Abrir menu principal

BMP7

gene da espécie Homo sapiens

Proteína óssea morfogenética 7 (BMP7) ou proteína osteogênica-1 (PO-1) é uma proteína capaz de induzir a transformação de células mesenquimais em cartilagem e osso. É importante para regulação dos níveis de cálcio no sangue (calcemia) e para o desenvolvimento saudável de alguns ossos. Faz parte da superfamília Fator de transformação do crescimento (TGF-β).[1] É inibida por noggin e de uma proteína semelhante, chordin, que são expressos na Spemann-Organizer Mangold. O gene BMP7, localizado no cromossomo 20 posição q13.31 é expressado no cérebro, rins e bexiga.

BMP7 induz a fosforilação de SMAD1 e SMAD5, que, por sua vez, induz transcrição de inúmeras genes osteogênicos. Demonstrou-se que o tratamento BMP7 é suficiente para induzir a todos os marcadores genéticos de diferenciação de osteoblastos, em muitos tipos de células.

Índice

Papel do BMP7 no desenvolvimento de vertebradosEditar

BMP7 foi descoberto ser fundamental na determinação da organização da espinha ventral-dorsal dos peixes-zebra. BMP7 provoca a expressão de fenótipos ventral enquanto que a sua inibição completa cria um fenótipo dorsal. Além disso, eventualmente BMP7 é parcialmente "desligado" no desenvolvimento embrionário, a fim de criar as partes dorsais do organismo.

Proteína recombinante humana BMP-7 como uma drogaEditar

BMP7 cirúrgico é usado e comercializado sob a marca o nome de OP1. Ele pode ser usado para ajudar na fusão de corpos vertebrais para evitar trauma neurológico. Também pode ser usado no tratamento de tíbia não-unificada e nos casos em que um enxerto ósseo tenha falhado. O BMP7 também tem potencial para o tratamento de doença renal crônica obstrutiva. Curis, Inc., relatatório de 2002, BMP7 age nos rins.[2]

PatologiasEditar

Defeitos nesse gene podem causar espondilólise e obstrução ureteral.[3]

Referências