Aulo Mânlio Torquato (cônsul em 164 a.C.)

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Aulo Mânlio Torquato.

Aulo Mânlio Torquato (em latim: Aulus Manlius Torquatus) foi um político da gente Mânlia da República Romana eleito cônsul em 164 a.C. com Quinto Cássio Longino. Era neto de Tito Mânlio Torquato, cônsul em 235 e 224 a.C., e irmão de Tito Mânlio Torquato, cônsul no ano anterior.

Aulo Mânlio Torquato
Cônsul da República Romana
Consulado 164 a.C.

CarreiraEditar

Aulo foi pretor em 167 a.C. e recebeu a Sardenha como província, mas não conseguiu ir para lá por que o Senado o manteve em Roma com o objetivo de investigar algumas de suas ações. Em 164 a.C., foi eleito cônsul com Quinto Cássio Longino.[1] Segundo Plínio,[2] um "Aulo Mânlio Torquato" morreu subitamente, mas não se sabe se era este Aulo ou seu tio-avô, Aulo Mânlio Torquato Ático, cônsul em 244 e 241 a.C..

Ver tambémEditar

Cônsul da República Romana
 
Precedido por:
'Cneu Otávio

com Tito Mânlio Torquato

Aulo Mânlio Torquato
164 a.C.

com Quinto Cássio Longino

Sucedido por:
'Tibério Semprônio Graco

com Mânio Juvêncio Talna


Referências

BibliografiaEditar

Fontes primáriasEditar

Fontes secundáriasEditar