presidential election». International Centre for Investigative Reporting (em inglês). Consultado em 19 de junho de 2022 
  8. Dzirutwe, Macdonald; Achirga, Abraham (29 de maio de 2022). «Nigeria's opposition picks Abubakar to run for president again». Reuters (em inglês). Consultado em 19 de junho de 2022 
  Este artigo sobre um político nigeriano é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.