Abrir menu principal
Bandeira de Patos de Minas
Bandeira de Patos de Minas
Aplicação
Proporção 7:10
Adoção 25 de julho de 1972
Cores
  Branco
  Vermelho
  Azul
Descrição Esquartelada em cruz, sendo os quartéis de azul, constituídos por quatro faixas brancas carregadas de sobre-faixa vermelhas, dispostas dos vértices de um losango branco central, onde o brasão municipal é aplicado.

A bandeira de Patos de Minas, juntamente com o brasão e hino são os símbolos do município de Patos de Minas. A bandeira patense é retangular azul com um losango branco com o brasão de Patos de Minas em seu interior cruzado com faixas branco e vermelhas. Seu uso foi instituído pela Lei Municipal 1.232 de 1972.[1]

Índice

FormatoEditar

Seu formato oficial segue o mesmo da Bandeira do Brasil: 14 módulos de altura por 20 módulos de largura. É permitida a reprodução em formatos menores e em papel da bandeira para usos em festas cívicas.[1]

CoresEditar

As cores da bandeira são o azul, o branco e o vermelho, não sendo especificado por lei a sua tonalidade exata. Também estão presentes na bandeira o verde, o amarelo e o preto, integrantes do brasão municipal aplicado no centro da bandeira.[1]

A cor branca é símbolo de paz, amizade, trabalho, prosperidade, pureza, religiosidade.[1]

O vermelho é o símbolo de dedicação, amor-pátrio, audácia, intrepidez, coragem, valentia.[1]

O azul simboliza a justiça, nobreza, perseverança, zelo e lealdade.[1]

SimbologiaEditar

O Brasão, aplicado na bandeira representa o Governo Municipal e o losango branco onde é contido representa a própria cidade-sede do Município.[1]

As faixas brancas carregadas e sobre-faixas vermelhas, que partem das vértices do losango esquartelando a bandeira, representam a erradicação do Poder Municipal que se expande a todos os quadrantes de seu território.[1]

Os quartéis de azul, representam as propriedades rurais existentes no território municipal.[1]

Referências

  1. a b c d e f g h i Câmara Municipal de Patos de Minas (25 de julho de 1972). «Lei 1232/1972». Sistema de Apoio ao Processo Legislativo. Consultado em 1º de fevereiro de 2015 

Ver tambémEditar