Abrir menu principal
Bethe Correia
Informações
Nascimento 22 de junho de 1983 (36 anos)
Paraíba Campina Grande, PB
 Brasil
Nacionalidade Brasil Brasileira
Outros nomes Pitbull
Altura 1,65 m
Peso 64 kg
Divisão Peso Galo
Modalidade Jiu-Jitsu, Boxe, Karate, Kung Fu
Luta por Natal, Rio Grande do Norte, Brasil
Graduação      Faixa azul em Jiu-jitsu brasileiro

     Faixa roxa em Kung Fu

Período em
atividade
2012-presente
Cartel nas artes marciais mistas
Total 14
Vitórias 10
Por nocaute 2
Por decisão 8
Derrotas 3
Por nocaute 2
Por decisão 1
Empates 1
Ligações externas
Página oficial:
Cartel no MMA pelo Sherdog

Bethe Correia (Campina Grande, 22 de junho de 1983), também conhecida como "Bethe Pitbull",[1] é uma lutadora de MMA brasileira. Ela luta na categoria Peso-Galo, atualmente contratada pelo UFC. Realizou sua primeira luta em maio de 2012. No segundo semestre de 2013, após 6 vitórias consecutivas, assinou contrato com o UFC. Bethe é classificada em #8 no Ranking Peso Galo Feminino do UFC.

Nasceu em Campina Grande, no estado da Paraíba, é membro da Equipe Pitbull Brothers, dos irmãos Patrício e Patricky Freire.[1] Bethe Correia esteve invicta em nove lutas de MMA na carreira, onde venceu as veteranas Julie Kedzie, Jessamyn Duke e Shayna Baszler. A sequência de vitórias foi quebrada após o confronto com Ronda Rousey, em agosto de 2015.[2]

Não esconde seu amor pelo Campinense Clube, clube do estado da Paraíba, clube que ela já declarou que é torcedora apaixonada.[3]

Carreira no MMAEditar

Bethe começou sua carreira no MMA em 2012, conhecida como fenômeno do MMA, por começar a treinar e em 3 meses de treino fazer sua primeira luta profissional, em 1 ano, com 5 lutas profissionais e invicta, Bethe chamou a atenção do presidente do Jungle Fight, Wallid Ismail, postando no Twitter e fazendo campanha para lutar em seu evento. Wallid decidiu retornar com luta feminina e a Bethe fez o co-evento com uma veterana e conhecida por ser a única mulher a vencer a Cristiane Justino no MMA, a Erica Paes. Bethe venceu a luta e se tornou conhecida no Brasil e no mundo, 3 meses depois Bethe foi chamada pelo UFC.

Ultimate Fighting ChampionshipEditar

Bethe fez sua estréia no UFC contra a veterana Julie Kedzie em 7 de Dezembro de 2013 no UFC Fight Night: Hunt vs. Pezão. Em uma luta muito equilibrada, Bethe foi melhor e acertou mais golpes do que Julie e venceu por Decisão Dividida.

Sua segunda luta foi contra a americana Jessamyn Duke, em 26 de Abril de 2014 no UFC 172. Ela venceu por decisão unânime. Em uma luta movimentada onde sua oponente tinha envergadura de 185 cm contra 164 cm de Bethe. Bethe conseguiu encurtar levando vantagem. Essa luta ficou marcada logo depois o anúncio da vitória, Bethe fez um sinal mostrando 4 dedos e abaixando um, referindo ao quarteto "Four Horse Woman" grupo de meninas que treinam com Ronda Rousey, ex-campeã da categoria. Notícia repercutiu o mundo inteiro, Bethe desafiou o grupo e a ex-campeã.

