Banjarmasin

Indonésia Banjamarsin

Bandjermasin • Bandjarmasin • Bandarmasih • Banjar-Masih

 
  Cidade  
Banjarmasin Montage.jpg
Símbolos
Selo de Banjamarsin
Selo
Lema Kayuh Baimbai ("Remando Juntos")
Apelido(s) Kota Seribu Sungai ("Cidade dos Mil Rios")
Veneza do Oriente
Localização
Banjamarsin está localizado em: Indonésia
Banjamarsin
Localização de Banjamarsin na Indonésia
Localização em mapa dinâmico
Coordenadas 3° 20' S 114° 35' E
Província Kalimantan Meridional
Características geográficas
Área total 98,46 km²
 • Área metropolitana 3404.46 km²
População total (2010) [1] 625 395 hab.
 • Estimativa (2018) 722 357
Densidade 6 351,8 hab./km²
Altitude 1 m
Fuso horário UTC+8
Website banjarmasinkota.go.id

Banjarmasin, também conhecida por Bandjermasin, Bandjarmasin, Bandarmasih e Banjar-Masih, é uma cidade da Indonésia e antiga capital de um importante sultanato. Atualmente é a capital da província de Kalimantan do Sul, Indonésia. Está localizada numa ilha de um delta próximo da junção dos rios Barito e Martapura, pelo que a cidade é por vezes chamada de "Cidade dos Rios". A sua população em 2015 era de 674 739 habitantes, sendo 98% da população residente na área urbana.[1][2]

HistóriaEditar

Banjarmasin foi uma das terras tributárias do Império de Majapait em Java Oriental citada por Nagarakertagama, um poema épico escrito em 1365 na época do rei Hayam Wuruk (reinado 1350-1389). Vestígios do período Majapait foram encontrados na província.

A islamização de Banjarmasin é favorecida pela ascensão do reino muçulmano de Demak na costa norte de Java no início do século XVI. A Companhia Holandesa das Índias Orientais (VOC) abriu um posto comercial em 1606. Na década de 1620, o sultão Agung de Mataram em Java queria atacar Banjarmasin e pediu o apoio naval da VOC, que o recusou. Banjarmasin acabaria tornando-se vassalo de Mataram, mas a emancipação veio em 1659.

Em 1733, uma frota de piratas de Bugis atacou Banjarmasin sem êxito. O declínio doa VOC no final do século XVIII permitiu um renascimento das redes comerciais asiáticas, muçulmanas e chinesas, favorecendo o desenvolvimento de Banjarmasin.[3]

Em 1800, o governo holandês assumiu os ativos da VOC, declarada falida. A partir de 1815, a luta holandesa passou ao ataque a "piratas malavistas" que saqueavam a costa de Java. Essas campanhas serviram de desculpa para atacar os sultanatos malaios, incluindo Banjarmasin. Entre 1817 e 1821, o sultão teve que abandonar os territórios aos holandeses, que começaram a minar minas de carvão em 1846.

Banjarmasin foi ocupada pelo império japonês em 10 de fevereiro de 1942, em função de seus aeroportos que permitiriam aos japoneses controlar o mar de Java.[4]


EconomiaEditar

A economia de Banjarmasin, antigamente baseada principalmente no extrativismo, atualmente transiciona para depender mais de serviços e comércio.[5] O transporte aquático é uma das principais atividades econômicas da cidade, e o mercado flutuante indica a importância da atividade.[6]

Referências

  1. a b Biro Pusat Statistik, Jakarta, 2011.
  2. «Kota Banjarmasin (City, Indonesia) - Population Statistics, Charts, Map and Location». www.citypopulation.de. Consultado em 15 de outubro de 2019 
  3. Long, George (1835) The Penny Cyclopædia of the Society for the Diffusion of Useful Knowledge: v. 1-27. (C. Knight). Vol. 3, p.375.
  4. «The capture of Bandjermasin». dutcheastindies.webs.com. Consultado em 15 de outubro de 2019 
  5. «Kota Kita». www.kotakita.org. Consultado em 15 de outubro de 2019 
  6. https://www.cpij.or.jp/com/ac/reports/16_278.pdf
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Banjarmasin
  Este artigo sobre Geografia da Indonésia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.