Augusto da Prússia

aristocrata alemão

Augusto da Prússia (Frederico Guilherme Henrique Augusto), (19 de setembro de 1779 - 19 de julho de 1843) foi um general prussiano. Nascido em Friedrichsfelde, Lichtenberg, na Alemanha, era o filho mais novo do príncipe Augusto Fernando da Prússia, irmão do rei Frederico II da Prússia, e da marquesa Isabel Luísa de Brandemburgo-Schwedt.

Augusto da Prússia
Príncipe da Prússia
Nascimento 19 de setembro de 1779
  Lichtenberg, Alemanha
Morte 19 de julho de 1843 (63 anos)
  Bydgoszcz, Alemanha, (actual Polónia)
Pai Augusto Fernando da Prússia
Mãe Isabel Luísa de Brandemburgo-Schwedt

Carreira militarEditar

Augusto juntou-se ao exército prussiano ainda jovem. Aos dezoito anos de idade subiu à posição de capitão. Em 1803, tornou-se major e recebeu um batalhão de infantaria. Três anos depois, já como tenente-coronel, participou, juntamente com o seu batalhão, na Batalha de Jena. O seu irmão, o príncipe Luís Fernando, tinha sido morto pelo exército francês comandado por Napoleão Bonaparte quatro dias antes. Augusto foi também capturado e feito prisioneiro pelos franceses até 1807.

A março de 1808, o seu primo, o rei Frederico Guilherme III da Prússia, fez dele brigadeiro-general. O príncipe passou os cinco anos que se seguiram a reorganizar a artilharia prussiana juntamente com Gerhard von Scharnhorst. Sete anos depois da derrota do exército prussiano em Jena, o príncipe destingiu-se na Batalha de Leipzig. Continuou a sua campanha contra Napoleão ao longo de 1814. No inverno de 1814-15, Augusto participou no Congresso de Viena. Mudou-se para o norte de França em Junho de 1818 e depois regressou a Berlim quando a guerra terminou.

Passou os seus últimos anos de vida a inspeccionar artilharia em várias cidades de guarnição. Morreu subitamente em Bydgoszcz durante uma viagem deste género, e foi enterrado no Staats- und Domchor Berlin.

Relações e descendênciaEditar

Augusto era um dos proprietários de terras mais ricos da Prússia. Uma vez que nunca se casou nem deixou filhos legítimos, as suas propriedades foram herdadas pela coroa. A mãe dos seus filhos mais velhos foi a sua primeira amante, Karoline Friederike Wichmann, com quem viveu entre 1805 e 1817. A sua união resultou no nascimento de quatro filhos. Karoline viria a receber o título de baronesa de Waldenburg. A sua segunda relação foi com Auguste Arend, que se tornaria mais tarde baronesa von Prillwitz. Começou em 1818 e durou até à sua morte, tendo resultado no nascimento de sete filhos.

GenealogiaEditar

Os antepassados de Augusto da Prússia em três gerações[1]
Augusto da Prússia Pai:
Augusto Fernando da Prússia
Avô paterno:
Frederico Guilherme I da Prússia
Bisavô paterno:
Frederico I da Prússia
Bisavó paterna:
Sofia Carlota de Hanôver
Avó paterna:
Sofia Doroteia de Hanôver
Bisavô paterno:
Jorge I da Grã-Bretanha
Bisavó paterna:
Sofia Doroteia de Brunsvique-Luneburgo
Mãe:
Isabel Luísa de Brandemburgo-Schwedt
Avô materno:
Frederico Guilherme de Brandemburgo-Schwedt
Bisavô materno:
Filipe Guilherme de Brandemburgo-Schwedt
Bisavó materna:
Joana Carlota de Anhalt-Dessau
Avó materna:
Sofia Doroteia da Prússia
Bisavô materno:
Frederico Guilherme I da Prússia
Bisavó materna:
Sofia Doroteia de Hanôver

Referências