Abrir menu principal
Bakemono no Ko
バケモノの子
O Rapaz e o Monstro (PRT/BRA)
 Japão
2015 •  cor •  119 min 
Realização Mamoru Hosoda
Produção Atsushi Chiba
Daisuke Kadoya
Genki Kawamura
Seiji Okuda
Takuya Itō
Yuichiro Saito
Argumento Mamoru Hosoda
Elenco Kōji Yakusho
Aoi Miyazaki
Shōta Sometani
Suzu Hirose
Género fantasia
Música Takagi Masakatsu
Edição Shigeru Nishiyama
Companhia(s) produtora(s) Studio Chizu
Distribuição Tōhō (Japão)
Outsider Films (Portugal)
Telefilms Brasil (Brasil)
Lançamento Japão 11 de julho de 2015
Portugal 14 de abril de 2016
Brasil 19 de outubro de 2016
Idioma japonês
Receita ¥ 5.85 mil milhões
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

O Rapaz e o Monstro (バケモノの子 Bakemono no Ko?) é um filme de animação japonês realizado e escrito por Mamoru Hosoda.[1] Estreou-se no Japão a 11 de julho de 2015,[2] em Portugal a 14 de abril de 2016,[3] e no Brasil em 19 de outubro de 2016.[4]

SinopseEditar

Kyuta, um rapaz perdido em Tóquio, encontra-se num universo paralelo, onde cresce com Kumatetsu, uma criatura semelhante a um urso que luta para viver. Kumatetsu treina Kyuta na arte do combate durante vários anos. Kyuta entra numa aventura que afeta ambos os mundos.

ElencoEditar

Personagem Vozes[5][6][7]
  Japão   Brasil
Kumatetsu Kōji Yakusho Mauro Castro
Kyūta/Ren Shōta Sometani
Aoi Miyazaki (criança)
Fábio Lucindo
Renato Cavalcanti (criança)
Kaede Suzu Hirose Samira Fernandes
Tatara Yo Oizumi Ricardo Sawaya
Hyakushūbō Lily Franky César Marchetti
Sōshi Masahiko Tsugawa Marcelo Pissardini
Iōzen Kazuhiro Yamaji Leonardo Camilo
Ichirōhiko Mamoru Miyano
Haru Kuroki (criança)
Yuri Chesman
Mariana Zink (criança)
Jirōmaru Mitsuo Yamaguchi
Momoka Ono (criança)
Úrsula Bezerra
Chiko Sumire Morohoshi
Pai de Kyūta Keishi Nagatsuka Marco Antônio Abreu
Mãe de Kyūta Kumiko Aso Angélica Santos

LançamentoEditar

Em dezembro de 2014, a Gaumont comprou os direitos de distribuição do filme em França,[8][9] onde estreou-se a 13 de janeiro de 2016, sob o título de Le Garçon et la Bête.[10] O filme fez sua estreia mundial no Festival Internacional de Cinema de Toronto a 13 de setembro de 2015.[11] Nos Estados Unidos, o filme foi distribuído pela Funimation e exibido nos cinemas AMC Theatres a 4 de março de 2016, sob o título de The Boy and the Beast.[12] O StudioCanal distribuiu o filme no Reino Unido e na Irlanda e a Madman Entertainment na Austrália.[13] O filme foi exibido no Festival de Cinema de Londres a 16 de outubro de 2015.[14] Em Portugal, os direitos de distribuição do filme foram comprados pela Outsider Films, sendo exibido no Monstra Festival a 4 de março de 2016[15] e nos cinemas a 14 de abril do mesmo ano.[16] No Canadá foi exibido nos cinemas a 27 de maio de 2016, sob a distribuição de Mongrel Media.[17] No Brasil estreou no serviço de streaming Netflix em 19 de outubro de 2016, sob a distribuição de Telefilms Brasil.[4]

ReceçãoEditar

ReconhecimentosEditar

Em 2016, recebeu um prémio de melhor animação do ano nos Prémios da Academia Japonesa.[18]

BilheteiraEditar

O filme liderou a bilheteira japonesa durante a semana de estreia, arrecadando 5,4 milhões de ienes em 457 ecrãs com 492 000 espetadores[19] e tornou-se a segunda maior bilheteira de 2015, com uma receita bruta de 5,85 mil milhões de ienes.[20] Na bilheteira estado-unidense foi o vigésimo oitavo filme mais visto durante a semana de estreia, no dia 4 de março de 2016. Até 16 de março do mesmo ano, o filme teve uma receita bruta de 474 308 dólares na bilheteira dos Estados Unidos.[21]

CríticasEditar

Bakemono no Ko teve receção geralmente favorável por parte da crítica especializada. O filme detém uma classificação de 88% no Rotten Tomatoes, com uma nota média de 7,5 de 10, baseada em trinta e quatro avaliações.[22] No Metacritic, que atribui uma classificação média ponderada de cem comentários de críticos de cinema, tem uma pontuação média de 65 de 100, baseada em treze críticas, indicando "comentários geralmente favoráveis".[23]

