Abrir menu principal
Barro
  Município do Brasil  
Hino
Gentílico barrense
Localização
Localização de Barro no Ceará
Localização de Barro no Ceará
Barro está localizado em: Brasil
Barro
Localização de Barro no Brasil
Mapa de Barro
Coordenadas 7° 10' 37" S 38° 46' 55" O
País Brasil
Unidade federativa Ceará
Municípios limítrofes Norte: Aurora; Sul: Mauriti; Leste; estado da Paraíba; Oeste –Milagres.
Distância até a capital 524 km
História
Fundação 22 de novembro de 1951 (68 anos)
Aniversário 22 de novembro
Administração
Prefeito(a) José Marquinélio Tavares (DEM, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 709,655 km²
População total (IBGE/2010[2]) 21 556 hab.
Densidade 30,38 hab./km²
Clima Semiárido
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 63380-000
Indicadores
IDH (PNUD/2000[3]) 0,658 médio
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 73 380,915 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 3 424,37

Barro é um município brasileiro do estado do Ceará, localizado na Microrregião de Barro, mesorregião do Sul Cearense. Era distrito do município de Milagres. É cortado pela BR-116, uma das mais importantes do Brasil. Segundo o IBGE, em 2009 sua população era estimada em 21.556 habitantes.

EtimologiaEditar

O topônimo Barro é uma alusão à fazenda Barro. Sua denominação original é Barro, sem modificações no decorrer dos tempos.[5]

HistóriaEditar

As terras localizada entre às margens do riacho do Cumbe e o rio das Cuncas, eram habitadas pelos índios Kariri[6], antes da chegada das entradas no interior brasileiro durante o século XVII.

Os integrantes das entradas, militares e religiosos, mantiveram os primeiros contatos com os nativos, estudaram todas as regiões do Cariri, catequizaram os indígenas e os ajuntaram em aldeamentos ou missões.

Os resultados destes contatos e descobrimentos desencadearam notícias que na região tinha ouro em abundância e em seguida desencadeou-se uma verdadeira corrida para os sertões brasileiros, onde famílias oriundas de Portugal, sonhando com as riquezas de terras inexploradas e com a esperança de encontrar o minério, que as levariam a aumentar o seu patrimônio material, além de aumentar o seu prestigio pessoal com a corte portuguesa.

A busca do metal precioso, nas ribanceiras do Rio Salgado, trouxe para a região do Sertão do Cariri, a colonização e com consequência a doação de sesmarias, o que permitiu o surgimento de lugarejos e vilas.

Deste contexto surge Barro, um núcleo urbano que cresce ao redor da fazenda Barro, que na época do cangaço desempenha um papel importante[7].

PolíticaEditar

A administração municipal localiza-se na sede: Barro.

GeografiaEditar

SubdivisãoEditar

O município tem oito distritos: Barro (sede), Brejinho, Cuncas, Engenho Velho, Iara, Monte Alegre, Santo Antônio, Serrota e Riachão. Sendo o distrito de Cuncas o distrito mais desenvolvido e com maior número de habitantes.

ClimaEditar

O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005. Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico, o índice de aridez e o risco de seca.[8]

Dados climatológicos para Barro
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 31,8 30,8 29,8 29,2 28,7 28,6 28,9 30,1 31,5 32,5 32,6 32,5 30,6
Temperatura média (°C) 26,6 26 25,4 24,9 24,2 23,7 23,6 24,3 25,5 26,4 26,8 26,9 25,4
Temperatura mínima média (°C) 21,4 21,2 21 20,7 19,8 18,8 18,3 18,6 19,6 20,4 21 21,4 20,2
Precipitação (mm) 121 177 224 174 55 29 15 5 8 14 23 51 896
Fonte: Climate Data.[9]

Hidrografia e recursos hídricosEditar

O município é bem dotado de recursos hídricos de rios (Cuncas) e riachos (dos Antas, dos Cavalos, Cumbe e outros), deságuam no Rio Salgado. No vale do Rio das Cuncas, localiza-se o maior reservatório de água o Açude Prazeres, com capacidade de 32,000,000 m³.

Relevo e solosEditar

Situado ao lado sudoeste da Chapada do Araripe, possui dois tipos principais de solo: latossolo e sedimentar.As principais elevações são: serras: Serra do Araripe.

Já a bacia sedimentar se caracteriza por formar aquíferos, existem várias fontes de água espalhadas por toda a área da chapada. Suas principais elevações são a serra do Ouricuri e o serrote Cachimbo.

VegetaçãoEditar

A vegetação é bastante diversificada, apresentando domínios de cerradão, caatinga e cerrado.

Sítio QueimadasEditar

Localizado na zona rural do município, o sítio Queimadas fica próximo da divisa com o Estado da Paraíba. Possui pequenos comércios, grandes açudes e tem como forte característica a pecuária e a agricultura. Caracteriza-se também pelas belezas naturais, demonstrando todo o charme da caatinga e a simpatia e receptividade do povo barrense.

EconomiaEditar

Sua renda está voltada para a agricultura, principalmente para o cultivo do milho, feijão, algodão e frutas tropicais. Pecuária e ainda 12 indústrias: uma de perfumaria, sabão e vela, uma de vestuário, calçados e artigos de tecidos, peles e couro, uma têxtil, duas de madeira, uma de produtos minerais não metálicos, uma de química, uma metalúrgica, uma de produtos alimentares e uma de serviços de construção.

O turismo religioso está em crescente na cidade. Com a criação do Santuário da Divina Misericórdia em 7 de abril de 2013, com a presença de mais de seis mil fiéis de diferentes estados, o município entra de vez no roteiro turístico religioso brasileiro.

Barro é a cidade natal da empresária Sylvia Design, nacionalmente famosa por sua rede de lojas de utilidades domésticas.

CulturaEditar

 
vista da igreja matriz

O principal evento cultural é festa do padroeiro Santo Antônio (13.06); Carnaval de rua; Vaquejada, Cavalgada, Semana do Município, Festa do padroeiro São Sebastião em Cuncas que é a maior festa do município onde existe há mais de 150 anos.

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. [1]
  6. Sebok. Lou, Atlases published in the Netherlands in the rare atlas collection. Compiled and edited by Lou Seboek. National Map Collection (Canada), Ott
  7. [2]
  8. «Ministério da Integração Nacional, 2005. Nova delimitação do semiárido brasileiro» .
  9. «Clima: Barro». Climate Data. Consultado em 20 de outubro de 2014 

Ligações externasEditar