Abrir menu principal
Bernardino Viana
Replace this image male.png
Bernardino Viana
Senador  Piauí
Período 1979-1983
Antecessor Petrônio Portela
Sucessor João Lobo
Dados pessoais
Nascimento 26 de maio de 1923
Bandeira desconhecida São Francisco do Maranhão, MA
Morte 22 de março de 1989 (65 anos)
Teresina Teresina, PI
Alma mater Universidade Federal do Piauí
Cônjuge Maria Celeste Carneiro de Farias Viana
Partido ARENA, PDS, PFL
Profissão advogado, professor, técnico em contabilidade

Bernardino Soares Viana (São Francisco do Maranhão, 26 de maio de 1923Teresina, 22 de março de 1989)[nota 1] foi um advogado, técnico em contabilidade, professor e político brasileiro que exerceu o mandato de senador pelo Piauí na vaga antes ocupada por Petrônio Portela.[1]

BiografiaEditar

Filho de Hermes Soares Viana e Laura Vilanova. Advogado formado pela Universidade Federal do Piauí, trabalhou antes como técnico em contabilidade e professor. Gerente do Banco do Brasil, foi presidente do Banco do Estado do Piauí, cargo que acumulou com o de Secretário de Fazenda no governo Helvídio Nunes (1966-1970). Estreou na política em 1974 ao ser eleito primeiro suplente do senador Petrônio Portela,[2] assumindo o cargo em março de 1979 quando o titular foi nomeado Ministro da Justiça do governo João Figueiredo e efetivado em janeiro de 1980 após a morte do titular.[1] Antes foi Secretário de Indústria e Comércio nos governos de Dirceu Arcoverde e Djalma Veloso (1975-1979).[3]

Ressalte-se que seu nome foi sugerido como alternativa à sucessão do governador João Clímaco d'Almeida em 1970 graças aos seus vínculos com Petrônio Portela, entretanto o presidente Emílio Garrastazu Médici indicou Alberto Silva frustrando assim as articulações em torno de Viana.

Candidato a reeleição por uma sublegenda do PDS em 1982, ficou na primeira suplência de João Lobo, que obteve a cadeira por menos de 20 mil votos.[2][4] Posteriormente deixou sua antiga legenda e ingressou no PFL sendo candidato a deputado federal em 1986, ficando na décima segunda suplência.[2]

Notas

  1. Com relação aos seus dados biográficos, a página do Senado Federal assevera que seu falecimento se deu em 3 de abril de 1989, contudo a informação correta é a de que seu passamento ocorreu em 22 de março daquele ano.

Referências

  1. a b «Página oficial do Senado Federal: senador Bernardino Viana (1979-1983)». Consultado em 6 de abril de 2013 
  2. a b c «Tribunal Regional Eleitoral do Piauí: eleições anteriores». Consultado em 6 de abril de 2013 
  3. SANTOS, José Lopes dos. Piauí: a força do poder municipal. v. II Teresina: Gráfica Mendes.
  4. SANTOS, José Lopes dos. Novo Tempo Chegou. Brasília: Senado Federal, 1983.
  Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.