Abrir menu principal
Baltazar Álvares
Interior da Igreja Jesuita de Coimbra, projeto de Baltazar Álvares
Nascimento 1560
Morte 1630 (70 anos)
Nacionalidade portuguesa
Ocupação arquiteto, jesuíta
Movimento Renascimento; Maneirismo; Estilo chão
Obras notáveis Igreja do Colégio Jesuíta de Coimbra, Mosteiro de São Bento da Saúde, Colégio de Santo Antão

Baltazar Álvares (1560-1630), foi um arquiteto português ativo entre os séculos XVI e XVII. Jesuíta, licenciou-se em Filosofia e Teologia nas universidades de Coimbra e Évora.[1]

ObraEditar

Em 1580, após a morte do arquiteto e seu possível tio Afonso Álvares, o Cardeal D. Henrique nomeia-o para o substituir no cargo de mestre de obras na comarca do Alentejo, onde trabalhou nas obras dos paços de Santarém, Almeirim e Salvaterra de Magos e no Mosteiro da Batalha.[1]

Em 1579 elabora o traçado do Colégio de Santo Antão para os jesuítas, em Lisboa (atualmente Hospital São José)[2], seguindo-se em 1598 o projeto para o Mosteiro de São Bento da Saúde na mesma cidade, onde atualmente funciona a Assembleia da República.[1]

Entre 1597 e 1624, Baltazar Álvares dirigiu as obras do Mosteiro de São Vicente de Fora, em Lisboa, e acredita-se que possa ter sido responsável pelo desenho da fachada.[3] Foi substituído por Pedro Nunes Tinoco em 1624.[1]

A influência de São Vicente de Fora é evidente na planta da Igreja do Colégio Jesuíta de Coimbra, atual Sé Nova, que foi projetada por Baltazar Álvares em 1598.[4][3]

Referências