Abrir menu principal

Benedito Ulhoa Vieira

(Redirecionado de Benedito de Ulhôa Vieira)
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde março de 2012). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde agosto de 2014).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Benedito Ulhoa Vieira
Arcebispo da Igreja Católica
Arcebispo-emérito de Uberaba
Atividade Eclesiástica
Diocese Arquidiocese de Uberaba
Nomeação 14 de julho de 1978
Entrada solene 15 de setembro de 1978
Predecessor Dom Alexandre Gonçalves do Amaral
Sucessor Dom Aloísio Roque Oppermann, S.C.J.
Mandato 1978 - 1996
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 8 de dezembro de 1948
São Paulo, SP
por Dom Carlos Carmelo Cardeal de Vasconcelos Motta
Nomeação episcopal 29 de novembro de 1971
Ordenação episcopal 25 de janeiro de 1972
São Paulo, SP
por Dom Frei Paulo Evaristo Arns, O.F.M.
Lema episcopal IN NOMINE DOMINI
("Em nome do Senhor")
Nomeado arcebispo 14 de julho de 1978
Brasão arquiepiscopal
Template-Metropolitan Archbishop.svg
Dados pessoais
Nascimento Mococa, São Paulo
9 de outubro de 1920
Morte Uberaba, Minas Gerais
3 de agosto de 2014 (93 anos)
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Leonor de Ulhôa Coelho Vieira
Pai: José Theodoro Vieira
Funções exercidas - Bispo-auxiliar de São Paulo (1971-1978)
Títulos anteriores Bispo Titular de Bitetto (1971-1978)
dados em catholic-hierarchy.org
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Benedito Ulhoa Vieira (Mococa, 9 de outubro de 1920Uberaba, 3 de agosto de 2014[1]) foi um bispo católico brasileiro, arcebispo emérito de Uberaba.

BiografiaEditar

Filho de José Theodoro Vieira e Leonor de Ulhôa Coelho Vieira, iniciou seus estudos em sua terra natal, cursou o Ensino Fundamental no Seminário de Pirapora-SP, estudou Filosofia e Teologia no Seminário Central do Ipiranga na cidade São Paulo-SP.

Foi ordenado Sacerdote pelo Cardeal Dom Carlos Carmelo de Vasconcelos Motta em 8 de dezembro de 1948.

Em 1953 graduou-se doutor em Teologia defendendo sua tese sobre a Teleiosis na Epístola aos Hebreus - Teologia de São João Crisóstomo. Em São Paulo foi Professor, Vice-Reitor e Capelão da PUC; foi Pároco dos Universitários e Reitor do Seminário Central do Ipiranga. Dom Benedito foi Vigário Geral da Arquidiocese de São Paulo e coordenou sua restauração administrativa.

Morreu em 2014, de falência múltipla de órgãos.[1]

EpiscopadoEditar

Em 25 de janeiro de 1972 Dom Benedito foi sagrado Bispo pelas mãos do Cardeal Dom Paulo Evaristo Arns, sendo nomeado, pelo Papa Paulo VI, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de São Paulo, permanecendo no cargo por 7 anos. No dia 15 de setembro de 1978, tomou posse como Arcebispo Metropolitano de Uberaba-MG nomeado pelo Sumo Pontífice, sendo o 5º Bispo e o 2º Arcebispo de Uberaba, ministério que exerceu até maio de 1996.

SucessãoEditar

Na Arquidiocese de Uberaba, Dom Benedito foi o 5º Bispo e o 2º Arcebispo (1978-1996), sucedeu Dom Alexandre Gonçalves do Amaral e teve como sucessor Dom Aloísio Roque Oppermann.

Ordenações episcopaisEditar

Ordenações presbiteraisEditar

Dom Benedito ordenou, até o ano de 2007, 59 padres. Sendo que na Arquidiocese de Uberaba foram ordenados 31 sacerdotes:

  • Humberto Rodrigues Duarte, OFM
  • Antonio Joaquim de Sousa
  • Kleber Mendes Teixeira
  • José Antonio Fontes
  • José Maria Nascimento
  • Luiz Eduardo Monteiro Fontana
  • Divino Evangelista Aizza
  • Antonio Braz Benevente
  • Paulo Aparecido Porta
  • José Lourenço da Silva Júnior
  • Washington Abadio da Silva
  • João Luiz Mancini
  • Levi Fidelis Marques
  • Luiz Henrique Celulare
  • Geraldo dos Reis Maia
  • Valmir Aparecido Ribeiro
  • Alécio Donizete Freire
  • Luiz Cláudio da Silva Santos
  • Almir Gonçalves dos Reis, Somasco
  • José dos Reis Naves
  • Antonio Carlos de Faria
  • Selmo Donizetti Mazetto
  • Gilberto Carlos de Araújo
  • Luiz Carlos de Resende
  • Manoel Messias da Silva
  • Márcio Antonio Rezende Ruback
  • José Alves Caetano
  • Célio Geraldo Pinto
  • Célio Pereira Lima
  • Geovane Geraldo Silva
  • Sebastião José Aparecido Ribeiro

Atividades e contribuiçõesEditar

Dom Benedito foi Vice-Presidente da CNBB, de 1983 a 1987, e membro da Academia de Letras do Triângulo Mineiro. Seu último livro, "Auscultando o Coração" , foi lançado em 13/06/2013.

Referências

  1. a b «Morre Dom Benedito Ulhoa Vieira, o bispo da esperança». Arquidiocese de Uberaba. 3 de agosto de 2014. Consultado em 4 de agosto de 2014 

Ligações externasEditar