Badari
البداري
Mulher E 11887, estatueta em marfim
Localização atual
Badari está localizado em: Egito
Badari
Localização de Badari no Egito
Coordenadas 27° N 31° 25' E
País  Egito
Dados históricos
Fundação Cultura de Badari (4400–4000 a.C.)
Abandono Nacada I (4000–3500 a.C.)

Badari (em árabe: البداري‎) é um distrito de Assiute, no Alto Egito, situado na margem esquerda do rio Nilo perto da atual Assiute, onde se descobriu vários sítios arqueológicos do Neolítico e Calcolítico. Ali há assentamentos e cemitérios pré-dinásticos acima da planície de inundação, atribuídos à Cultura de Badari (4400–4000 a.C.) que existiu no Alto Egito e Deserto Oriental.[1][2][3] A maior parte das pesquisas na região foram feitas por Guy Brunton nos anos 20 e início dos 30, que escavou mais de 100 sítios, e Gertrude Caton Thompson, que escavou num sítio chamado Hamamia em 1924-1925.[4]

Segundo Guy Brunton, Badari compreende 16 quilômetros de extensão do deserto entre Anteópolis (atual Cau Alquibir) e Naga Uissa; depois se incluiu nessa zona os setores de Mostageda e Matmar, mais tarde escavados por ele, redefinindo Badari como a área entre dois grandes uádis, Uádi Assiuti e Cau Bei, com extensão aproximada de 60 quilômetros.[4]

Referências

  1. Shaw 2000, p. 37.
  2. Bard 1999, p. 27.
  3. Wenke 1999, p. 21.
  4. a b Holmes 1999, p. 184.

BibliografiaEditar

  • Bard, Kathryn A. (1999). «Predynastic period». In: Bard, Kathryn A. Encyclopedia of the Archaeology of Ancient Egypt. Nova Iorque e Londres: Routledge 
  • Holmes, Daiane L. (1999). «el-Badari district Predynastic sites». In: Bard, Kathryn A. Encyclopedia of the Archaeology of Ancient Egypt. Nova Iorque e Londres: Routledge 
  • Shaw, Ian (2000). The Oxford History of Ancient Egypt. Oxônia: Oxford University Press. ISBN 978-0-19-280458-7 
  • Wenke, Robert J. (1999). «Neolithic cultures, overview». In: Bard, Kathryn A. Encyclopedia of the Archaeology of Ancient Egypt. Nova Iorque e Londres: Routledge