Banco Central do Caribe Oriental

banco central

O Banco Central do Caribe Oriental é a autoridade monetária para os membros da Organização dos Estados do Caribe Oriental, com exceção das Ilhas Virgens Britânicas e da Martinica. Dois de seus principais mandatos são manter a estabilidade dos preços e do setor financeiro, atuando como um estabilizador e salvaguarda do sistema bancário no Caribe Oriental em que a moeda de toda a união momentaria é o Dólar do Caribe Oriental.[1]

HistóriaEditar

Foi fundado em outubro de 1983 com o objetivo de manter a estabilidade e a integridade da moeda e do sistema bancário da sub-região, a fim de facilitar o crescimento e o desenvolvimento equilibrados de seus Estados membros.

No início de 2015, o banco anunciou planos para eliminar a produção das peças de 1 e 2 centavos. A data foi finalizada em 1º de julho de 2015. Quando um motivo foi buscado, foi declarado que são necessários cerca de seis centavos para fazer um centavo e oito centavos para fazer a moeda de dois centavos centavo.

GovernançaEditar

O banco está sediado em Basseterre, St. Kitts, e atualmente é supervisionado por Timothy Antoine, o Governador do Banco. Antes de assumir seu cargo em fevereiro de 2016, o banco foi supervisionado pelo falecido Sir K. Dwight Venner. [2]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Schipke, Alfred; Cebotari, Aliona; Thacker, Nita (2013). The Eastern Caribbean Economic and Currency Union: Macroeconomics and Financial Systems. [S.l.]: International Monetary Fund. p. 381. Consultado em 17 de julho de 2019 (em inglês)  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. «About the Eastern Caribbean Central Bank». www.eccb-centralbank.org. Consultado em 2019-07-17 (em inglês)  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)