Richard Eisenbeis do sítio Kotaku comparou o filme com a obra O Livro da Selva de Rudyard Kipling e disse: "[Bakemono no Ko] é uma divertida aventura sobre o amadurecimento, por um lado, e por outro, uma excelente exploração temática. Este é um daqueles filmes que são perfeitos para qualquer faixa etária, há algo nele para todos."[24] Andy Webster do The New York Times disse que: "[Mamoru] Hosoda é hábil com as cenas de luta, e seus cenários — os tons pastel de Jutengai e a monótona Shibuya, que evocam por vezes, com as perspetivas da câmara de vigilância e os ângulos da paranoia da multidão — são impressionantes." Entretanto, Webster criticou as personagens e os conflitos, chamando-os de "estritamente genéricos."[25] Charles Solomon do Los Angeles Times elogiou a animação e o argumento do filme, dizendo que: "'Bakemono no Ko' é um conto de ortótese de dois indivíduos imperfeitos que encontram o amor e a disciplina que necessitam, para assumir seus verdadeiros lugares em seus respetivos mundos."[26]

Referências

  1. «Summer Wars' Mamoru Hosoda Makes 1st New Film in 3 Years» (em inglês). Anime News Network. 11 de dezembro de 2014 
  2. «バケモノの子(2015)». Allcinema (em japonês). Stingray. Consultado em 8 de março de 2016 
  3. «O Rapaz e o Monstro (2015)». FilmSPOT. Consultado em 3 de abril de 2016 
  4. a b Nielsen Souza (19 de outubro de 2016). «O Rapaz e o Monstro estreia na Netflix». ANMTV. Consultado em 19 de outubro de 2016 
  5. «Kōji Yakusho, Aoi Miyazaki, Shōta Sometani Star in Hosoda's The Boy and the Beast Film» (em inglês). Anime News Network. 12 de abril de 2015 
  6. «細田守監督「バケモノの子」声優に役所広司、宮崎あおい、染谷将太ら豪華俳優陣ずらり!» (em japonês). Eiga.com. 13 de abril de 2015 
  7. «広瀬すず「バケモノの子」ヒロインで声優初挑戦!細田守監督が絶賛「凄い才能」» (em japonês). Eiga.com. 13 de abril de 2015 
  8. Keslassy, Elsa (12 de dezembro de 2014). «Gaumont Dives Into Japanese Animation with Mamoru Hosoda's 'The Boy and The Beast' (EXCLUSIVE)» (em inglês). Variety 
  9. «細田守監督最新作は「バケモノの子」!フランスでの公開が既に決定» (em japonês). Eiga.com. 11 de dezembro de 2014 
  10. «Résumé de l'actualité : lundi 22 juin 2015» (em francês). Crunchyroll. 22 de junho de 2015 
  11. «Mamoru Hosoda's "The Boy and the Beast" Makes Official Consideration List For 88th Annual Academy Awards» (em inglês). PR Newswire. 11 de novembro de 2015 
  12. Keslassy, Elsa (15 de maio de 2015). «FUNimation Entertainment Acquires U.S. Rights To Mamoru Hosoda's 'The Boy and The Beast' (EXCLUSIVE)» (em inglês). Variety 
  13. Mayorga, Emilio (19 de junho de 2015). «Annecy: Gaumont to launch 'Boy and the Beast' Jan. 13» (em inglês). Variety 
  14. «When Marnie Was There London Screening Details» (em inglês). Otaku News. 1 de setembro de 2015 
  15. «Monstra 2016 - Filme do dia: "O Rapaz e o Monstro"». SAPO Mag. SAPO. 4 de março de 2016 
  16. «O rapaz e o monstro». Boa Cama, Boa Mesa. Portugal. 16 de fevereiro de 2016 
  17. «The Boy and the Beast Film Gets Canadian Screenings Starting on May 27» (em inglês). Anime News Network. 29 de fevereiro de 2016 
  18. «Umimachi Diary, Boy & the Beast, Bakuman Win Japan Academy Prizes» (em inglês). Anime News Network. 4 de março de 2016 
  19. Schilling, Mark (13 de julho de 2015). «Japan Box Office: 'Boy And The Beast' Opens Ahead of 'Terminator Genisys'» (em inglês). Variety 
  20. «Top 10 Grossing Domestic Japanese Films of 2015 Listed» (em inglês). Anime News Network. 1 de janeiro de 2016 
  21. «The Boy and the Beast» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 3 de abril de 2016 
  22. «The Boy And The Beast (Bakemono No Ko)» (em inglês). Rotten Tomatoes. Consultado em 3 de abril de 2016 
  23. «The Boy and the Beast» (em inglês). Metacritic. Consultado em 3 de abril de 2016 
  24. Eisenbeis, Richard (14 de julho de 2015). «The Boy and the Beast is the Anime Version of The Jungle Book» (em inglês). Kotaku 
  25. Webster, Andy (3 de março de 2016). «Review: In 'The Boy and the Beast,' Learning From Anime Animals» (em inglês). The New York Times 
  26. Solomon, Charles (3 de dezembro de 2015). «Review Animated 'Boy and the Beast' draws on emotional depth to rise above typical martial arts saga» (em inglês). Los Angeles Times 

Ligações externasEditar