B. Traven

B. Traven (datas incertas, possivelmente 1882-1969) é o pseudônimo principal de um dos autores mais enigmáticos da literatura moderna, conhecido especialmente pelo romance O Tesouro de Sierra Madre, adaptado para o cinema por John Huston e protagonizado por Humphrey Bogart, em 1948.

B. Traven
Ret Marut, London, 1923
Nascimento 1882
Morte 26 de março de 1969 (87 anos)
Cidade do México, México
Nacionalidade Alemanha Alemão
Ocupação Escritor

Sua obra, com tendências anti-capitalistas e pró-anarquistas, apresenta com frequência uma visão de mundo árida e violenta.

De provável origem alemã, exilou-se em 1924 no interior do México, onde escreveu suas primeiras novelas.

Conseguiu manter a identidade em segredo por toda sua vida, apesar de sua produção literária ter sido traduzida para inúmeras línguas, ultrapassando todas as barreiras do anonimato.

ObraEditar

Referências

Ligações externasEditar

  •   Media relacionados com B. Traven no Wikimedia Commons


  Este artigo sobre a biografia de um anarquista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.