Abrir menu principal

Baú da Felicidade

Empresa brasileira de crediário
Baú da Felicidade
Razão social SS COM. DE COSMÉTICOS E PROD DE HIGIENE PESSOAL LTDA
Venda de carnês para o resgate de mercadorias
Slogan Sua chance de ficar milionário!
Fundação 1958
Fundador(es) Manuel de Nóbrega
Sede São Paulo, SP
Proprietário(s) Manuel de Nóbrega
Silvio Santos
Produtos Carnê de Mercadorias
Empresa-mãe Grupo Silvio Santos
Sucessora(s) Jequiti Cosméticos
Website oficial http://bau.jequiti.com.br/

O Baú da Felicidade é uma empresa brasileira, pertence ao mega-empresário Silvio Santos (ainda proprietário sob a marca).

O cliente do Baú adquire um carnê, chamado Carnê de Mercadorias, e que dever ser pago mensalmente (rigorosamente em dia), e concorria a sorteios de prêmios. Após um prazo determinado, o cliente poderia trocar o valor pago por mercadorias à sua escolha nas lojas do Baú.

O cliente também poderia ser sorteado para participar de programas do SBT como o Todos contra Um, Roda a Roda, Festival da Casa Própria, Pra Ganhar é Só Rodar e Tentação, entre outros.

No dia 31 de Julho de 2011 foi anunciado a venda das Lojas do Baú Crediário para o Magazine Luiza por R$ 83 milhões. A marca ainda continua sob a propriedade de Silvio Santos que a desativou em 2013.

Extinção do Carnê do BaúEditar

O processo de extinção do carnê, no qual os clientes pagavam mensalmente e concorriam a prêmios na TV e trocavam por mercadorias ao final do pagamento das mensalidades, teve início em 2007, quando sua comercialização foi suspensa e sua rede de vendedores espalhados por todo o país foi desativada.[1]

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o diretor de Varejo do Grupo Silvio Santos, José Roberto Prioste, explicou o motivo que levou à extinção do produto. “O grupo decidiu acabar com o carnê porque com tanta oferta de crédito, parcelamentos e facilidades de comprar, não havia mais mercado para esse tipo de produto”, conta o executivo, que informa que, mensalmente, as Lojas do Baú ainda realizam cerca de três mil trocas de carnês por mercadorias.

Com o fim do carnê, Silvio Santos resolveu transformar as Lojas do Baú, em Lojas do Baú Crediário. A partir daí, as lojas passaram a vender mercadorias, sem o intermédio do carnê, no modelo crediário, onde as pessoas levam as mercadorias, antes de pagá-las.[2]

O retorno do BaúEditar

Com a crise financeira em alta e oferta de crédito baixa, Silvio Santos retoma a comercialização de carnês do Baú,[3] à venda em lojas, a partir de 1° de Julho de 2015, anunciado em propaganda piscante em programas do SBT, pertencente ao Grupo Sílvio Santos.[4]

Aproveitando o sucesso dos cosméticos Jequiti, que fatura mais de R$ 500 milhões por ano, Silvio Santos resolveu relançar a marca Baú da Felicidade (Baú da Felicidade Jequiti). Em novembro de 2015, o novo carnê do Baú começa a ser comercializado tendo como garota propaganda, Patrícia Abravanel e custando R$ 120,00 em 12 mensalidades de R$ 10,00 durante um ano e, ao final, o cliente poderá resgatar R$ 150,00 em produtos. Em janeiro de 2016, o programa semanal do Baú voltou à programação do SBT, com direito ao clássico pião e os prêmios “em barras de ouro que valem mais que dinheiro”.

No dia 31 de janeiro de 2016, o SBT em parceria com o Baú da Felicidade Jequiti reestreia o programa Pra Ganhar é Só Rodar [5] e logo após, dia 1º de fevereiro de 2016 o programa Caldeirão da Sorte volta a programação do SBT e dessa vez como um programete diário com duração de 5 minutos e apresentado por Silvio Santos que faz parte da nova leva de programas do Baú.[6]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Veja (12 de novembro de 2010). «A Gestão Atrapalhada do Baú». Consultado em 5 de março de 2014 
  2. [1]
  3. Castro, Daniel. «SBT quer Datena e Rezende para relançar Baú; multa é de R$ 32 mi». Consultado em 1 de agosto de 2015 
  4. «Silvio Santos decide voltar com o Baú da Felicidade». Consultado em 1 de agosto de 2015 
  5. Fernando Nascimento (30 de janeiro de 2016). «SBT estreia o "Pra Ganhar é Só Rodar" neste domingo (31)». OTVFoco. Consultado em 30 de janeiro de 2016 
  6. «SBT estreia programete diário "Caldeirão da Sorte" com Silvio Santos». TV Foco. 1 de fevereiro de 2016. Consultado em 1 de fevereiro de 2016 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.