Betty Faria

atriz brasileira, considerada uma das maiores e ícones da teledramaturgia

Elisabeth Maria Silva de Faria, mais conhecida como Betty Faria (Rio de Janeiro, 8 de maio de 1941), é uma atriz brasileira. Consagrou-se interpretando personagens sensuais e de personalidades fortes na televisão e no cinema. Um de seus trabalhos mais lembrados é a telenovela Tieta (1989), onde interpretou a personagem-título. Outros papéis marcantes foram Joana em Cavalo de Aço (1973), Lucinha em Pecado Capital (1975), Lygia em Água Viva (1980), Jussara em Partido Alto (1984) e Irene em Véu de Noiva (1969).

Betty Faria
Betty Faria no lançamento da telenovela Pé na Jaca, em 2006.
Nome completo Elisabeth Maria Silva de Faria
Nascimento 8 de maio de 1941 (80 anos)
Rio de Janeiro, DF
Nacionalidade brasileira
Ocupação atriz
Atividade 1965 - atual
Cônjuge Cláudio Marzo (c. 1967–69)
Daniel Filho (c. 1973–77)
Outros prêmios
Troféu APCA de Melhor Atriz de Televisão
1975 - O Espigão
1978 - Pecado Capital
Prêmio Festival de Brasília de Melhor Atriz Coadjuvante
1992 - Perfume de Gardênia
Indicações
Troféu Imprensa de Melhor Atriz
1990 - Tieta

BiografiaEditar

 
Em 1961.

Betty é filha única do militar Marçal Moura de Faria e da dona de casa Elsa Gonçalves Pereira da Silva. É mãe da também atriz Alexandra Marzo, fruto do seu casamento com o ator Cláudio Marzo. Foi também casada com o diretor e ator Daniel Filho, com quem tem um filho, João de Faria Daniel. Betty é ainda avó de Giúlia, filha de Alexandra, de Antônio e dos gêmeos Valentina e João Paulo, filhos de João de Faria Daniel.[1]

Betty posou duas vezes para a revista Playboy: em agosto de 1978 e outubro de 1984.

Nascida em lar católico, a atriz foi umbandista por mais de vinte anos, até que em 1996 converteu-se ao Budismo de Nitiren.[2]

CarreiraEditar

Os seus melhores momentos no cinema brasileiro foram ao protagonizar A Estrela Sobe (1974), de Bruno Barreto, e Bye Bye Brasil (1979), de Cacá Diegues.

Na televisão, as suas participações de maior sucesso foram em Pecado Capital (1975), Água Viva (1980), Baila Comigo (1981) e Tieta (1989), esta última como protagonista-título. Com o papel de Lucinha em Pecado Capital, Betty foi a pioneira na história mundial das telenovelas em interpretar mocinhas fortes e batalhadoras (geralmente trabalhadoras, populares e moradoras de subúrbio), retirando o velho estereótipo da mocinha indefesa e dependente de um galã. Até os dias de hoje, essa característica em protagonistas ainda é explorada pela Rede Globo e muitas outras emissoras do mundo.

A atriz assinou contrato com o SBT em 2009 por oito meses,[3] tendo sido uma das protagonista da novela Uma Rosa com Amor, um remake da novela homônima de Vicente Sesso, exibida pela Rede Globo em 1972.[4][5] Em setembro de 2011, Betty esteve em Vitória, onde encerrou a 3ª edição do Circuito Banescard de Teatro.[6]

Após quatro anos afastada da Rede Globo, Betty foi recontratada para atuar como Pilar Alburquerque, mãe de Aléxia (Carolina Ferraz) em Avenida Brasil, de João Emanuel Carneiro.[7] Em 2014 juntamente com Francisco Cuoco, é escalada para interpretar os personagens que seriam de Lima Duarte e Regina Duarte, respectivamente, em Boogie Oogie. Em 2017 fez parte de A Força do Querer de Glória Perez como a divertida Elvirinha. Em 2018 Participou da minissérie Se Eu Fechar os Olhos Agora e em 2019 está em A Dona do Pedaço de Walcyr Carrasco como Cornélia Macondo.[8][9]

