Abrir menu principal

Barrocal Algarvio

raça do cão
Barrocal Algarvio
País de origem Portugal Portugal
Características
Classificação e padrões
Federação Cinológica Internacional
Grupo 5
Seção 7 - Cães de caça do tipo primitivo

O cão do Barrocal Algarvio é uma raça de cão de Portugal.[1]

OrigemEditar

Raça oriunda dos tempos faraônicos, de uma raça - o galgo egípcio - que foi difundido por toda a bacia mediterrânica, por fenícios e berberes. Alcançou grande prosperidade entre os habitantes do Algarve, a região mais a sul de Portugal continental, sobretudo a nível da sub-região do Barrocal, que apresenta características geofísicas sui generis. Sua principal presa, era o coelho bravo, bastante comum na região de pedras e clima inóspito. Este foi o habitat onde ao longo de gerações de caçadores foi-se apurando os instintos cão. Na década de 1960, esteve à beira da extinção devido a introdução em massa de cães de outras raças.

AtualidadeEditar

José Afonso Correia, considerado veterano matilheiro do Algarve, iniciou uma tentativa de recuperação e reintegração da raça, nascia a Associação de Criadores do Cão do Barrocal Algarvio, onde ficou decido entre outras informações, a denominação Cão do Barrocal Algarvio enfatizando sua identificação geográfica.

CaracterísticasEditar

Possui pêlos compridos e macios, em especial na cauda. Notável caçador, tanto em acoamento como montarias, o Cão do Barrocal Algarvio foi usado ao longo dos tempos pelos caçadores do Algarve.

MorfologiaEditar

  • Cabeça – Levantada, leve e fina, com stop ligeiramente pronunciado. O crânio é um pouco mais curto o chanfro nasal;
  • Olhos – Semi-oblíquos em forma de amêndoa, devido à intensidade de iluminação solar da região. O cor predominante é o castanho;
  • Orelhas – Implantação alta, eretas e pontiagudas piramidal;
  • Pescoço – Médio comprimento;
  • Linha dorsal – semi-arqueada;
  • Tórax – de média profundidade;
  • Membros – Secos, fortes;
  • Ventre – ligeiramente arregaçado;
  • Cauda – comprida, chegando abaixo dos corvilhões, em alerta, forma uma bandeira, daí a designação de cão Abandeirado.
  • Pêlo – liso e médio, muito macio.
  • Cores – Amarelos (claro, escuro e fulvo), preto, castanho (claro e escuro), branco unicolor ou malhado, conjugando qualquer das cores anteriores;
  • Altura – Macho 45/55 cm; fêmea 40/50 cm;
  • Peso – Macho 20/25 kg; fêmea 15/20 kg.

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Cão do Barrocal Algarvio». Caodobarrocalalgarvio.com 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre cães é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.