Abrir menu principal

Battle in Seattle

filme de 2007 dirigido por Stuart Townsend
Battle in Seattle
Battle in Seattle
Batalha em Seattle (PRT)
Batalha de Seattle (BRA)
Estados Unidos
2007 •  cor •  100 min 
Direção Stuart Townsend
Roteiro Mary Aloe
Elenco André Benjamin
Jennifer Carpenter
Woody Harrelson
Martin Henderson
Ray Liotta
Connie Nielsen
Michelle Rodriguez
Channing Tatum
Charlize Theron
Género ação e drama
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Battle in Seattle (Batalha em Seattle(título em Portugal) ou Batalha de Seattle (título no Brasil)) é um longa-metragem político de ação lançado em 2007[1] marca a estreia do diretor Stuart Townsend. Seu enredo trata de diferentes personagens fictícios que participam das manifestações contra reunião da OMC em Seattle em 1999. O filme estreou 22 de Maio de 2008 no Festival Internacional de filmes de Seattle.

EnredoEditar

O filme retrata o protesto em 1999, mostra como milhares de ativistas chegaram em massa a Seattle em Washington para protestar a Conferência Ministerial WTO (Organização de Comércio Mundial). A OMC é considerada pelos protestantes contribuinte do alargamento da disparidade socioeconômica entre ricos e pobres ao mesmo tempo em que esta afirma participar do processo para que a disparidade, fome mundial, doenças e morte diminuam. O filme dá um zoom em vários personagens fictícios durante estes cinco dias de 1999, como manifestantes que protestaram no encontro da OMC nas ruas de Seattle. O filme retrata conflitos entre os protestantes pacíficos e a minoria cometendo deterioração de propriedades, conhecidos como Black Bloc, os quais tiveram suas ações cobertas vastamente pela mídia. Apesar do início pacífico do protesto com intuito de parar a discussão da OMC, a polícia passou a infringir a multidão com gás lacrimogênio quando a essa se negou a sair das ruas e assim a situação se transformou em tumulto total e Estado de Emergência que encurralou os protestantes conta o Departamento de Polícia de Seattle e a Guarda Nacional.

ElencoEditar

Mesmo filme sendo baseado em eventos reais, os personagens são fictícios.

Locais de gravaçãoEditar

Recepção do FilmeEditar

O filme recebeu análises mistas dos críticos, recebendo 54% de classificação positiva de diversas análises do site Rotten Tomatoes, de Janeiro de 2016. O consenso crítico foi que o filme, apesar de “Bem intencionado e passional, este documentário dramático sobre protestos contra OMC de 1999 dá mais ênfase em política do que no desenvolvimento das personagens”[2]. A New york magazine chamou o filme de “um triunfo”[3] ao mesmo tempo crítico do Chicago Sun-Times, Roger Ebert deu ao filme 3 de 4 estrelas e o descreveu como “ nem um documentário, nem um drama, mas interessante mesmo assim” e o comparou com antigos filmes políticos como Medium Cool[4]. De acordo com EW.com, o filme “parece um filme de TV ruim: um drama baseado nos protestos que interromperam OMC de 1999 em realizada em Seattle. Ainda assim, Stuart Townsend recria tudo com paixão e habilidade.”[5] O filme também recebeu críticas positivas do  The Hollywood Report e da Variety[6]

Apesar do diretor Stuart Townsend salientar a intenção de relatar os eventos do protesto com precisão, o filme foi criticado grupo anarquista CrimethInc. pelo o que entenderam como relato sensacionalista dos eventos. Em um panfleto intitulado “ And What About Tomorrow?” (E sobre amanhã?), o grupo alega que os protestos foram caracterizados no filme como uma revolta isolada e espontânea na qual um “pequeno grupo marginal” de anarquistas black blocs “roubam o show” enquanto que CrimethInc. afirmam que "os anarquistas estavam envolvidos em todos aspectos do protesto” incluindo organização não violenta e Food Not Bombs (Comida, não Bombas), e creditam a adoção de táticas de ação anarquista direta com o sucesso do levante. Uma análise publicada pelo Anarkismo elogiou filme como “claramente bem pesquisado”, citando o andamento temporal e narrativa geral bem precisa, mas criticou a apresentação da política anarquista como unidimensional e caricata.

Ligações externasEditar

  • PT Gate: Sinopse e ficha técnica do filme «Batalha em Seattle» (em português) A Batalha de Seattle conta a trágica situação que ocorreu na reunião da Organização Mundial do Comércio em Seattle, em 1999, onde cerca de 100 mil manifestantes causou estragos na cidade. Durante esses dias, dezenas de milhares de pessoas tomaram de assalto as ruas em protesto contra a poderosa organização supranacional. O que começou como um protesto antiglobalização pacífica, exigindo a cessação das conferências da OMC, tornou-se um tumulto, que finalmente forçado a proclamar o estado de emergência, o que levou à adoção de uma postura de combate contra o Departamento de Polícia de Seattle e a Guarda Nacional por uma massa de manifestantes pacíficos desarmados. A partir destes fatos, "Battle in Seattle" entrelaça diferentes pontos de vista da sociedade, desde os manifestantes e a polícia interveio para delegados na conferência e aqueles que intencionalmente ou acidentalmente, estavam envolvidos na batalha nas ruas de Seattle. Trabalho feito por Gabrielle Gregui, Thailety, Dani,Leo, Jhejhe, Alex, Erlleys, focalice e Viny locão.
  Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.