Abrir menu principal
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:
Bandeiras de oração Lung Ta no Nepal
Bandeiras de oração nas Montanhas Qilian, China

Bandeira de oração ou bandeira de prece é o nome dado a bandeiras que contêm preces tibetanas escritas no seu pano. As bandeiras são penduradas numa corda ou colocadas num mastro.[1]

Existem dois tipos princiapais de bandeiras de oração, o Lung Ta (cavalo de vento") e o Jur Dar. Os crentes acreditam que o vento que faz ondular as bandeiras leva as bençãos das oraçoes impressas no pano, de forma que o vento fica abençoado e os seres que respiram o seu ar recebem as bençãos.

Índice

Lung TaEditar

Normalmente é oferecido para auxiliar no espírito, sucesso e sorte dos seres e possuem um cavalo desenhado no centro, e nos quatro cantos estao quatro animais misticos: Leão da Neve, Garuda, Dragão e Tigre. Representam quatro humanos e as quatro qualidades divinas de um ser humano elevado.

Quando os cavalos de vento tremulam com a brisa, suas preces e mantras são carregados na direçao do céu com a intençao de beneficiar todos os seres sencientes.

Jur DarEditar

São feitas para melhorar o mérito. Normalmente são oferecidas a outros seres que estão doentes ou morreram.[2] Então, a forma de um Jur Dar é de textos como o Sutra da Liberação, mantras ou orações para longevidade.

Não apresentam imagens de animais, apenas textos tibetanos. São preces e não são direcionados ao sucesso ou outros aspectos de qualidades mudanas. Os Jur Dar enviam as preces através do vento, repetindo-a constantemente. Quanto mais vento soprar nas orações, mais a prece terá sido repetida, sendo carregada e abençoando e preenchendo o ambiente.

CondiçõesEditar

Por causa da natureza sagrada das bandeiras, certas condições devem ser observadas:

  • Bandeiras de prece não devem tremular abaixo do nível dos olhos, nem tocar o chão.
  • Os dias auspiciosos para as bandeiras de prece serem hasteadas são o décimo dia seguinte à lua nova, o primeiro dia da lua cheia ou o décimo ou vigésimo quinto dias lunares do mes.
  • Em condiçoes normais, a bandeira pode durar de dois a três anos. Quando danificada, deve ser enterrada ou queimada.

Referências

  1. (em inglês) Timothy Clark, Radiant Heart: The Prayer Flag Tradition, prayerflags.com, acessado em 14 de agosto de 2016
  2. «Bhutan action over prayer flags» (html) (em inglês). BBC news. 1 de setembro de 2009. Consultado em 14 de agosto de 2016 

BibliografiaEditar

  • Barker, Dian (2003). Tibetan Prayer Flags. Connections Book Publishing. ISBN 1-85906-106-0.
  • Beer, Robert (2004). Encyclopedia of Tibetan Symbols and Motifs. Serindia Publications Inc. ISBN 1-932476-10-5
  • Wise, Tad (2002). Blessings on the Wind: The Mystery & Meaning of Tibetan Prayer Flags. Chronicle Books. ISBN 0-8118-3435-2.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bandeira de oração