FilmografiaEditar

TelevisãoEditar

Ano Título Papel Notas
1965 TNT Secretária
Alô, Dolly! [10]
Dick & Betty 17 Moça[11]
1967 Festival Internacional da Canção Apresentadora[12]
1969 Os Acorrentados Sônia Maria
A Última Valsa Marion
Rosa Rebelde
Véu de Noiva Irene
1970 Pigmalião 70 Sandra
A Próxima Atração Cecília (Ciça)
O Homem Que Deve Morrer Inês
1972 O Bofe Guiomar
1973 Cavalo de Aço Joana
Caso Especial episódio: Irmão Mar, Irmão Terra
1974 O Espigão Lazinha Chave-de-Cadeia
1975 Roque Santeiro Porcina da Silva (Viúva Porcina) Versão Censurada
Pecado Capital Maria Lúcia Batista (Lucinha / Lucy Jordan)
1976 Duas Vidas Leda Maria
1978 Brasil Pandeiro Apresentadora[13]
1979 Plantão de Polícia Elisa do Nascimento (Lili Carabina)
1980 Água Viva Lígia Prado Fragonard
1981 Baila Comigo Joana Lobato
1982 Gente Fina É Outra Coisa Heloísa; Olívia; Helvética Costa Lopes de Araújo Gralher; Celina; Madalena Episódio: "O amor tem o ciclo das flores"; RTP
1983 Bandidos da Falange Marluce
1984 Partido Alto Jussara Sampaio
Betty Faria Especial Vários Personagens[14]
1986 Anos Dourados Glória Cantanhede
1989 O Salvador da Pátria Marina Campos Sintra
Tieta Antonieta Esteves Cantarelli (Tieta)
1992 Você Decide Yolanda Nery Episódio: "A Outra"
De Corpo e Alma Antônia Santos Varela
1993 Verão Quente Simone Arruda RTP
1994 Incidente em Antares Rosa (Rosinha)
1995 A Idade da Loba Valquíria
1996 O Campeão Marilisa
1997 A Indomada Miranda de Sá Maciel (Juíza Mirandinha) [15]
1998 Você Decide Maria Helena Batista Episódio: "Seria Trágico, Se Não Fosse Cômica"
Pecado Capital Ela mesma Participação especial
Labirinto Leonor Quental Martins Fraga
1999 Suave Veneno Carlota Valdez
2000 Sai de Baixo Vanusa Limão (Vanusa Van Van) Episódio: "Duro de Debutar"
2001 A Grande Família Selma Carrara (Selminha Paraíso) Episódio: "O Filho da Mãe"
2005 América Djanira Pimenta (Pimenta)
2006 Alma Gêmea Marielza Episódio: "10 de março"
Sob Nova Direção Altiva Y Silva (Dona Altiva) Episódio: "É a Mãe!"
Pé na Jaca Laura Leiva Barra
2007 A Grande Família Selma Carrara (Selminha Paraíso) Episódio: "Sem Vergonha é a Mãe"
Duas Caras Bárbara Carreira
2008 A Grande Família Selma Carrara (Selminha Paraíso) Episódio: "Vovó Gatinha"
2010 Uma Rosa com Amor Amália Petroni
2012 As Brasileiras Muriel Aragão Episódio:"A Doméstica de Vitória"
Avenida Brasil Pilar Albuquerque
2014 Boogie Oogie Madalena Veiga Azevedo Fraga
Passionais Carmen Saldanha[16]
2015 Tomara que Caia Dona Irinéia[17] Episódio: Um Sogro do Outro Mundo
2016 Criança Esperança Tieta (de Tieta)[18] / Ela Mesma
2017 A Força do Querer Elvira Gomez Garcia (Elvirinha) [19]
A Cara do Pai Iolanda[20] Episódio: Querida Sogra
2018 Tá no Ar: a TV na TV Ela mesma Episódio: "18 de abril de 2018"
Infratores Maria Lúcia (Marilu) Série do Fantástico
Malhação: Vidas Brasileiras Olívia Rosa[21] Episódios: "13–23 de agosto"
2019 Verão 90 Tieta (de Tieta) / Ela mesma
Se Eu Fechar os Olhos Agora Hanna Wizoreck
A Dona do Pedaço Cornélia Macondo Ferreira[22][23]
Os Experientes 2 Temporada
2020 Salve-se Quem Puder Ela mesma[24] Participação especial

