Avi Loeb

Abraham (Avi) Loeb (em hebraico: אברהם (אבי) לייב; Beit Hanan, Israel, 1962) é um físico teórico israelita-estadunidense que trabalha com astrofísica e cosmologia. Loeb é Frank B. Baird Jr. Professor of Science na Universidade Harvard. É catedrático do Harvard Astronomy department[1] (desde 2011), catedrático do projeto Advisory Committee for the Breakthrough Starshot – que visa lançar espaçonaves leves em direção às estrelas mais próximas usando um poderoso laser (desde 2016),[2] diretor fundador da Black Hole Initiative em Harvard – o primeiro centro interdisciplinar mundial dedicado ao estudo de buracos negros[3] (desde 2016), e diretor do Institute for Theory and Computation (ITC)[4] (desde 2007) no Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics. Loeb foi eleito fellow da Academia de Artes e Ciências dos Estados Unidos, da American Physical Society e da International Academy of Astronautics. Em julho de 2018 foi nomeado membro do Board on Physics and Astronomy (BPA)[5] da National Academy, que é o principal fórum das academias para questões relacionadas com os campos da física e astronomia, incluindo a supervisão das suas pesquisas. Em dezembro de 2012 a revista TIME selecionou Loeb como uma das 25 pessoas mais influentes em relação a pesquisas espaciais.[6] Em 2015 Loeb foi apontado como o Diretor de Teoria da Ciência para as Iniciativas Breakthrough da Fundação Breakthrough Prize.

Avi Loeb
Nascimento 1962 (59 anos)
Israel
Cidadania Israel, Estados Unidos
Alma mater Universidade Hebraica de Jerusalém
Ocupação físico, astrofísico, professor universitário
Prêmios Bolsa Guggenheim, Membro da Academia Americana de Artes e Ciências
Empregador Universidade Harvard, Instituto de Estudos Avançados de Princeton, Smithsonian Astrophysical Observatory, Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics

CarreiraEditar

Loeb nasceu em Beit Hanan, Israel, em 1962, e participou do Talpiot program nacional antes de receber um diploma de graduação em física de plasma aos 24 anos na Universidade Hebraica de Jerusalém. Entre 1988 e 1993 Loeb foi membro de longa data do Instituto de Estudos Avançados de Princeton, onde começou a trabalhar em astrofísica teórica. Em 1993 foi para a Universidade Harvard como professor assistente no departamento de astronomia, onde foi contratado (tenure) três anos depois.

O mais recente eBook da Loeb no Kindle[7] detalha sua carreira desde a infância em uma fazenda com interesse em filosofia até a cátedra no Departamento de Astronomia de Harvard e direção do ITC, e inclui ensaios de opinião sobre a importância de assumir riscos na pesquisa e promover a diversidade. Loeb escreve regularmente ensaios sobre ciência e política.[8]

Referências

  1. «Avi Loeb, Harvard astronomer and alien hunter». Astronomy.fas.harvard.edu. Consultado em 5 de janeiro de 2019 
  2. «Breakthrough Starshot». breakthroughinitiatives.org/Leaders/3/. Consultado em 5 de janeiro de 2019 
  3. «Black Hole Initiative». bhi.fas.harvard.edu/. Consultado em 5 de janeiro de 2019 
  4. «Institute for Theory and Computation - Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics». cfa.harvard.edu. Consultado em 5 de janeiro de 2019 
  5. «BPA». nationalacademies.org. Consultado em 5 de janeiro de 2019 
  6. David Bjerklie. «The 25 Most Influential People in Space» (PDF). cfa.harvard.edu. Consultado em 5 de janeiro de 2019 
  7. «From the First Star to Milkomeda, Abraham Loeb, Dror Burstein, Todd Hasak-Lowy, Noa Moav». Amazon.com. Consultado em 5 de janeiro de 2018 
  8. «Opinion Essays by Abraham Loeb». cfa.harvard.edu~/loeb/Opinion.html. Consultado em 5 de janeiro de 2018 

Ligações externasEditar