Batalha de Isly

A Batalha de Isly foi travada em 14 de Agosto de 1844 entre a França e Marrocos, perto do Rio Isly. As forças francesas sob o marechal Thomas Robert Bugeaud derrotaram uma força Marroquina muito maior, mas mal organizada, sob Maomé IV, filho do sultão Abd Rahman. Bugeaud, tentando completar a conquista Francesa da Argélia, instigou a batalha sem uma declaração de guerra, a fim de forçar as negociações relativas ao apoio Marroquino para o líder da resistência argelina Abd el-Kader para concluir em termos favoráveis aos Franceses.

Batalha de Isly
Parte da Guerra Franco-Marroquina
Vernet - Bataille d'Isly - 1846.jpg
Battle of Isly, pintura a óleo de Horace Vernet
Data 14 de agosto de 1844
Local Perto de Ujda, Marrocos
Desfecho Vitória francesa
Beligerantes
 França  Marrocos
Comandantes
Monarquia de Julho Thomas Robert Bugeaud Marrocos Maomé IV
Forças
11 000 soldados 20 000-25 000 cavalarias
Baixas
27 mortos
99 feridos[1]
800 mortos
11 canhões

Bugeaud, que recuperou a tenda e o guarda-chuva do comandante Marroquino (o equivalente a capturar um standard militar numa guerra Europeia), tornou-se Duque de Isly com a sua vitória.

No dia seguinte à batalha, o Bombardeio de Mogador começou.[2]

Referências

  1. Pierre Montagnon, The conquest of Algeria: The seeds of discordie, 2012.
  2. E.J. Brill's first encyclopaedia of Islam, 1913-1936, Volume 9 Martijn Theodoor Houtsma p.550

Ligações externasEditar