Atlético Cajazeirense de Desportos

Clube desportivo brasileiro da Paraíba

Atlético Cajazeirense de Desportos ou mais conhecido por Atlético de Cajazeiras é uma agremiação esportiva de Cajazeiras, no estado da Paraíba, criada em 3 de julho de 1948.

Atlético de Cajazeiras
Escudo do Trovão Azul
Nome Atlético Cajazeirense de Desportos
Alcunhas Trovão Azul do Sertão
Alviceleste
Torcedor/Adepto Azulino
Mascote Trovão Azul
Principal rival Sousa
Fundação 3 de julho de 1948 (72 anos)
Estádio Perpetão
Capacidade 12.000 pessoas
Localização Cajazeiras, PB
Presidente Harley de S. Lira
Treinador Celso Teixeira
Patrocinador ConstruCenter
Armazém Paraíba
Prefeitura de Cajazeiras
JK Veículos
Mondrian Motel
Material (d)esportivo King Sports
Competição Paraibano - Série A
Brasileirão - Série D
Website Site oficial
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

HistóriaEditar

 
Antigo brasão do clube.

No dia 3 de julho de 1948, um grupo de desportistas reuniu-se as margens da BR-230, sob o comando do senhor Higino Pires Ferreira, com o objetivo de definirem a criação de um clube de futebol. Na pauta, a proposta de fusão entre a equipe do Botafogo F.C, do Sr. Emi Maciel, e o clube Oratório Festivo Salesiano, um dos principais clubes sociais da região na época. Após alguns entendimentos, definiram para a data de 21 de julho daquele mesmo ano a fundação do Atlético Cajazeirense de Desportos.

Em 1984, o então governador da Paraíba, Wilson Braga, alugou à Cajazeiras o Nacional de Cabedelo com o objetivo de recolocar a cidade no cenário futebolístico do Estado. Nesta época, vários jogadores do Atlético conseguiram ingressar no elenco do Nacional. Em 1990, com o fim do contrato, os diretores do alviceleste decidiram profissionalizar a equipe para a disputa da Copa Integração.

Em 1991, o Atlético sagrou-se vice-campeão da competição, garantindo vaga no Campeonato Paraibano de profissionais, a partir de 1992. Sagrou-se campeão estadual em 2002, em decorrência da desistência do Campinense em disputar a partida e por conta da vitória do Botafogo sobre o Treze.

Depois de 2003, o Trovão Azul viveu altos e baixos, culminando com seu rebaixamento no Campeonato Paraibano de 2008 e sendo vice campeão da Segunda Divisão no ano seguinte. Com a nova queda no Paraibano de 2009, e uma campanha desastrosa na série B do estadual de 2010, amargando a lanterna do campeonato, conseguindo a "proeza" de ser derrotada pela Associação Desportiva Perilima, o que marcou a 1ª vitória na história do folclórico time de Campina Grande, o Atlético então resolveu pedir afastamento das competições, retornando apenas em 2012 para disputar a 2ª Divisão desse mesmo ano, tornando-se campeão da segunda divisão pela primeira vez.

 
Antigo escudo

Voltando a disputar a primeira divisão em 2013, o Atlético fez uma campanha regular no 1º turno, terminando em quarto lugar, mas assegurando o seu lugar na 1ª divisão de 2014. Já no segundo turno, o Atlético fez uma boa campanha, terminando em 3º lugar, sendo eliminado apenas na rodada.

2015

Em 2015, na primeira fase do paraibano ficou na sétima posição com 19 pontos atingido, sendo assim eliminado da competição na quele ano.

2016

Na edição de 2016, o trovão azul do sertão, acabou ficando em último no seu grupo, assim sendo com apenas 5 pontos conquistados. Assim foi para o "Quadrangular do descenso", ondem ficou em segundo lugar, garantindo sua vaga para o paraibano de 2017.

2017

No paraibano de 2017,o Atlético de Cajazeiras fez uma bela campanha, sendo o quarto colocado na primeira fase, e se classificando para as sêmis-finais. Já na semis-finais, acabou caindo para o Botafogo-PB, por 4x0 para o Belo no Perpetão, e 1x0 para o Belo lá no Almeidão, assim fechou sua participação no paraibano 2017.

2018

No paraibano de 2018, acabou em 4º no grupo, que tinha o Treze, Desportiva, Serrano, CSP. Assim foi para o grupo da morte que também tinha o Auto Esporte, Nacional de Patos, e Desportiva.

Na 5º rodada antes da última, o Atlético tinha conseguido confirmar sua vaga na primeira divisão de 2019. Após vencer a Desportiva por 3 a 0.

Na última rodada do "quadrangular da morte", o Atlético perde no Perpetão para o Auto Esporte por placar mínimo de 1-0. Assim encerrando a participação no Campeonato Paraibano 2018.