CinemaEditar

Ano Título Papel Notas
1964 O Beijo Moça na Boate
1967 A Lei do Cão Marta
1968 As Sete Faces de Um Cafajeste Gildinha[25]
1971 As Piranhas do Asfalto
Os Monstros de Babaloo Martina
1972 Som, Amor e Curtição
1974 A Estrela Sobe Leniza Mayer
1975 O Casal
1976 Dona Flor e Seus Dois Maridos Leniza Mayer
1978 O Cortiço Rita Baiana [26]
1979 Bye Bye Brasil Salomé
1983 O Bom Burguês Neuza
1987 Anjos do Arrabalde Dália[27]
Jubiabá Madame Zaíra
Um Trem para as Estrelas Camila
1988 Romance da Empregada Fausta
1989 Lili, A Estrela do Crime Elisa do Nascimento / Lili Carabina
1992 Perfume de Gardênia Odete Vargas
1997 For All - O Trampolim da Vitória Lindalva Sandrini
2004 Bens Confiscados Isabela Siqueira (Serena) também produtora
Sexo, Amor e Traição Yara
2007 Chega de Saudade Elza
2013 Casa da Mãe Joana 2 Dona Aracy
2017 Pedro Sob a Cama Avó[28]
2018 Luz, Câmera e Barreto Ela mesma Documentário
Rogéria, Senhor Astolfo Barroso Pinto Ela mesma

BibliografiaEditar

  • Rebelde por Natureza (autobiografia)
  • Laurent Desbois: A Odisseia do cinema brasileiro, da Atlântida à Cidade de Deus (Companhia das Letras, 2016)

Prêmios e indicaçõesEditar

Ano Prêmio Categoria Nomeação Resultado
1974 Prêmio Air France de Cinema Melhor Atriz
A Estrela Sobe
Venceu
1975 Prêmio APCA de Televisão Melhor Atriz
O Espigão
Venceu
1977 Prêmio APCA de Televisão Melhor Atriz
Pecado Capital
Venceu
1987 Festival de Cinema de Gramado Melhor Atriz
Anjos do Arrabalde
Venceu
1988 Festival de Havana Melhor Atriz
Romance da Empregada
Venceu
Festival de Sorrento - Incontri Internazionali Del Cinema Melhor Atriz Venceu
Festival de Cine Ibero-americano Melhor Atriz Venceu
Prêmio Air France de Cinema Melhor Atriz Venceu
1990 Troféu Imprensa Melhor Atriz
Tieta
Indicado
1992 Festival de Cinema de Brasília Melhor Atriz Coadjuvante
Perfume de Gardênia
Venceu
2005 Cine Ceará Melhor Atriz
Bens Confiscados
Venceu
2008 Prêmio Arte Qualidade Brasil Melhor Atriz em Cinema
Chega de Saudade
Indicado
2009 Festival Internacional de Cinema de Cartagena Melhor Atriz Coadjuvante Venceu
2012 Festival de Cinema de Gramado[29] Troféu Oscarito
Conjunto da Obra
Venceu
2019 Prêmios CinEuphoria Homenagem especial Venceu

