Bete Coelho

actriz brasileira

Elisabete Mendes Coelho (Belo Horizonte, 21 de julho de 1962[1]), mais conhecida apenas como Bete Coelho, é uma atriz, diretora e apresentadora brasileira. Atua em teatro desde os dez anos de idade, mas também experimentou o outro lado, ao dirigir peças de teatro e shows de cantoras como Daniela Mercury, Marina Lima e Zélia Duncan.

Bete Coelho
Bete Coelho
Bete Coelho em novembro de 2010.
Nome completo Elisabete Mendes Coelho
Nascimento 21 de julho de 1962 (61 anos)
Belo Horizonte, MG
Nacionalidade brasileira
Ocupação
Atividade 1972 – presente
Cônjuge Gabriel Fernandes (c. 2009)
Outros prêmios
Lista

Carreira

editar

Iniciou na televisão com dez anos participando de um programa de auditório infantil junto com sua irmã, onde faziam dueto cantando e dançando na antiga TV Itacolomi.[2] Iniciou sua carreira no teatro nos anos 1980 em Belo Horizonte. Aos 18, aceitou um convite do diretor Antunes Filho e deixou Belo Horizonte, indo morar em São Paulo onde atuou em peças do diretor como Nelson Rodrigues - O Eterno Retorno. Em seguida, emendou várias peças com direção de Gerald Thomas como Mattogrosso e Carmem com Filtro 2.[3] Em seguida, a atriz estreou nos cinemas, nos curtas-metragens Branco e preto (norte & sul) de Ninho Moraes, em 1988, e Musika de Rafael Conde, em 1989.[4]

Em 2001, estrela um curta-metragem ao lado de Paulo Autran.[5] Desde 2010, está em cartaz com o monólogo O Terceiro Sinal peça, de sua companhia de teatro, a "BR 116".[6] Em 2017, retornou à Rede Globo para uma participação de um episódio da série Cidade Proibida. Em 2018, a atriz assumiu a apresentação do programa TerraDois da TV Cultura substituindo Maria Fernanda Cândido.[7]

Em meio à pandemia de COVID-19, Bete precisou se reinventar, então em fevereiro de 2021, a companhia de teatro BR116, a qual divide com Gabriel Fernandes e Ricardo Bittencourt, lançou o TeatroFilme "Medeia por Consuelo de Castro", no qual Bete interpretou a personagem da rainha grega e dirigiu a obra junto ao marido, o cineasta Gabriel Fernandes.

Filmografia

editar

Televisão

editar
Ano Título Personagem / Cargo Notas Emissora
1989 Kananga do Japão Lígia Prestes Episódio: "9 de novembro" Rede Manchete
1990 Lua Cheia de Amor Luzia Episódio: "3 de dezembro" Rede Globo
1991 Vamp Jezebel do Espírito Santo
1994 Éramos Seis Adelaide Campos SBT
1995 Sangue do Meu Sangue Fernanda Lamar / Fabrício Lamar
1997 Os Ossos do Barão Norma Caldas Penteado
1998 Serras Azuis Cristiana Macedo Rede Bandeirantes
2001 As Filhas da Mãe Alessandra Cavalcante Rede Globo
Porto dos Milagres Eunice Participação especial
2002 Os Normais Salena Episódio: "Um Machismo Normal"
2003 Agora É que São Elas Vânia Episódio: "19 de julho"
Kubanacan Cristal Episódios: "15–17 de outubro"
2004 Seus Olhos Norma SBT
Histórias de Cama & Mesa Lulu Especial fim de ano Rede Globo
2005 A Lua Me Disse Marisa Queiroz (Marisinha)
2006 Cristal Vitória da Silva Ascânio SBT
2007 Luz do Sol Milena Villa Nova RecordTV
2009 Poder Paralelo Vania Orlim
2011 Autor por Autor Personagem de "O outro"[8] Episódio: "Ferreira Gullar" TV Brasil
2012 Máscaras Valéria Lage RecordTV
2014 Milagres de Jesus Joana Episódio: "A Cura do Filho do Oficial do Rei"
2016 Escrava Mãe Beatrice de Avelar[9]
2017 Cidade Proibida Glória Dias Episódio: "Glória" Rede Globo
2018 Assédio Suzana Almendra Episódio: "As Vozes"
Episódio: "O Julgamento"
Globoplay
2018–
presente
TerraDois Apresentadora TV Cultura
2020 Elas no Singular Narradora HBO Max

