Abrir menu principal

Batalha Naval dos Abrolhos

Vista II de la Batalla Naval de Pernambuco (1632), de Juan de la Corte, exposta no Museu Naval de Madrid.

A Batalha Naval dos Abrolhos, também referida como Batalha Naval de Pernambuco, foi um confronto travado na costa de Pernambuco em 12 de setembro de 1631, quando uma esquadra luso-espanhola, com 19 navios de guerra que comboiavam mais 35 embarcações sob o comando de António Oquendo, enfrentou uma esquadra holandesa, com 18 embarcações de guerra e sob o comando de Adrien Hanspater.[1][2][3]

Após cerca de sete horas de confronto, os holandeses perderam três navios e o restante das embarcações dispersaram-se. Os holandeses recuaram e saíram da cidade de Olinda para unir forças na cidade de Recife, por temerem um ataque duplo (terrestre e naval). Quanto à esquadra de António Oquendo, esta cumpriu a sua missão de desembarcar reforços para o arraial do Bom Jesus e a capitania de Pernambuco.[3]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Wars of the Americas: A Chronology of Armed Conflict in the Western Hemisphere, 1492 to the Present, Volume 2» (em inglês). Google Livros. Consultado em 19 de maio de 2016 
  2. «La batalla de Pernambuco: seis cuadros ilustran la victoria de la Armada española sobre Holanda» (em espanhol). Banco Bilbao Vizcaya Argentaria. Consultado em 20 de setembro de 2019 
  3. a b «Combates Navais: 1631: batalha naval dos abrolhos». Marinha de Portugal. Consultado em 20 de setembro de 2019 
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Batalha Naval dos Abrolhos