Betsaida

Betsaida (casa da pesca, em hebraico) era uma povoação pesqueira a nordeste do Mar da Galileia, situada a alguns quilómetros de Cafarnaum. Um cataclismo, entretanto, erguendo-a, afastou-a do lago. Dois sítios arqueológicos, localizados a cerca de 2 quilômetros um do outro - et-Tell e el-Araj - são considerados os principais candidatos para Betsaida.[1]

Betsaida

De acordo com o Evangelho de João, os apóstolos Pedro, André e Filipe eram naturais desta povoação (João 1:44).[2]

A investigação arqueológica em Betsaida é recente. Não foi fácil encontrar a povoação onde ela não deveria estar. Deixada de parte a história antiga da cidade, em que se chega a falar do rei David e do seu filho Absalão, ao tempo da idade adulta do apóstolo Pedro ocorreu lá um facto muito significativo: Herodes Filipe, irmão de Herodes Antipas que mandou decapitar João Baptista, ergueu aí um templo pagão em honra de Lívia, a mãe do imperador romano Tibério e esposa do falecido Augusto (r. 27 a.C.-14 d.C.).

Segundo Evangelho de Lucas, a circunvizinhança de Betsaida teria sido o local do milagre da Alimentação para 5000. Betsaida, juntamente com Cafarnaum e Corazim foram amaldiçoadas por Jesus, que predisse a completa destruição das três durante seu ministério na Galileia. No Evangelho de Mateus Jesus lança três "ais" contra três cidades (Corazim, Betsaida e Cafarnaum) por não se haverem arrependido em virtude das grandes operações de milagres ali realizado e diz que haverá menos rigor para os de Sodoma no Dia do Juízo (Mt 11:20-24). Ainda que não tenha comprovação científica, indica esse fato as ruínas de Betsaida.

Referências

  1. published, Owen Jarus (3 de dezembro de 2021). «Is this really the biblical city where Jesus walked on water?». livescience.com (em inglês). Consultado em 9 de dezembro de 2021 
  2. «Betsaida - Antiga Aldeia na beira do rio». MFA. Consultado em 12 de agosto de 2012 
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Betsaida
  Este artigo sobre cristianismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.