Bebo foi uma rede social fundada em janeiro de 2005, muito popular em países de língua inglesa. Todo perfil em Bebo devia incluir dois módulos específicos - uma seção de Comentários, onde outros usuários poderiam deixar mensagens, e uma Lista de Amigos do dono do perfil. Usuários podiam incluir vários outros módulos. Por default (automaticamente), quando uma conta era criada o perfil era definido como sendo privado, limitando assim o acesso aos amigos especificados. O usuário podia selecionar a opção de "Perfil Público" para tornar-se visível para quaisquer outros membros de uma escola da qual ele ou ela faça parte. Os perfis podiam ser personalizados usando-se skins.

Bebo Inc.
Empresa privada
Atividade Internet
Fundação Janeiro de 2005
Fundador(es) Michael Birch, Xochi Birch
Sede Estados UnidosSan Francisco, Califórnia, Estados Unidos
Área(s) servida(s) Mundo
Pessoas-chave Adam Levin
Posição no Alexa 172 253 ()
Website oficial bebo.link

Em 13 de março de 2008 bebo foi comprada pela AOL (Time Warner) por 850 milhões de dólares.[1] Em 17 de junho de 2010 foi vendida por 10 milhões de dólares para o investor californiano Criterion Capital Partners.[2]

Em 19 de junho de 2019 a marca foi comprada pela Twitch (plataforma de stream) por US$ 25 milhões, após uma briga entre as empresas Facebook e Discord.[3]


Referências

  1. «Bebo sale to AOL nets founders a fortune in 3 years | Technology | The Guardian». The Guardian. Guardian Media Group. Consultado em 1 de setembro de 2011 
  2. «AOL Sells Bebo to Criterion for Less Than $10 Million | Stock Watch». stockwatch.in. 2011. Consultado em 1 de setembro de 2011 
  3. «Twitch faz aquisição milionária para melhorar sua plataforma de eSports». TecMundo - Descubra e aprenda tudo sobre tecnologia. 23 de junho de 2019. Consultado em 26 de junho de 2019 

Ligações externasEditar

  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.