Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Comercial.
Avenida Comercial
Extensão 5,7 Km (atual)
Início BR-070
Interseções DF-085
Estado Distrito Federal
Cidade Taguatinga
Fim QSD (Estação Taguatinga Sul)

A Avenida Comercial é uma avenida de Taguatinga, no Distrito Federal.[1] Corre paralelamente à Avenida Samdu e é uma das principais avenidas da cidade, além de ser uma das principais zona comerciais da cidade.[2]

Possui duas faixas em cada sentido, sem canteiro central, sendo uma pista estreita e reta. A avenida atravessa longitudinalmente a cidade no sentido norte-sul, sendo comum as duas partes serem denominadas "Comercial Norte" e "Comercial Sul". A Comercial Norte começa na BR-070, entre as QNG 37 38, cruzando a Avenida Hélio Prates, e vai até o centro, entre a C 9 e Praça do Relógio, onde cruza a DF-085, após o qual passa a ser a Comercial Sul, entre a C 8 e a C 12, até o final da QSB e a QSA, na altura dos colégios Colégio Marista Champagnat Taguatinga e o Centro Educacional 02 (Centrão).

Pelo Plano Diretor Local de Taguatinga (PDLT), a avenida deve ser expandida até a Estação Taguatinga Sul, passando pelas quadras QSD 9, 21, 29, 41 e 53, o que ainda não foi implantado.[3]

Em praticamente toda sua extensão possui lojas em seu lado oeste (CNE, CNB e CSB). No lado leste da Comercial Norte (QND, QNA) não eram permitidos lojas comerciais, o que foi alterado pelo PDLT em 1998.[3]

Há um projeto para que a Comercial tenha um sentido único junto com a Avenida Samdu para desafogar o trânsito da cidade, por ser uma das principais vias de transporte de Taguatinga.[4][5]

Referências

  1. «Avenida Comercial Norte (Taguatinga, DF)». Wikia.org. Consultado em 24 de abril de 2013 
  2. Amorim, Diego (6 de fevereiro de 2011). «Autossuficiente, Taguatinga é considerada a capital econômica do DF». Correio Braziliense. Consultado em 29 de abril de 2013 
  3. a b «LEI COMPLEMENTAR Nº 90, DE 11 DE MARÇO DE 1998» (PDF). Diário Oficial do Distrito Federal. Sedhab/DF -. 11 de março de 1998. Consultado em 24 de abril de 2013 
  4. «Administração quer mão única na Comercial e Samdu». Jornal Satélite. Consultado em 24 de abril de 2013 
  5. Felipe Seabra (19 de fevereiro de 2013). «Audiência Pública aprova mão-única nas Avenidas Comercial e Samdu». Gazeta de Taguatinga. Consultado em 24 de abril de 2013