Referências

  1. «Perfil de Betty Faria». FamilySearch.org. Consultado em 3 de dezembro de 2019 
  2. tabata.uchoa. «Betty Faria revela ter doença incurável e admite fumar maconha | Televisão | O Dia». odia.ig.com.br. Consultado em 8 de maio de 2021 
  3. Diversao.terra.com.br (16 de novembro de 2009). «Betty Faria troca Globo por SBT: "Eu gosto de arriscar"». Consultado em 14 de janeiro de 2010 
  4. «Sistema Brasileiro de Televisão - SBT». www.sbt.com.br. Consultado em 8 de maio de 2021 
  5. OFuxico. «SBT adia apresentação do elenco de Uma Rosa Com Amor». www.ofuxico.com.br. Consultado em 8 de maio de 2021 
  6. «Betty Faria mostra simplicidade em estadia por Vitória e promete retornar ao Espírito Santo - gazeta online». gazetaonline.globo.com. Consultado em 8 de maio de 2021 
  7. «Betty Faria assina com a Globo e será mãe de Alexia em 'Av. Brasil'» 
  8. Fernando Oliveira (11 de junho de 2014). «Francisco Cuoco e Betty Faria substituem Lima Duarte e Regina Duarte em 'Boogie Oogie'. Conheça o elenco da próxima novela das seis». Mundo da TV - R7. Consultado em 11 de junho de 2014 
  9. Gshow (27 de julho de 2014). «Betty Faria vive a alto astral Madalena e diz: 'Era uma mulher moderna para a época'». Extras - Boogie Oogie. Consultado em 29 de julho de 2014 
  10. «Alô Dolly – Memória». Consultado em 8 de maio de 2021 
  11. «Dick e Betty 17 – Memória». Consultado em 8 de maio de 2021 
  12. «Festival Internacional da Canção – Memória». Consultado em 8 de maio de 2021 
  13. «Brasil Pandeiro – Memória». Consultado em 8 de maio de 2021 
  14. «Betty Faria Especial – Memória». Consultado em 8 de maio de 2021 
  15. «Ficha Técnica – A Indomada – Memória». Consultado em 8 de maio de 2021 
  16. Keila Jimenez (30 de outubro de 2014). «Crimes movidos pela paixão inspiram série». Folha de S. Paulo. Ilustrada. Consultado em 31 de outubro de 2014 
  17. «Atriz sofre acidente e é substituída por Betty Faria no "Tomara que Caia"» 
  18. «Atores relembram papéis históricos durante mesão do 'Criança Esperança'». Consultado em 4 de julho de 2016 
  19. «Betty Faria assume papel de Vera Fischer em "A Força do Querer"». rd1.com.br (em inglês). Consultado em 8 de março de 2017 
  20. «BETTY FARIA SERÁ SOGRA DE LEANDRO HASSUM NA SÉRIE A CARA DO PAI» 
  21. Rachel Guarino (27 de julho de 2018). «Malhação: Vidas Brasileiras terá participação especial de Betty Faria». EntreTV. Consultado em 3 de agosto de 2018 
  22. «Betty Faria fará 'A dona do pedaço', novela de Walcyr Carrasco». O Globo. 1 de março de 2019. Consultado em 1 de março de 2019 
  23. «A Dona do Pedaço: Tonico Pereira será casado com Betty Faria». Observatório da Televisão. 25 de março de 2019 
  24. Flávio Ricco (25 de dezembro de 2019). «Betty Faria e Ary Fontoura farão participação como eles mesmos, em "Salve-se Quem Puder"». UOL. Consultado em 26 de dezembro de 2019 
  25. As Sete Faces de um Cafajeste
  26. Cinemateca Brasileira O Cortiço [em linha]
  27. Cinemateca Brasileira Anjos do Arrabalde : As Professoras [em linha]
  28. «Pedro sob a Cama». adorocinema.com. Consultado em 4 de fevereiro de 2021 
  29. «Betty Faria recebe o troféu Oscarito no Festival de Cinema de Gramado». Zero Hora. 16 de agosto de 2012. Consultado em 16 de agosto de 2012 

Ligações externasEditar

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Imagens e media no Commons
  Este artigo sobre sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.