A banda L corresponde à faixa de frequências do espectro eletromagnético compreendidas entre 1 GHz e 2 GHz, conforme a definição adotada pelo Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos (IEEE).[1]

AplicaçõesEditar

RadioastronomiaEditar

A subfaixa que vai de 1,66 GHz a 1,67 GHz é alocada pela União Internacional de Telecomunicações (UIT) para a radioastronomia.[2]

RadioamadorismoEditar

Ao serviço de radioamador é alocada a subfaixa que vai de 1,24 GHz a 1,30 GHz.[3]

Televisão via satéliteEditar

A Banda L é utilizada principalmente para comunicação entre o LNB - que se localiza na antena para captar o sinal de satélite - e o aparelho receptor dos sinais.[carece de fontes?]

Referências

  1. National Academies of Sciences, Engineering, and Medicine (2015). Handbook of Frequency Allocations and Spectrum Protection for Scientific Uses (em inglês) 2 ed. Washington: The National Academies Press. p. 235. ISBN 978-0-309-37659-4. doi:10.17226/21774. Consultado em 14 de dezembro de 2022 
  2. «Database of Frequency Allocations» (em inglês). Institute of Electrical and Electronics Engineers. Consultado em 2 de janeiro de 2023 
  3. «Amateur HF Bands» (em inglês). União Internacional de Telecomunicações. Consultado em 2 de janeiro de 2023 


  Este artigo sobre Física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.