Abrir menu principal
Beatriz Batarda
Nome completo Beatriz da Silveira Moreno Batarda Fernandes
Outros nomes Beatriz Moreno
Nascimento 11 de abril de 1974 (45 anos)
Londres, Reino Unido
Nacionalidade portuguesa
Ocupação Atriz
Prémios Sophia
2014 - Melhor Atriz Secundária
Globos de Ouro
2004 - Cinema: Melhor Actriz
Outros prémios
2003 - Festival de Cinema de Angra do Heroísmo: Prémio à Interpretação Feminina
2011 - Prémio Autores : Cinema: Melhor Atriz
Nomeações
2012 - Prémio Autores : Cinema: Melhor Atriz

Beatriz da Silveira Moreno Batarda Fernandes, conhecida como Beatriz Batarda, ComIH (Londres, 11 de abril de 1974) é uma actriz portuguesa.

BiografiaEditar

Beatriz da Silveira Moreno Batarda Fernandes nasceu em 11 de abril de 1974, em Londres, no Reino Unido, filha do pintor Eduardo Batarda e prima da atriz Leonor Silveira.[1]

Cresceu em Lisboa, onde frequentou o Lyceé Français Charles Lepierre e estudou Design no IADE.[1] Participou, ainda em criança, em E agora, Maria?(1979).[1] Posteriormente regressou a Londres, para frequentar a Guildhall School of Music and Drama, onde se graduou em teatro, em 2000, recebendo a medalha de ouro do curso.[1]

Estreou-se no cinema, com Tempos Difíceis, uma longa-metragem de João Botelho (1988), a que se seguiriam participações em Vale Abraão (1993), A Caixa (1994), de Manoel de Oliveira ou Elas (1997) de Luís Galvão Teles.[1][2]

Em 1998, Beatriz Batarda foi escolhida para integrar o programa Shooting Stars, da European Film Promotion, uma iniciativa de revelação de novos talento do cinema europeu.[1][3]

Ainda no cinema, constam ainda da sua filmografia películas como Quaresma (2003) de José Álvaro Morais, A Costa dos Murmúrios (2004) de Margarida Cardoso, Alice (2005) de Marco Martins ou Duas Mulheres (2009) de João Mário Grilo.[1][2]

No teatro estreou-se como actriz em 1994, com a companhia do Teatro da Cornucópia com O Conto de Inverno de Shakespeare. Como encenadora, a sua estreia deu-se, também na Cornucópia, em 2010 como Olá e Adeusinho de Athol Fugard.[4]

Beatriz Batarda foi casada e teve duas filhas com o compositor Bernardo Sassetti até morte deste, aos 41 anos, em maio de 2012.[5] Em novembro de 2014, após de dois anos de relação com o humorista Bruno Nogueira nasceria a sua terceira filha, Luísa.[6]

Em 2018, estreia-se como atriz de série de televisão em Portugal com Sara, transmitida na RTP2.[7]

FilmografiaEditar

CinemaEditar

Ano Título Ref.
1979 E Agora Maria? [1]
1988 Tempos Difíceis [1][2]
1993 Vale Abraão [1][2]
1994 A Caixa [1][2]
1996 Dois Dragões [2]
1997 Elas [1]
1997 Porto Santo [1][2]
1997 Entrada em Palco [1][2]
1998 O Que Te Quero [1][2]
1999 Campo Grande - Improvisos [1]
2000 Peixe-Lua [1][2]
2001 Em Volta [1][2]
2003 Quaresma [1][2]
2004 Noite Escura [1][2]
2004 A Costa dos Murmúrios [1][2]
2005 Alice [1][2]
2007 Antes de Amanhã [2]
2009 Como Desenhar um Círculo Perfeito [2]
2009 Duas Mulheres [2]
2010 Senhor X [2]
2011 Cisne [2]
2011 Sangue do Meu Sangue [2]
2012 Luz da Manhã [2]
2014 Yvone Kane [2]
2015 Beatriz [2]
2016 São Jorge [2]
2017 Colo [2]

