Axel Heiberg (16 de março de 1848 – 4 de setembro de 1932) foi um diplomata norueguês, empresário e patrono.

Axel Heiberg
Axel Heiberg
Heiberg på 1910-tallet
Nascimento 16 de março de 1848
Christiania
Morte 4 de setembro de 1932 (84 anos)
Oslo
Sepultamento Cemitério de Nosso Salvador
Cidadania Noruega
Progenitores
  • Johan Fritzner Heiberg
Filho(a)(s) Emma Stang
Irmão(ã)(s) Jacob Munch Heiberg
Ocupação empreendedor, diplomata, agricultor
Prêmios

Biografia

editar

Heiberg estudou fora do seu país de origem e, após um período como cônsul da Noruega na China, regressou a casa, onde financiou a criação da destilaria Ringnes em 1876, juntamente com os irmãos Amund Ringnes (destilador) e Ellef Ringnes (administrador e vendedor).

Juntamente com o proprietário de navios Thomas Fearnley, a destilaria patrocinou a expedição ao Polo Norte de Fridtjof Nansen e Otto Sverdrup, e financiou a construção do navio de exploração Fram. Heilberg foi homenageado ao ser dado o seu nome à Ilha Axel Heiberg no Canadá, ao Glaciar Axel Heiberg na Antártida e às ilhas Geiberg na Sibéria.

Em 1878, Heiberg foi um dos fundadores do clube de remo Christiania RK. Mais tarde fundaria o "Fundo do Cônsul Axel Heiberg e Fabricante Hans B. Fasmer" (transferido, em 1915, para o Fundo Fridtjof Nansen). Em 1898, criou a Sociedade Florestal Norueguesa sendo o seu administrador até 1923.

Foi casado com Ragnhild Meyer, filha de Thorvald Meyer; tiveram um filho, Ingeborg.

Bibliografia

editar
  • Brøgger, Waldemar Christofer, (1932), Axel Heiberg in memoriam, Nordisk Tidskrift för Vetenskap, Konst och Industri.
  • Barr, Susan. «Axel Heiberg». In: Knut Helle. Norsk biografisk leksikon (em norueguês). Oslo: Kunnskapsforlaget. Consultado em 7 de Agosto de 2009 
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.