2019

No Paraibano de 2019, o Atlético fez uma ótima campanha, terminando em 3º na classificação final, foi eliminado após perder na semifinal na disputa de pênaltis para o Campinense-PB, depois de dois empates consecutivos de 1 a 1. Terminado em 3º, assim o Atlético se classificou para a Série D de 2020.

Campeonato Paraibano 2020

Dando início as competições na temporada de 2020, o trovão-azul do sertão, disputou no dia 22 de janeiro, a primeira partida, valida pela elite do futebol paraibano, numa partida realizada contra o Nacional de Patos, onde saiu vitorioso, com o placar de 2-0.

Fazendo uma ótima campanha no Campeonato Paraibano, estando na primeira colocação do grupo A, onde também está o Botafogo-PB, e outros. Teve que anunciar assim de forma obrigatória, no dia 20/03/2020(vinte de março de dois mil e vinte) a suspensão das atividades pela ocorrência de uma Pandemia do COVID-19, que veio de forma rápida, obrigando assim a suspendendo dos eventos futebolísticos, não só de forma estatual ou nacional, e sim mundial

CuriosidadesEditar

TitulosEditar

Estaduais
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Paraibano 1 2002
  Campeonato Paraibano - Segunda Divisão 1 2012 

  Campeão Invicto

Campanhas de Destaque
Competição Quantidade Ano(s)
Vice-Campeão do Campeonato Paraibano de Futebol 3 1994, 2003 e 2007.
Vice-Campeão do Campeonato Paraibano de Futebol - Segunda Divisão 2 1991 e 2009.

EstatísticasEditar

ParticipaçõesEditar

Participações em 2020
Competição Temporadas Melhor campanha Estreia Última P   R  
  Campeonato Paraibano 27 Campeão (2002) 1992 2021 2
Segunda Divisão 3 Campeão (2012) 1991 2012 3
  Série C 3 23º colocado (2007) 2001 2007
Série D 1 Estreia (2020) 2020
Copa do Brasil 2 1ª fase (2003 e 2004) 2003 2004

TemporadasEditar

 Ver artigo principal: Temporadas do Atlético Cajazeirense
  Brasil   Nordeste   Paraíba
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Copa do Nordeste Campeonato Paraibano
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Fase Máxima Div. Pos.
2012 D Não classificado 2D  
2013 D Não classificado 1D
2014 D Não classificado 1D
2015 D Não classificado 1D
2016 D Não classificado 1D
2017 D Não classificado 1D
2018 D Não classificado 1D
2019 D Não classificado 1D
2020 D A disputar 1D


Legenda:
     Campeão
     Vice-campeão
     Eliminado na semifinal.
     Rebaixado à divisão inferior.
     Campeão e promovido à divisão superior
     Promovido à divisão superior.

Retrospecto em competições oficiaisEditar

Última atualização: Série C de 2007.

Competição Temporadas Títulos Pts. J V E D GP GC
  Série C 3 27 28 7 6 15 33 46
Temporadas

Artilheiros por anoEditar

Jogador Ano Gols
  Júnior Mineiro 2014 14
  Cleiton Cearense 2015 7
  Jone Chulapa,   Douglas   Fábio Silva 2016 3
  Mosquito 2017 6
  Cleitinho,  Aleff,  Bruno 2018 3
  Bruno 2019 6
  Éder Paulista 2020 4

Prêmios IndividuaisEditar

Artilharia
Jogador Competição Ano
Paulinho Guerreiro Campeonato Paraibano 2003.
Paulinho Campeonato Paraibano - Segunda Divisão 2009.
Melhor jogador Jovem
Jogador Competição Ano
Gustavo Rato Campeonato Paraibano 2017

ElencoEditar

Elenco
Posições Jogador
G   Gabriel
G   Henrique
G   Ariel Luciano
L   Jackinha
L   Filipinho
L   Renatinho Carioca
L   Pedrinho
L   Felipe
L   Davi
L   Pepinho
Z   Fernando
Z   Gean
Z   Hugo
Z   Wesley Rodrigues
V   Ferrugem
V   Cassio
V   Caique
V   Zezinho
V   Edgar Silva
M   Marcinho
M   Gabriel Mendes
M   Higor Custódio
M   Ciel
M   Netinho
M   Berguinho
M   Yan Petter
A   Lucas Carioca
A   Luan
A   Yerien
A   Rodolfo
A   Douglas Silva
T   Ederson Araújo

Hino do AtléticoEditar

Atlético o clube cazajeirense

Orgulha a gente o teu pendão

És e serás sempre assim

Fadado a glórias

Muitas hão de vir

Teu branco nos lembra a paz

E o azul do céu a grandeza nos trás

Te amamos de coração

Trovão azul do sertão.

Trovão azul do sertão.


1948, um ano iluminado

O Hegino Pires com a torcida uma festa

Um palco consagrado.

Ver tambémEditar