Bandeira do Mississippi

bandeira estadual do Mississippi

A atual bandeira do Mississippi tem como elementos principais uma magnólia branca no centro e as palavras "In God We Trust" demonstradas em um faixa azul com bordas douradas à frente de uma faixa vermelha análoga. Esta bandeira foi escolhida pela comissão estadual para redesenhar a antiga e foi aprovada a partir de um referendo estadual ocorrido em 3 de novembro de 2020. Posteriormente, foi aprovada pela legislatura estadual em 6 de janeiro de 2021 e se tornou a bandeira oficial do estado no dia 11 do mesmo mês. Ela substitui então a bandeira anteriormente utilizada que exibia a insígnia da Guerra de Secessão dos Estados Unidos no canto superior esquerdo.[1][2][3][4]

Bandeira do Mississippi
{{{nome}}}
Proporção 5:8
Adoção 11 de janeiro de 2021
Criador Rocky Vaughan, Sue Anna Joe, Kara Giles, Dominique Pugh e Micah Whitson

Bandeiras antigasEditar

Bandeira de 1861Editar

Quando o Mississippi saiu da União a 9 de janeiro de 1861, como símbolo da independência, a bandeira da Flórida Ocidental foi hasteada sobre o edifício do capitólio em Jackson. A 26 de janeiro, o estado então adotou oficialmente uma nova bandeira, que incluía a bandeira da Flórida Ocidental no cantão e uma magnólia no centro do campo, ficando conhecida como a "bandeira da magnólia".

Bandeira de 2001Editar

A 17 de abril de 2001, um referendo para mudar a bandeira foi feito aos eleitores do Mississippi. A proposta pretendia substituir a bandeira de Guerra da Confederação por um cantão azul com 20 estrelas. O anel exterior de 13 estrelas representaria as Treze Colônias originais, o anel de seis estrelas representaria as seis nações que já foram soberanas do território do Mississippi. A estrela do meio, ligeiramente maior, representaria o próprio Mississippi. As vinte estrelas representariam também o estatuto do Mississippi de vigésimo membro dos Estados Unidos. A bandeira proposta foi claramente preterida na votação, numa relação de 65% para 35%.

Bandeira de 2020Editar

Em 2020, ano em que ocorreram diversos protestos contra o racismo impulsionados pela morte de George Floyd, ocorreu uma nova oportunidade para alterar a bandeira do estado. Após a aprovação da remoção da bandeira pelo congresso local, o governador Tate Reeves assinou uma lei que removia a então bandeira do estado (com o símbolo confederado) de edifícios públicos e iniciou os tramites para realizar um novo referendo de substituição da bandeira.[5][6][7][8]

O referendo ocorreu em 3 de novembro de 2020. O resultado foi 72,9% dos votos a favor da adoção de uma nova bandeira e 27,1% contra. Com isso, o Mississippi se tornou o último estado americano a retirar o símbolo dos Confederados de sua bandeira.[1][3][7]

Referências

  1. a b Pender, Geoff; November 3, Mississippi Today; 2020 (4 de novembro de 2020). «Mississippians adopt new state flag after Confederate emblem flew for 126 years». Mississippi Today (em inglês). Consultado em 30 de junho de 2021 
  2. «HB1796 (As Sent to Governor) - 2020 Regular Session». billstatus.ls.state.ms.us. Consultado em 30 de junho de 2021 
  3. a b «Mississippi governor signing law for flag without rebel sign». The Independent (em inglês). 11 de janeiro de 2021. Consultado em 30 de junho de 2021 
  4. «Mississippi governor signs bill changing state's flag, abandoning Confederate symbol». Washington Post (em inglês). ISSN 0190-8286. Consultado em 30 de junho de 2021 
  5. «Mississippi votes in favor of adopting new flag». www.cbsnews.com (em inglês). Consultado em 30 de junho de 2021 
  6. «Mississippi votes to strip Confederate emblem from state flag». BBC News (em inglês). 29 de junho de 2020. Consultado em 30 de junho de 2021 
  7. a b «Mississippi Statewide Measure 3 Election Results: Approve a Redesigned State Flag». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 30 de junho de 2021 
  8. «Eleitores do Mississippi aprovam nova bandeira sem símbolo confederado». G1. Consultado em 30 de junho de 2021 
  Este artigo sobre vexilologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.