Após as provocações, Bethe foi marcada para enfrentar outro membro do "Four Horse Woman", a veterana Shayna Baszler, em 2 de Agosto de 2014 no UFC 176. As provocações continuaram quando os fãs pedem que Cristiane Justino, que já massacrou a Shayna, fosse o córner de Bethe no UFC 176, o que geraria enorme repercussão, visto que a córner de Baszler é a ex-campeã Ronda Rousey, desafeto de Justino, outra brasileira que deseja lutar com Ronda, mas como é de uma categoria acima jamais conseguiu. No entanto, devido a uma lesão de José Aldo que faria o evento principal, o evento foi cancelado[4] e a luta entre elas foi movida para o UFC 177.[5] Após perder o primeiro round, Bethe venceu a luta por nocaute técnico no segundo. Após a luta ela novamente desafiou a ex-campeã Ronda Rousey. Bethe ficou conhecida como "Horse woman Killer" (matadora de cavaleiras). Ronda aceitou o desafio e Ronda venceu Bethe em 34 segundos. Bethe sentiu a sabor da derrota pela primeira vez, e para tentar dar a volta por cima decidiu fazer um intercâmbio nos Estados Unidos na academia renomada AKA, junto com grandes nomes como Daniel Cormier , Bethe voltou a lutar contra a Raquel, em uma luta equilibrada perdeu por decisão dividida. Depois da luta Bethe retorna ao Brasil e volta a suas origens e depois de 2 derrotas tem novamente luta marcada no UFC 203 com a veterana Jessica Eye onde consegue retornar ao caminho da vitória e vence a luta por decisão dividida na cidade Natal da adversária.

Cartel no MMAEditar

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Vitória 11-4-1   Sijara Eubanks Decisão (unânime) UFC Fight Night: Rodríguez vs. Stephens 21/09/2019 3 5:00   Cidade do México
Derrota 10-4-1   Irene Aldana Finalização (chave de braço) UFC 237: Namajunas vs. Andrade 11/05/2019 3 3:24   Rio de Janeiro
Derrota 10-3-1   Holly Holm Nocaute (chute na cabeça e soco) UFC Fight Night: Holm vs. Correia 17/06/2017 3 1:09   Kallang
Empate 10-2-1   Marion Reneau Empate (majoritário) UFC Fight Night: Belfort vs. Gastelum 11/03/2017 3 5:00   Fortaleza
Vitória 10-2   Jessica Eye Decisão (dividida) UFC 203: Miocic vs. Overeem 10/09/2016 3 5:00   Cleveland, Ohio
Derrota 9-2   Raquel Pennington Decisão (dividida) UFC on Fox: Teixeira vs. Evans 16/04/2016 3 5:00   Tampa, Florida
Derrota 9-1   Ronda Rousey Nocaute (soco) UFC 190: Rousey vs. Correia 01/08/2015 1 0:34   Rio de Janeiro Pelo Cinturão Peso Galo Feminino do UFC.
Vitória 9-0   Shayna Baszler Nocaute Técnico (socos) UFC 177: Dillashaw vs. Soto 30/08/2014 2 1:56   Sacramento, California
Vitória 8-0   Jessamyn Duke Decisão (unânime) UFC 172: Jones vs. Teixeira 26/04/2014 3 5:00   Baltimore, Maryland
Vitória 7-0   Julie Kedzie Decisão (dividida) UFC Fight Night: Hunt vs. Pezão 07/12/2013 3 5:00   Brisbane Estréia no UFC.
Vitória 6-0   Erica Paes Decisão (unânime) Jungle Fight 54 29/06/2013 3 5:00   Barra do Piraí
Vitória 5-0   Ju Pitbull Decisão (unânime) WCC 17 01/06/2013 3 5:00   Macapá
Vitória 4-0   Karol Mutante Nocaute Técnico (socos) Bokum Fight 12/04/2013 2 0:00   Aracaju
Vitória 3-0   Elaine Pantera Decisão (unânime) Heat FC 4 18/10/2013 3 5:00   Natal
Vitória 2-0   Danie Decisão (unânime) Fort MMA 2 27/07/2012 3 5:00   Mossoró
Vitória 1-0   Dany Fenix Decisão (unânime) First Fight Revelations 31/05/2012 3 5:00   Parnamirim

Referências

  1. a b Oliveira, Alan (29 de novembro de 2013). «Invicta, Bethe Correia quer liberar a agressividade de "Pitbull" na estreia no UFC». UOL. Portal do Vale Tudo. Consultado em 1º de dezembro de 2013 
  2. «Com direita potente, Ronda nocauteia Bethe de forma devastadora em 34s». Sportv. 2 de agosto de 2015 
  3. «Foto do Instagram». Consultado em 10 de novembro de 2014 
  4. «Sem opções para substituir José Aldo x Chad Mendes, UFC 176 é adiado». combate.com. 8 de Julho de 2014 
  5. «Luta entre Bethe Correia e Shayna Baszler é transferida para UFC 177». combate.com. 9 de Julho de 2014 

Ligações externasEditar