Abrir menu principal
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:
Batalha de Tabsor
Primeira Guerra Mundial
Campanha do Sinai e Palestina
Batalha de Sarom
AWMB03305Anebta.jpg
Fotografia de Anabta, estrada entre Tulcarém e Nablus, em 1918
Data 19 e 20 de setembro de 1918
Local Sistema de trincheiras entre Tabsor e Et Tire
Desfecho Vitória das forças do Império Britânico
Beligerantes
 Império Britânico

    Reino Unido

    Índia britânica
 Império Otomano

 Império Alemão

Comandantes
Reino Unido Edmund Allenby

Reino Unido Edward Bulfin

Império Alemão Liman von Sanders

Império Otomano Fevzi Çakmak

Império Otomano Cevat Çobanlı

Império Alemão Gustav von Oppen
Unidades
Força Expedicionária Egípcia
  • Corpo XXI: 3.ª (Lahore), 7.ª (Meerut) e 75.ª divisões
Grupo de Exércitos Yıldırım
   
Tabsor está localizado em: Israel
Tabsor
Localização de Tabsor em Israel

A Batalha de Tabsor, travada em 19 e 20 de setembro de 1918, fez parte da Batalha de Sarom, que juntamente com a batalha de Nablus, constituiu a Batalha de Megido, travada entre 19 e 25 de setembro, nos últimos meses da Campanha do Sinai e Palestina da Primeira Guerra Mundial.

Durante a Batalha de Tabsor, a 3.ª (Lahore) e 7.ª (Meerut) divisões de infantaria indianas e a 75.ª Divisão britânica atacaram as forças entrincheiradas do Oitavo Exército otomano que defendiam Tabsor. Estas defesas situavam-se na secção central da linha da frente atribuída ao Corpo XXI britânico, do qual fazem parte as divisões atacantes. À sua esquerda foi travada a Batalha de Tulcarém e à direita a Batalha de Arara. Juntamente com a fase de cavalaria, estas batalhas formaram a Batalha de Sarom.

DescriçãoEditar

A Batalha de Tabsor começou com uma intensa barragem de artilharia, durante a qual três divisões de infantaria do Corpo XXI da Força Expedicionária Egípcia atacaram as defesas de Tabsor, o único sistema contínuo de trincheira e reduto na linha da frente otomana. À medida que avançavam, o flanco esquerdo era protegido pela 60.ª Divisão, que avançou para norte ao longo da costa até Narel Falique, antes de capturar Tulcarém, o quartel-general do Oitavo Exército otomano. O flanco direito foi protegido pela 54.ª Divisão (East Anglian) e pelo Destacamento Francês da Palestina e da Síria na saliência de Rafat. Do lado otomano-alemão estavam quatro divisões do Oitavo Exército: a 7.ª, 20.ª e 46.ª divisões de infantaria otomanas e a 19.ª Divisão do Corpo da Ásia.

No fim do primeiro dia de combates, a 7.ª Divisão otomana tinha sucumbido e a linha da frente otomana (que anteriormente se estendia de leste para oeste até à costa), tinha sido empurrada e curvada na direção norte-sul. O Sétimo Exército otomano, posicionado mais atrás das linhas, foi forçado a retirar para guarnecer a nova linha da frente quando o Oitavo Exército foi flaqueado.

Notas e referênciasEditar

BibliografiaEditar

  • Blenkinsop, Layton John; Rainey, John Wakefield, eds. (1925), History of the Great War Based on Official Documents Veterinary Services, London: H.M. Stationers, OCLC 460717714 
  • Bou, Jean (2009), Light Horse: A History of Australia's Mounted Arm, ISBN 978-0-521-19708-3, Australian Army History, Port Melbourne: Cambridge University Press 
  • Bruce, Anthony (2002), The Last Crusade: The Palestine Campaign in the First World War, ISBN 978-0-7195-5432-2, London: John Murray 
  • Carver, Michael (2003), The National Army Museum Book of The Turkish Front 1914–1918: The Campaigns at Gallipoli, in Mesopotamia and in Palestine, ISBN 978-0-283-07347-2, London: Pan Macmillan 
  • Cutlack, Frederic Morley (1941), The Australian Flying Corps in the Western and Eastern Theatres of War, 1914–1918, Official History of Australia in the War of 1914–1918, Volume VIII 11th ed. , Canberra: Australian War Memorial, OCLC 220900299 
  • Erickson, Edward J. (2001), Ordered to Die: A History of the Ottoman Army in the First World War, No. 201 Contributions in Military Studies, Westport Connecticut: Greenwood Press, OCLC 43481698 
  • Erickson, Edward J. (2007), Gooch, John; Reid, Brian Holden, eds., Ottoman Army Effectiveness in World War I: A Comparative Study, ISBN 978-0-203-96456-9, No. 26 of Cass Series: Military History and Policy, Milton Park, Abingdon, Oxon: Routledge 
  • Falls, Cyril (1930), Military Operations Egypt & Palestine from June 1917 to the End of the War, Official History of the Great War Based on Official Documents by Direction of the Historical Section of the Committee of Imperial Defence, Volume 2 Part II, London: H.M. Stationery Office, OCLC 256950972 
  • Gullett, Henry S.; Barnet, Charles; Baker (Art Editor), David, eds. (1919), Australia in Palestine, Sydney: Angus & Robertson, OCLC 224023558 
  • Hill, Alec Jeffrey (1978), Chauvel of the Light Horse: A Biography of General Sir Harry Chauvel, GCMG, KCB, Melbourne: Melbourne University Press, OCLC 5003626 
  • Keogh, E. G.; Joan Graham (1955), Suez to Aleppo, Melbourne: Directorate of Military Training by Wilkie & Co., OCLC 220029983 
  • Maunsell, E. B. (1926), Prince of Wales’ Own, the Seinde Horse, 1839–1922, Regimental Committee, OCLC 221077029 
  • Powles, C. Guy; A. Wilkie (1922), The New Zealanders in Sinai and Palestine, Official History New Zealand's Effort in the Great War, Volume III, Auckland: Whitcombe & Tombs, OCLC 2959465 
  • Wavell, Archibald (1968) [1933], «The Palestine Campaigns», in: Sheppard, Eric William, A Short History of the British Army 4th ed. , London: Constable & Co., OCLC 35621223 
  • Woodward, David R. (2006), Hell in the Holy Land: World War I in the Middle East, ISBN 978-0-8131-2383-7, Lexington: The University Press of Kentucky 


  Este artigo sobre batalhas (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.