Avelino Mota Gaspar

Avelino da Mota Francisco Gaspar (Leiria, 02 de fevereiro de 1957) é um empresário empreendedor português, CEO e Presidente do Conselho de Administração do Grupo Lusiaves SGPS, um dos maiores grupos português do sector agro-alimentar[1] , sediado em Leiria, e Vogal do Conselho de Administração da Media Capital, um dos principais grupos no setor de media em Portugal.

Avelino Gaspar
Nome completo Avelino da Mota Francisco Gaspar
Nascimento 02 de fevereiro de 1957 (67 anos)
Nacionalidade Português
Ocupação Presidente do Conselho de Administração do Grupo Lusiaves SGPS
Prêmios Comendador da Ordem de Mérito Industrial

Em 2015, foi distinguido pelo Presidente da República Portuguesa Aníbal Cavaco Silva, com a Comenda de Mérito Industrial[2][3][4] pelo seu papel no engrandecimento do setor agrícola.

Biografia

editar

Avelino Gaspar é um empresário empreendedor português, com formação na área de gestão. É, atualmente, CEO e Presidente do Conselho de Administração do Grupo Lusiaves, que integra mais de 30 empresas ligadas ao setor agro-alimentar, situadas de norte a sul de Portugal.

Em 1986, criou o Grupo Lusiaves, adquirindo um pequeno centro de abate na Marinha das Ondas e quatro pavilhões de produção (um na localidade da Marinha das Ondas, com capacidade para 13.500 frangos, e três no lugar de Casal de Seiça, freguesia de Lavos, com capacidade para 30 mil frangos).

Em 2003, com a “crise dos nitrofuranos[1] , Avelino Gaspar reconheceu uma oportunidade de negócio e adquiriu diversas empresas, tais como a Campoaves, dedicada exclusivamente à criação de frango do campo e líder de mercado neste segmento, o que permitiu aumentar o portfólio de produtos da Lusiaves. Já tendo todo o processo controlado e certificado, aproveitou, ainda, a oportunidade para lançar a Lusiaves no mercado internacional.

Solidariedade, Apoios sociais e Sustentabilidade

editar

Em 2020, Avelino Gaspar, em conjunto com o Grupo Lusiaves, apoiaram unidades de saúde e instituições sociais com o objetivo de criar espaços melhor preparados para o tratamento de doentes infetados por covid-19.[5]

Além dos apoios sociais[6][7][8] e dos apoios na área da saúde, Avelino Gaspar e o Grupo Lusiaves têm tido um forte papel no que diz respeito à sustentabilidade do país onde, no âmbito do Leilão Solar 2019, promovido pela entidade governamental DGEG - Direção Geral de Energia e Geologia, o Grupo Lusiaves lançou um parque fotovoltaico com capacidade instalada de 17,37 megawatts, localizado no concelho de Soure, distrito de Coimbra. Esta iniciativa terá capacidade para abastecer cerca de 8.000 habitações.[9][10][11]

Ainda, em conjunto com o Banco Português de Investimento (BPI), foi lançado uma emissão de obrigações verdes chamada “Green Bonds” destinado a financiar projetos “verdes” como a instalação de parques fotovoltaicos e unidades para autoconsumo de energia renovável, de base fotovoltaica, tecnologias de eficiência energética, renovação da frota com veículos 100% elétricos, no âmbito da estratégia de sustentabilidade do Grupo.[12][13][14]

Condecorações e Prémios

editar
  • 2008: Recebeu a Medalha de Mérito de Honra Industrial atribuída pela Câmara Municipal da Figueira da Foz
  • 2011: Recebeu a Medalha de Mérito de Honra Industrial pela Câmara Municipal de Pombal
  • 2014: Finalista do “Prémio EY – Entrepreneur Of The Year”, que reconhece e premeia os bons exemplos de empreendedorismo nacional.
  • 2015: Distinguido pelo Presidente da República Aníbal Cavaco Silva, com a Comenda de Mérito Industrial pelo seu papel no engrandecimento do setor agrícola.[2][3][4] pelo seu papel no engrandecimento do setor agrícola.
  • 2016: Recebeu as Medalhas de Mérito Industrial atribuída pela Câmara Municipal de Leiria
  • 2017: Distinguido pelo Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, com a Medalha de Honra da Agricultura[15]

    Referências

    1. a b «Lusiaves: Frango para fora ».”[1]” Forbes Portugal. 19 de março de 2019.
    2. a b «Fundador e CEO do Grupo Lusiaves é Comendador de Mérito Industrial». “[2]” Diário de Coimbra. 04 de janeiro de 2016.
    3. a b «CEO do Grupo Lusiaves condecorado pelo Presidente da República».”[3]” Distribuição Hoje. 18 de dezembro de 2015.
    4. a b «CEO da Lusiaves condecorado pelo Presidente da República».”[4]” Notícias de Coimbra. 17 de dezembro de 2015.
    5. «Lusiaves investe mais de 500 mil euros em ventiladores, salas de recuperação e bens alimentares».”[5]” Jornal de Leiria. 05 de maio de 2020.
    6. «Escola Correia Mateus ganha sala sensorial». “[6]” Jornal de Leiria. 12 de junho de 2022
    7. «Lusiaves estende a mão à InPulsar e à Câmara de Leiria para dar tecto aos sem-abrigo».”[7]” Jornal de Leiria. 16 de outubro de 2020.
    8. «Grupo Lusiaves investe mais de meio milhão no apoio às instituições sociais e de saúde».”[8]” Notícias de Viseu. 05 de maio de 2020.
    9. «Grupo Lusiaves lança parque fotovoltaico no âmbito do leilão solar de 2019».”[9]” Eco - Economia Online - Sapo. 05 de Agosto de 2022.
    10. «Lusiaves lança parque fotovoltaico com capacidade para fornecer eletricidade a mais de 8 mil habitações».”[10]” Região de Leiria. 15 de Agosto de 2022.
    11. «Lusiaves investe 10 milhões de euros em parque fotovoltaico em Soure».”[11]” Jornal de Leiria. 05 de Agosto de 2022.
    12. «Grupo Lusiaves e BPI realizam emissão de obrigações verdes de 25 milhões de euros».”[12]” Dinheiro Vivo. 28 de Julho de 2022.
    13. «Lusiaves e BPI realizam emissão de “Obrigações Verdes” no valor de 25 milhões».”[13]” Jornal Económico. 28 de Julho de 2022.
    14. «Grupo Lusiaves e BPI realizam emissão de obrigações verdes de 25 milhões de euros».”[14]” Observador. 28 de Julho de 2022.
    15. «Grupo Lusiaves investe 10 milhões de euros em ampliação».”[15]” Jornal de Leiria. 15 de dezembro de 2017.

    Ligações externas

    editar