Abrir menu principal

Batalha de Bennington

Batalha de Bennington
Guerra de Independência dos Estados Unidos
Battle of Bennington 1777.jpeg
Data 16 de agosto de 1777
Local Bennington, Vermont
Desfecho Vitória americana[1][2]
Beligerantes
Us flag large Betsy Ross.png Estados Unidos
Flag of the Vermont Republic.svg República de Vermont
Flag of Great Britain (1707–1800).svg Reino da Grã-Bretanha
Comandantes
Us flag large Betsy Ross.png John Stark
Flag of the Vermont Republic.svg Seth Warner
Flag of Great Britain (1707–1800).svg Friedrich Baum
Flag of Great Britain (1707–1800).svg Heinrich von Breymann
Forças
2 000 (Stark)
350 (Warner)
800 (Baum)
550–650 (Breymann)
Baixas
30 mortos
40 feridos
207 mortos
700 capturados

A Batalha de Bennington foi um confronto militar travado durante a Guerra de Independência dos Estados Unidos que aconteceu em 16 de agosto de 1777, em Walloomsac, Nova Iorque, a cerca de 16 km da cidade de Bennington, Vermont, como parte da campanha de Saratoga. Uma força de 2 000 rebeldes americanos, vindos de New Hampshire e Massachusetts, liderados pelo general John Stark, reforçado por milicianos sob comando do coronel Seth Warner, decisivamente derrotou um destacamento do exército do comandante inglês John Burgoyne. Este destacamento era liderado pelo tenente-coronel Friedrich Baum.[3][4]

Os homens do general Baum (um alemão) eram uma força mista de 700 soldados de cavalaria desmontados de Brunsvique, mais canadenses, lealistas e índios. Ele foi enviado por Burgoyne para atacar a cidade de Bennington, em Vermont, em uma região rica em suprimentos. Acreditando que a área era pouco defendida, Burgoyne e Baum avançaram sem ter conhecimento que o general Stark e cerca de 1 500 combatentes estavam posicionados por lá. Após um confronto inicial, a situação se acalmou por um tempo em um impasse. Contudo, os homens de Stark envolveram a posição de Baum, fazendo muitos prisioneiros. Ambos os lados receberam alguns reforços, mas os americanos mantiveram a iniciativa e lançaram-se em impetuosos ataques, com Warner e Stark empurrando as tropas de Breymann para atrás. Os britânicos e alemães sofreram pesadas baixas na luta, com o próprio Baum morrendo em combate.[5]

O resultado da batalha foi importante para os americanos, reduzindo o tamanho do exército de Burgoyne para apenas 1 000 homens, persuadindo também as tribos indígenas a abandona-lo e ainda o privou de suprimentos extras e cavalos. Estes fatores contribuíram muito para a derrota de Burgoyne em Saratoga. Assim, ao fim de 1777, a situação da guerra havia melhorado e o ânimo dos americanos subiu. Mais importante, estas vitórias convenceram a França a entrar na guerra ao lado dos rebeldes americanos.[6]

Referências

  1. "Literary Encyclopedia - British defeated at Bennington". Litencyc.com. Página acessada em 11 de setembro de 2015.
  2. "Battle of Bennington (United States history)". Britannica.com. Página acessada em 11 de setembro de 2015.
  3. Crockett, Walter Hill (1921). Vermont: The Green Mountain State, volume 2. New York: The Century history company. OCLC 9412165 
  4. «Bennington Battlefield». National Historic Landmark summary listing. National Park Service. Consultado em 12 de setembro de 2015 
  5. Nickerson, Hoffman (1967). The Turning Point of the Revolution. Port Washington, NY: Kennikat. OCLC 549809 
  6. Ketchum, Richard M (1997). Saratoga: Turning Point of America's Revolutionary War. New York: Henry Holt. ISBN 978-0-8050-6123-9. OCLC 41397623