Cinema

editar
Ano Título Personagem Nota
1988 Fake Fur is Growing on Me Rosa
Branco e Preto (Norte & Sul) Arquiteta Curta-metragem
1989 Musika Lulu
Lua Cheia Luzia
1992 Oswaldianas Isadora Duncan
1998 Policarpo Quaresma, herói do Brasil Adelaide
2001 Impermanência Enfermeira Curta-metragem
2006 Mulheres do Brasil Laura
2007 Lótus Letícia Curta-metragem
2016 Milagres de Jesus: O Filme Joana

Teatro

editar
Ano Título Personagem
1980–81 Dona Beja Dona Beja
1982 Maldição
1983 Noturno para Pagu
1983 Lulu, a Caixa de Pandora Lulu
1984 O Que É Isso Gabeira?
1984 Macunaíma
1984 Nelson Rodrigues: O Eterno Retorno
1984 Romeu e Julieta Julieta
1986 Carmem com Filtro Carmem Mondego
1986 Eletra Com Creta
1987–88 Trilogia Kafka - Um Processo
1989 Você Vai Ver o que Você Vai Ver
1989 Mattogrosso
1989 Carmem com Filtro 2 Carmen Mondego
1990 Sturmspiel
1990 Fim de Jogo
1990 M.O.R.T.E. (Movimentos Obsessivos e Redundantes para Tanta Estética)
1991 The Said Eyes of Karlheinz Öhl
1993 Rancor
1994 Pentesiléias
1997 Os Reis do Iê-Iê-Iê
1997 Graal, Retrato de um Fauno Quando Jovem
1998 Cacilda! Cacilda Becker
1999 Pai Filha [10]
2002–03 Frankensteins Jane Eyre
2006–07 Esperando Godot Estragon
2010–18 O Terceiro Sinal Otávio Frias Filho
2011 Cartas de Amor Para Stalin Mulher de Bulgakov
2013 A Dama do Mar Hilde Wangel[11]
2014 Sonata Fantasma Bandeirante Voz em off
2016 A Melancolia de Pandora Paciente
2016 Garrincha Pássaro
2017–18 As Criadas Claire
2019 Mãe Coragem Ana Fierling
2021 Medeia Medeia
2023 Molly-Bloom[12] Molly Bloom

Direção

editar

Televisão

editar
Ano Título
1996 Razão de Viver

Teatro

editar
Ano Título
1999 O Caderno Rosa de Lori Lamby
2004 Um Número
2005–06 Elas São do Baralho
2009 O Homem da Tarja Preta

Prêmios e indicações

editar
Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado
1998 Troféu APCA[13] Melhor Atriz Cacilda! Venceu
Prêmio Shell[14] Melhor Atriz Venceu
1999 Prêmio APETESP[15] Melhor Atriz Indicada
2002 Prêmio Qualidade Brasil - RJ[16] Melhor Atriz Telenovela As Filhas da Mãe Indicada
2006 Festival de Gramado[17] Melhor Atriz de Curta-metragem Lótus Venceu
2007 Prêmio Contigo! de TV[18] Melhor Atriz Coadjuvante Cristal Indicada
2013 Prêmio Shell[19] Melhor Atriz A Dama do Mar Indicada
Prêmio Aplauso Brasil[20] Melhor Atriz Coadjuvante Indicada
Prêmio APCA de Teatro[21] Melhor Atriz Indicada
2018 Prêmio Shell Melhor Atriz O Terceiro Sinal Indicada
2019 Prêmio Cenym de Teatro[22] Melhor Atriz Mãe Coragem Indicada
Melhor Elenco Indicada
Prêmio Shell - SP[23] Melhor Atriz Indicada
2022 Prêmio APTR[24] Direção Medeia Por Consuelo De Castro Indicada
Espetáculo Indicada
Atriz em Papel Protagonista Venceu