TelevisãoEditar

TeatroEditar

Ano Título Companhia Função Ref.
1994 O Conto de Inverno Teatro da Cornucópia actriz [4]
1994 O Triunfo do Inverno Teatro da Cornucópia actriz [4]
1996 Um Auto de Gil Vicente Teatro da Cornucópia actriz [4]
1996 Sonho de uma Noite de Verão TNDMII - Teatro Nacional D. Maria II (companhia) actriz [4]
1997 As Vozes da Paixão «CCB - Centro Cultural de Belém»,
«Sociedade Criativa»
actriz [4]
1997 Os Sete Infantes Teatro da Cornucópia actriz [4]
2005 Bérénice «Teatro Nacional D. Maria II» actriz [4]
2007 Fedra Cassefaz, Espectáculos, Vídeos e Publicações Culturais, Lda. actriz [4]
2007 Quando o Inverno Chegar Arena Ensemble actriz [4]
2007 O Construtor Solness Teatro da Cornucópia actriz [4]
2008 Rock'n'roll Novo Grupo/ Teatro Aberto actriz [4]
2008 De Homem para Homem «CulturProject - Gestão de Projectos Culturais», «Arena Ensemble» actriz [4]
2009 Menina Júlia TNDMII - Teatro Nacional D. Maria II (companhia) actriz [4]
2009 Ifigénia na Táurida Teatro da Cornucópia actriz [4]
2010 Olá e Adeusinho «Teatro da Cornucópia»,
«CulturProject - Gestão de Projectos Culturais», «Arena Ensemble»
encenadora [4]
2010 Antes de Ser actriz [4]
2011 Azul Longe nas Colinas Arena Ensemble encenadora [4]
2011 Sangue Jovem «CCB - Centro Cultural de Belém» encenadora [4]
2011 Uma Bizarra Salada «SLTM - São Luiz Teatro Municipal», «Festival Internacional
de Teatro de Almada», «Orquestra Metropolitana de Lisboa»
participação especial [4]
2011 A Varanda Teatro da Cornucópia actriz [4]
2013 Rosencrantz e Guildenstern Estão Mortos «CCB - Centro Cultural de Belém»,
«TNSJ - Teatro Nacional S. João», «Arena Ensemble»
actriz [4]
2014 Como Queiram / As You Like It Arena Ensemble encenadora [4]
2016 A Conquista do Pólo Sul «SLTM - São Luiz Teatro Municipal»,
«CCVF - Centro Cultural Vila Flor»
encenadora [4]
2016 As Criadas Arena Ensemble actriz [4]

Prémios e distinçõesEditar

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w «Cinema Português : Personalidades: Batarda, Beatriz». Centro Virtual Camões (Instituto Camões). 2002–2007. Consultado em 1 de novembro de 2017 
  2. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z «Pessoa : Beatriz Batarda». Não são referidos os realizadores. CinePT - Cinema Português (Universidade da Beira Interior). Consultado em 20 de novembro de 2018. Cópia arquivada em 20 de novembro de 2018 
  3. SapoMag, Lusa (15 de dezembro de 2016). «Victória Guerra integra programa europeu de talentos Shooting Stars». SapoMag. Consultado em 1 de novembro de 2017 
  4. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y «Ficha de Pessoa : Beatriz Batarda». Não inclui nomes dos autores. Centro de Estudos de Teatro & Tiago Certal. 23 de Junho de 2016. Consultado em 20 de novembro de 2018 
  5. Hugo Torres; Romana Borja-Santos; Vítor Belanciano; Agência Lusa (11 de Maio de 2012). «Morreu Bernardo Sassetti, o músico que buscava o silêncio». Público. Consultado em 4 de Dezembro de 2018 
  6. «Já Nasceu a Filha de Beatriz Batarda e Bruno Nogueira». Caras. 11 de Novembro de 2014. Consultado em 4 de Dezembro de 2018 
  7. a b Manuel Halpern (4 de outubro de 2018). «"Sara", a nova série na RTP2, vem para revolucionar a ficção portuguesa». Visão. Consultado em 5 de outubro de 2018 
  8. «RTP leva a melhor». Correio da Manhã. 26 de maio de 2004. Consultado em 17 de setembro de 2017 
  9. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Beatriz Batarda". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 23 de novembro de 2015 
  10. «Presidente Cavaco Silva homenageou profissionais do teatro e condecorou várias personalidades». Presidência da República Portuguesa. Consultado em 7 de junho de 2015. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  11. Lusa; Susana Paula (21 de fevereiro de 2011). «Autores: "Filme do Desassossego", livro "Uma Viagem à Índia" e álbum "Mongrel" entre vencedores dos prémios da SPA/RTP». SIC Notícias. Consultado em 1 de novembro de 2017 
  12. «RTP leva a melhor». Jornal de Notícias. 26 de maio de 2004. Consultado em 17 de setembro de 2017 
  13. Angela Mata (9 de outubro de 2014). «Prémios Sophia 2014». Máxima. Consultado em 19 de fevereiro de 2015. Arquivado do original em 19 de fevereiro de 2015 
  14. Revista Notícias Magazine n.º 1186, 15 de fevereiro de 2015, pág, 26.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.