Referências

  1. Enciclopédia Itaú Cultural
  2. «Carreira de Bete Coelho na TV começou em auditório». Uol. Consultado em 3 de outubro de 2017 
  3. «Fazer rir nunca foi o forte de Bete Coelho. De formação teatral, ela ganhou o rótulo de atriz dramática ao encenar espetáculos de diretores como José Celso Martinez Corrêa e Gerald Thomas.». Uol. Consultado em 3 de outubro de 2017 
  4. «Bete Coelho é nome de destaque no teatro brasileiro, com momentos marcantes em espetáculos de Gerald Thomas e José Celso Martinez Correa». Mulheres do Cinema. Consultado em 3 de outubro de 2017 
  5. «Bete Coelho e Paulo Autran estrelam curta-metragem». Cultura Estadao. Consultado em 3 de outubro de 2017 
  6. «Monólogo marca estreia de grupo teatral de Bete Coelho». Estadão. Consultado em 3 de outubro de 2017 
  7. «Maria Fernanda deixa programa». Agora São Paulo. Consultado em 3 de outubro de 2017 
  8. «Ruth Rocha». TV Brasil. 18 de junho de 2011. Consultado em 20 de agosto de 2020 
  9. «Bete Coelho será mãe de Thaís Fersoza em nova novela da Record» 
  10. «Bete Coelho acerta contas com o "Pai"». folha.uol.com.br. Consultado em 20 de novembro de 2023 
  11. «A Dama do Mar: um clássico de Ibsen reinventado por Susan Sontag e Robert Wilson». portal.sescsp.org.br. Consultado em 20 de novembro de 2023 
  12. «BETE COELHO ABRE TEMPORADA 2023 DO TEATRO UNIMED COM "MOLLY-BLOOM"». siterg.uol.com.br. Consultado em 20 de novembro de 2023 
  13. «APCA premia Zé Celso e Walter Salles». Folha Uol. Consultado em 3 de outubro de 2017 
  14. «"Cacilda!" é a estrela do 11º Shell». Folha Uol. 24 de março de 1999. Consultado em 21 de dezembro de 2022 
  15. «Teatro: Apetesp divulga melhores de 98 ». Folha de S.Paulo . 24 de agosto de 1999. Consultado em 13 de fevereiro de 2023 
  16. «Confira os Indicados e Ganhadores do Prêmio Qualidade Brasil 2002 Rio de Janeiro». Prêmio Qualidade Brasil. 2002. Consultado em 13 de fevereiro de 2023 
  17. «Em Gramado, Bete Coelho é eleita melhor atriz na Mostra Gaúcha». Cinema Terra. Consultado em 3 de outubro de 2017 
  18. «9º Prêmio Contigo! - Indicados». Contigo. 22 de maio de 2007. Consultado em 30 de setembro de 2011 
  19. «Concorrem com Rosana Stavis as atrizes Bete Coelho e Ligia Cortez no Premio Shell». Gazeta do Povo. Consultado em 3 de outubro de 2017 
  20. «Escola: principal destaque entre os indicados do 1º semestre no Prêmio Aplauso Brasil». Escola de Teatro SP. 30 de abril de 2013. Consultado em 21 de dezembro de 2022 
  21. «APCA escolhe os indicados do 1º semestre no». Teatro Jornal. 8 de agosto de 2013. Consultado em 21 de dezembro de 2022 
  22. «Os Indicados CENYM 19º Anual Prêmio Cenym de Teatro». Cenyms. 19 de outubro de 2019. Consultado em 21 de dezembro de 2022 
  23. «Prêmio Shell de Teatro: indicados do segundo semestre de 2019». Veja São Paulo. 16 de dezembro de 2019. Consultado em 21 de dezembro de 2022 
  24. «Confira a lista de vencedores do 16º Prêmio APTR de Teatro». Estadão. 13 de junho de 2022. Consultado em 13 de junho de 2022 

Ligações externas

editar
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Bete Coelho